Realizado pela Alfândega da Receita Federal em Belém/PA, em parceria com diversas unidades da 2ª Região Fiscal, o leilão está recebendo propostas até o dia 13 de janeiro de 2020. 

A Comissão Regional de Licitação da 2ª Região Fiscal realizará no próximo dia 14 de janeiro pregão eletrônico que disponibilizará, para pessoas físicas e jurídicas, 154 lotes de mercadorias apreendidas pelo órgão. Entre os produtos leiloados estão veículos, aparelhos celulares, notebooks, utensílios domésticos, máquinas fotográficas e vestuários são destaques do leilão eletrônico.

A lista completa das mercadorias e o Edital do Leilão encontram-se disponíveis para consulta no site da Receita Federal, www.receita.economia.gov.br, no link “Leilão” da página principal. Como se trata de um leilão conjunto, deverá ser acessado o LEILÃO 0217800/000004/2019 – BELÉM, em “Leilão Eletrônico” -> “Consulte os leilões” -> “Abertos para proposta”.

O site da Receita também oferece o “Manual do Licitante”, com todas as orientações para os interessados participarem dos leilões disponíveis.

Com a realização do leilão na forma eletrônica, a localização geográfica do interessado deixa de ser uma barreira, pois a apresentação das propostas podem ser feitas de qualquer lugar do país. Podem participar do leilão eletrônico apenas as pessoas físicas ou jurídicas que utilizem a tecnologia de Certificação Digital.

A participação das pessoas físicas é restrita a lotes específicos do leilão, conforme estabelecido no edital. Os bens arrematados por pessoas físicas somente poderão ser destinados a seu uso ou consumo, sendo vedada a comercialização.

As mercadorias estão distribuídas em diversas unidades da Receita Federal que contribuíram para a realização do leilão: Delegacia da Receita Federal em Porto Velho/RO; Delegacia da Receita Federal em Rio Branco/AC(municípios de Rio Branco e Epitaciolândia; Delegacia da Receita Federal em Boa Vista/RR (municípios de Boa Vista e Pacaraima); Delegacia da Receita Federal em Macapá/AP (municípios de Macapá e Oiapoque); Alfândega da Receita Federal no Porto de Manaus/AM; Alfândega da Receita Federal em Belém/PA (municípios de Belém e Barcarena); e Delegacia da Receita Federal em Santarém/PA (municípios de Santarém e Óbidos).

Comentários