Vítima foi achada na parte de trás de uma casa do bairro Jorge Lavocat, na noite de segunda (23), por policiais da DHPP.

Ithamar Souza, Ecos da Notícia

Um corpo de um homem não identificado e que aparenta ter idade de 30 anos foi encontrado em avançado estado de decomposição, na noite de segunda-feira (23), em um terreno baldio na Rua Senador Mário Maia, bairro Jorge Lavocat, em Rio Branco.

Segundo informações da Polícia Militar, uma informação anônima de moradores da região levou os militares ao terreno onde o corpo foi encontrado enterrado em uma cova rasa.

___________________

Os policiais informaram que encontraram o cadáver com as mãos amarradas para trás e enterrado de cabeça para baixo.

___________________

A área foi isolada para o trabalho da perícia criminal e o corpo foi recolhido por agentes do Instituto Médico Legal (IML) e encaminhado para a sede, onde foram feitos os exames cadavéricos.

O caso agora será investigado por agentes da Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP).

Corpo foi levado para o Instituto Médico Legal de Rio Branco (IML) — Foto: Iryá Rodrigues/G1

O delegado responsável pelas investigações, Marcus Cabral, explicou que, caso o corpo não seja identificado devido ao avançado estado de decomposição, vai ser solicitado um exame de DNA.

“Recebemos uma informação de que havia um cadáver naquela região e os agentes foram ontem [segunda, 23] à noite, fizeram as diligências e acharam. Ele estava com as mãos amarradas e tinha perfurações na altura do tórax”, acrescentou.

Cabral afirmou que as equipes já iniciaram as pesquisas para saber se o homem estava desaparecido e aguarda familiares de pessoas desaparecidas procurarem a delegacia para ajudar no reconhecimento.

“Vamos compilar com as outras delegacias para saber. Com certeza, familiares que tenham parentes desaparecidos vão nos procurar e pelas características do corpo conseguirmos fazer a identificação”, concluiu.

Comentários