Três dias apos a liberação das visitas nos presídios do Acre, o beneficio volta a ser suspenso na Unidade de Regime Fechado nº 01, conhecido como Chapão, do Complexo Prisional Francisco d’Oliveira Conde (FOC), em Rio Branco, após as equipes de segurança descobrirem um plano de fuga em massa nesta sexta-feira (14).

Uma investigação da equipe de segurança da unidade, identificou que o plano de fuga seria concretizado no domingo (16), justamente durante o retorno da visita familiar nos pavilhões do Chapão ( G, H, I, J, K e L), os outros detentos poderão receber seus familiares.

Durante revista dos policiais penais na manhã desta sexta, eles encontraram celas danificadas, juntamente com escadas artesanais, cordas artesanais do tipo “tereza” e objetos cortantes.

Diante disso, o Instituto de Administração Penitenciária do Acre (Iapen), decidiu suspender por mais  15 dias as visitas no local, já que, o plano de fuga poderia envolver inclusive os visitantes que poderiam ser utilizados como escudos humanos em uma provável rebelião.

Parte do material apreendido/Foto: reprodução

1. Durante a manhã desta sexta-feira, 14, foi realizado um procedimento de inspeção geral na Unidade de Regime Fechado nº 01 de Rio Branco, também conhecida como Chapão, onde foi constatado e frustrado um plano de fuga em massa.

2. O procedimento se deu como fruto de investigação da equipe de segurança da unidade, pelo qual foi identificado que o plano de fuga seria concretizado no domingo, 16, durante o retorno da visita familiar.

3. Ao longo da revista, os policiais penais de plantão encontraram celas danificadas, juntamente com escadas artesanais, cordas artesanais do tipo “tereza” e objetos cortantes.

4. Desta forma, a equipe gestora do Iapen deliberou sobre a necessidade de preservar vidas e evitar que familiares não sejam utilizados como escudos em uma possível rebelião, primando ainda pela segurança geral da unidade e manutenção da ordem e disciplina.

5. Assim, considerando o Parágrafo Único do artigo 41 da Lei 7.210/1984, que preconiza que o direito de visita do cônjuge, companheira, parentes e amigos poderá ser suspenso ou restringido mediante ato motivado do diretor do estabelecimento, a equipe decidiu que ficam suspensas por 15 dias as visitas íntimas e  de familiares na Unidade de Regime Fechado nº 01 de Rio Branco (pavilhões G, H, I, J, K e L) com foco no restabelecimento do padrão mínimo de segurança.

Comentários