Conecte-se conosco





Cotidiano

TRE decide que Leo de Brito e Pedro longo fiquem com as vagas de deputados cassados

Publicado

em

A decisão era esperada desde o início da semana e atrasou por problemas de sincronismo entre os bancos de dados do TRE acreano e do TSE, mas que foram, resolvidos na manhã dessa sexta-feira.

A posse de Pedro Longo e Leo de Brito deve acontecer na próxima semana – Foto: montagem

A Tribuna

O Tribunal Regional Eleitoral acreano acabou de confirmar os nomes de Pedro Longo (PV) e Leo de Brito (PT) para assumirem, respectivamente, Na Assembleia Legislativa e na Câmara federal os mandatos de Dra. Juliana e Manoel Marcos, retirados do cargo pelo TSE

A decisão era esperada desde o início da semana e atrasou por problemas de sincronismo entre os bancos de dados do TRE acreano e do TSE, mas que foram, resolvidos na manhã de hoje. O Ministério Público eleitoral havia feito reclamação pela demora da decisão e ontem o TRE havia comunicado à Assembleia Legislativa e à Câmara Federal a cassação do mandato dos dois parlamentares condenados.

________________

A posse de Pedro Longo e Leo de Brito deve acontecer na próxima semana. Ficam prejudicadas as pretensões de Tião Bocalom, que não atendeu aos critérios do novo quociente eleitoral recalculado.

_________________

A decisão foi anunciada presidente do TRE do Acre, Desembargadora Denise Bonfim, durante a 77ª Sessão Plenária da Corte Eleitoral do Tribunal Regional Eleitoral do Acre, nesta sexta-feira (2).

Nenhum do principais personagens que acionaram a justiça eleitoral para cassar os agora ex-parlamentares, ficou com mandato. O candidato a prefeito de Rio Branco, Tião Bocalom, chegou a declarar que não tinha dúvidas de que a vaga seria sua em caso de anulação dos votos de Manuel Marcos. Quem também achou que poderia ficar com o mandato na Câmara Federal foi o vereador Railson Correia, mas o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) não reformou a decisão da justiça eleitoral acreana e os votos não foram devolvidos à coligação. Com isso, quem também perdeu a chance de voltar a ser deputado estadual foi André da Droga Vale (PRB).

Para não perder tempo, a Desembargadora marcou para a tarde desta sexta-feira, 2, a diplomação de Pedro Longo e Léo de Brito, como novos deputado estadual e federal, respectivamente.

A presidente do Tribunal Regional Eleitoral do Acre (TRE-AC), desembargadora Denise Bonfim, determinou o afastamento imediato do deputado federal Manoel Marcos e da deputada estadual Juliana Rodrigues.

Ambos do Republicanos, condenados por crimes eleitorais após a Operação Santinhos.

Na semana retrasada, o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) confirmou a condenação dos acusados, que já haviam sido julgados pelo TRE no ano passado. Eles tiveram os votos anulados pela justiça.

Comentários

Em alta