fbpx
Conecte-se conosco

Acre

Projeto Apadrinhamento: vice-prefeita de Rio Branco abraça iniciativa e acolhe jovem

Publicado

em

O projeto Apadrinhamento faz a aproximação entre quem quer ajudar e quem precisa ser ajudado, proporcionando relação direta entre o padrinho e a criança/adolescente para a construção desses laços afetivos, além de apoio material, profissional e financeiro

Nesse especial sobre a proteção à Infância e Juventude, vamos apresentar a história da vice-prefeita de Rio Branco que se tornou madrinha de uma adolescente da Casa de Acolhimento Doutora Maria Tapajós. A solidariedade transformou a vida da jovem, que há anos morava no abrigo e agora, quando completou a maioridade, foi morar com Marfisa Galvão.

Marfisa foi eleita vice-prefeita de Rio Branco para o mandato 2021-2024. O novo desafio político foi conjugado com a gestão da secretaria de Assistência Social e Direitos Humanos, (SEASDH), que alinhou as aptidões pessoais com a missão promover uma política pública voltada aos mais vulneráveis.

Quem nunca foi à uma casa de acolhimento ou ao Educandário Santa Margarida talvez desconheça a atmosfera do local. Ali estão crianças e adolescentes que foram afastadas judicialmente do convívio familiar por diversos motivos, mas, apesar das causas problemáticas, todas sentem saudade da família, deste modo são cuidadas da melhor forma possível, visando justamente minimizar os prejuízos e danos psicológicos decorrentes dos traumas que estão enfrentando.

Em Rio Branco, o abrigo Sol Nascente é destinado a acolher apenas adolescentes do sexo masculino e o Maria Tapajós, do sexo feminino. Então, foi ali que a vice-prefeita conheceu Juliana. “Eu sempre a via, ela era muito carinhosa tanto comigo como com as cuidadoras. Então, quando eu chegava ela me abraçava, queria ficar o tempo todo abraçada comigo e aí a gente ia para o quarto delas e conversava muito. As outras meninas também eram receptivas, mas a Juliana era diferente”, compartilha.

Nessas idas ao local, naturalmente, o olhar da gestora notou as diferenças em seu comportamento: “quando eu não a via muito feliz, ela estava muito triste. Ficava sentadinha, isolada, muito pensativa e aquilo foi chamando minha atenção. Então, conheci sua história. Ela já estava no acolhimento há muitos anos. Estava antes no Educandário Santa Margarida e durante todo esse tempo, por anos, sem um lar”.

No segundo semestre de 2022, a jovem completaria 18 anos de idade. Marfisa relata que havia uma aflição instalada sobre a condição da Juliana, pois seria desligada da instituição – “ela ia alcançar e maioridade não havia um destino para ela”. A indefinição, a insegurança e o medo atormentava o presente.

“Eu sabendo que era uma pessoa que tinha um coração muito bom, uma mente ainda de criança, passei a pensar na possibilidade de cuidar dela”, disse. Foi assim que a secretária conheceu o programa de Apadrinhamento do Tribunal de Justiça do Acre, desenvolvido pela Coordenadoria da Infância e Juventude, por meio dele qualquer pessoa pode se tornar uma madrinha ou padrinho de uma criança ou adolescente. Há inclusive vários tipos de apadrinhamento, podendo ser afetivo, provedor, provedor de serviços voluntário e provedor empresarial.

Depois de ser orientada sobre os trâmites, Marfisa se inscreveu como madrinha afetiva na 2ª Vara da Infância e Juventude, ou seja, apresentou sua documentação, comprovante de residência e atestado de sanidade mental e física. Posteriormente, uma assistente social visitou sua casa e assim o juiz autorizou que ela recebesse visitas regulares da Juliana, proporcionando experiências afetivas.

No entanto, esses caminhos acabaram por se cruzar de forma definitiva. Quando Juliana completou 18 anos, foi morar com Marfisa. “Ela veio pra minha companhia e tá aqui morando comigo. Isso transformou minha vida, porque a Juliana é uma menina muito alegre, muito espontânea. Quando ela acorda, ela canta, fala sempre coisas de Deus, são sempre palavras de uma pessoa iluminada. Tem muitas coisas que ela não está perto, não está vendo, mas solta do nada, como se tivesse vendo tudo”, descreve a sintonia do relacionameno que construíram.

A vice-prefeita é mãe de três, duas filhas ainda moram com ela. “Elas também se aproximaram, gostam muito dela e todos vivemos em harmonia. Juliana trata meu marido como pai. Tudo isso tem sido um grande presente de Deus, só tenho a agradecer, porque nossa vida tem sido bem melhor com a companhia dela”.

Se você também tem vontade de ser um padrinho ou madrinha de uma criança ou adolescente, entre em contato com a 2ª Vara da Infância e Juventude, por meio do telefone: (68) 99234-6275 ou presencialmente no Fórum dos Juizados Especiais na Cidade da Justiça de Rio Branco.

No entanto, esses caminhos acabaram por se cruzar de forma definitiva. Quando Juliana completou 18 anos, foi morar com Marfisa. “Ela veio pra minha companhia e tá aqui morando comigo. Isso transformou minha vida, porque a Juliana é uma menina muito alegre, muito espontânea. Quando ela acorda, ela canta, fala sempre coisas de Deus, são sempre palavras de uma pessoa iluminada. Tem muitas coisas que ela não está perto, não está vendo, mas solta do nada, como se tivesse vendo tudo”, descreve a sintonia do relacionamento que construíram.

