Conecte-se conosco





Cotidiano

Fusão de PSL, DEM e PP poderá colocar Gladson e Rocha no mesmo partido

A nova sigla terá um comando dividido entre os três partidos atuais. No Acre, além de Gladson Cameli e Major Rocha, os partidos abrigam políticos de destaque como é o caso de Alan Rick, deputado federal eleito pelo DEM.

Publicado

em

As negociações para a fusão de PSL, DEM e PP foram abertas. A informação foi divulgada neste domingo (25) pelo portal Direto do Planalto. Caso seja confirmada a junção dos três partidos em nível nacional poderá colocar o governador Gladson Cameli (PP) e seu vice Rocha (PSL), desafeto declarados, num mesmo partido.

Segundo informações do portal comandado pelo jornalista Mariano Maciel, PSL, DEM e PP, do chamado Centrão, negociam se fundir. O novo partido seria o maior do Congresso, com 121 deputados e 15 senadores. A legenda poderá abrigar ainda o presidente da República, Jair Bolsonaro, que se declarou integra o Centrão.

A negociação está em seus últimos estágios, e o novo partido deve ser anunciado em breve. A nova sigla terá um comando dividido entre os três partidos atuais. No Acre, além de Gladson Cameli e Major Rocha, os partidos abrigam políticos de destaque como é o caso de Alan Rick, deputado federal eleito pelo DEM.

A presidência ficará com Luciano Bivar, atualmente no comando do PSL, legenda que Rocha escolheu ao deixar o PSDB. A vice-presidência com ACM Neto, atual presidente do DEM, sigla de Alan Rick. Já o PP de Cameli ficará com a 1ª secretaria – geral, representado por Ciro Nogueira, que é o atual presidente do partido.

Comentários

Em alta