© fatido/istock 3D virus cells attacking a DNA strand

msnewslogo

Uma mulher pode ter sido curada de HIV, sem tomar medicamentos ou fazer um transplante de medula óssea. Loreen Willenberg, 66, foi diagnosticada com o vírus em 1992 e afirma nunca ter seguido nenhum tratamento.

O caso dela foi relatado por cientistas do Instituto Peter Doherty para Infecção e Imunidade em Melbourne, na Austrália, como “cura funcional”, que é quando o corpo luta e vence uma infecção naturalmente.

Segundo Sharon Lewin, diretor do instituto, essa é uma descoberta importante. “O verdadeiro desafio, claro, é como você pode intervir para tornar isso relevante para as 37 milhões de pessoas que vivem com o HIV”, comentou.

Um estudo pulicado na revista científica Nature reúne outros 63 casos de pacientes que controlaram a infecção sem drogas.

Nesses casos, segundo os pesquisadores, o HIV aparentemente é sequestrado no corpo de tal forma que não pode se reproduzir.

Loreen Willenberg agora foi adicionada à ‘lista’ de pacientes com HIV curados, ao lado do ‘paciente de Berlim’, Timothy Ray Brown, e do ‘paciente de Londres’, Adam Castillejo, que foram tratados com transplantes de medula óssea.

Descoberta brasileira sobre cura do HIV

Em maio, pesquisadores  da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp) relataram que uma combinação de tratamentos para HIV pode ter levado a outra cura, porém, uma nova rodada de testes irá determinar se o tratamento é realmente a solução definitiva para a infecção causada pelo vírus. Saiba mais no link abaixo:

Comentários