A vice-prefeita é mãe de três, duas filhas ainda moram com ela. “Elas também se aproximaram, gostam muito dela e todos vivemos em harmonia. Juliana trata meu marido como pai. Tudo isso tem sido um grande presente de Deus, só tenho a agradecer, porque nossa vida tem sido bem melhor com a companhia dela”.

Se você também tem vontade de ser um padrinho ou madrinha de uma criança ou adolescente, entre em contato com a 2ª Vara da Infância e Juventude, por meio do telefone: (68) 99234-6275 ou presencialmente no Fórum dos Juizados Especiais na Cidade da Justiça de Rio Branco.

Comentários

Continue lendo

Acre

Prefeitura de Epitaciolândia promove Saúde na Comunidade em edição especial pelos 32 Anos do Município

Publicado

em

No sábado, dia 20, a cidade de Epitaciolândia promoveu mais uma iniciativa crucial em prol do bem-estar de sua população: a 87ª edição do Programa Saúde na Comunidade.

Promovido pela Secretaria de Saúde do município, o evento se destacou como parte das celebrações pelo aniversário de 32 anos da cidade, levando atendimento e cuidados de saúde à comunidade.

A comunidade Mato Grosso foi o ponto de encontro para essa ação de grande alcance social, que ofereceu uma ampla gama de serviços para os moradores locais. Desde consultas médicas e exames preventivos até orientações sobre saúde e bem-estar, a iniciativa visou garantir o acesso universal e igualitário à saúde para todos.

O prefeito Sérgio Lopes, juntamente com a Secretária de Saúde, Jessica Morais, esteve presente durante toda a ação, demonstrando seu compromisso pessoal com a saúde e o bem-estar da comunidade. Dialogando de perto com os moradores e profissionais de saúde, a liderança municipal reafirmou seu apoio e dedicação à promoção de uma vida saudável para todos os cidadãos de Epitaciolândia.

Com eventos como o Programa Saúde na Comunidade, a Prefeitura de Epitaciolândia reforça seu compromisso em proporcionar serviços de saúde de qualidade e acessíveis, contribuindo para o desenvolvimento e o bem-estar de sua população.

Comentários

Continue lendo

Acre

Forró da Melhor Idade encanta tardes no Centro de Convivência do Idoso em Brasiléia

Publicado

em

Nesta última sexta-feira, dia 19, o Centro de Convivência do Idoso se transformou em um verdadeiro arrasta-pé! Ao som contagiante do forró e das clássicas músicas juninas, a tarde foi marcada por muita alegria e diversão para a melhor idade.

Sob a coordenação da dedicada Silva Lima e sua equipe, os idosos presentes não apenas dançaram ao ritmo animado, como também celebraram a vida e a vitalidade. O evento, repleto de música e sorrisos, proporcionou momentos inesquecíveis de integração e felicidade para todos os participantes.

Com uma atmosfera festiva e acolhedora, o Forró da Melhor Idade se consolidou como uma tradição no calendário do Centro de Convivência, promovendo o bem-estar e a socialização dos idosos da comunidade.

E que venham mais tardes repletas de dança, música e momentos memoráveis para essa animada turma da melhor idade.

Comentários

Continue lendo

Acre

Prefeitura de Rio Branco promove torneio de Futsal para jovens no Centro da Juventude

Publicado

em

A Prefeitura de Rio Branco, por meio da Secretaria de Assistência Social e Direitos Humanos (SASDH), organizou um animado torneio de futsal na quadra do Centro da Juventude, localizado no bairro Cidade Nova. A abertura ocorreu, neste sábado (20), e contou com a participação de 10 times, sendo dois femininos. A competição atraiu jovens com idades entre 10 e 17 anos.

A gestão municipal tem investido forte em atividades esportivas alcançando todas as comunidades. Além do futsal outras modalidades serão ofertadas como informa a diretora de Direitos Humanos da SASDH, Rila Freze.

“A gente vai estar agora iniciando aula de dança, para que a comunidade tenha atividades aqui”

A diretora ainda ressaltou que as ações esportivas serão levadas para outras áreas da cidade, visando atender diversas comunidades. A iniciativa, segundo ela, é um teste para qualificar ainda mais as atividades oferecidas, contando com o apoio de estagiários de educação física e da prefeitura.

“A gente vai levar essas atividades de torneio para as outras regionais. Então a gente está se organizando, para que a gente possa estar atendendo as demais comunidades.”

O prefeito de Rio Branco ressaltou o apoio contínuo da gestão municipal ao torneio da juventude. Ele destacou também a relevância do evento para os jovens do município que recentemente enfrentaram uma alagação que afetou muitas famílias da região e o torneio surge como uma forma de reafirmar o compromisso da prefeitura com a comunidade. Por fim, o gestor disse que o esporte é uma ferramenta poderosa que dignifica as pessoas.

“É muito importante 10 times de jovens, crianças aqui correndo atrás da bola, gastando suas energias e mostrando para o mundo que o esporte dignifica as pessoas. O esporte faz com que as pessoas se tornem mais disciplinadas e a disciplina é muito importante na nossa vida. Então eu estou feliz de poder vir aqui e participar da abertura.”

Comentários

Continue lendo