Por Aline Nascimento

Após a aprovação do ensino remoto durante a pandemia, a Universidade Federal do Acre (Ufac) divulgou um edital para contemplar alunos em situação de vulnerabilidade social de Rio Branco e Cruzeiro do Sul, no interior. As aulas do período letivo especial devem retornar no dia 26 de outubro, mas professores e alunos precisam ainda manifestar interesse para a retomada das atividades.

As aulas presenciais na Ufac estão suspensas desde o dia 17 de março, quando o governo anunciou os primeiros três casos de Covid-19 no estado e suspendeu as aulas nas redes pública e privada.

Para ajudar os alunos que decidirem voltar a estudar em casa, a universidade lançou um edital para garantir internet e um equipamento para os estudos. Os estudantes selecionados vão ter direito a R$ 100 para o pagamento de internet e R$ 1,3 mil que podem ser usados para comprar notebook, computador ou outro equipamento para estudo.

_________________

As inscrições podem ser feitas até o dia 6 de setembro no site da Ufac.

_________________

A Ufac afirmou que os alunos em situação de vulnerabilidade social são mais de 70%. A universidade vai oferecer 1,8 mil bolsas de inclusão digital para Rio Branco e 500 para o campus de Cruzeiro do Sul.

Já os auxílios para conectividade somam 6.257 mil bolsas. Os alunos contemplados vão ganhar R$ 100 no mês de outubro para começar as atividades em EAD. São 4.984 auxílios para a capital acreana e 1.273 para o interior.

“Com esse valor de R$ 1 ,3 mil vamos atender cerca de 2,3 mil alunos em situação de vulnerabilidade e com o auxílio conectividade vamos atender todos os alunos em situação de 6,2 mil alunos em situação de vulnerabilidade social. Temos um auxílio do MEC e a Rede Nacional de Pesquisa sobra um quantitativo para auxílio de inclusão digital e equipamentos e podemos atender mais estudantes”, reforçou a reitora da Ufac, Guida Aquino.

Retorno das aulas

O Conselho Universitário aprovou, no último dia 26, a retomada das atividades acadêmicas à distância durante a pandemia do novo coronavírus. O ensino remoto emergencial foi aprovado por 67 votos a favor, 26 contra e quatro abstenções.

_________________

Na quinta (27) e sexta sexta (28), os representantes voltaram a se reunir para debater as medidas e o calendário, que ainda está sendo definido.

_________________

O calendário do período letivo especial se encerra no dia 28 de janeiro de 2021.

“O Conselho Universitário aprovou o ensino remoto emergencial em caráter especial que vamos iniciar no dia 26 de outubro. Esse ensino remoto é facultativo tanto para o professor como para o aluno. Vamos ter um prazo para que os colegiados de curso façam o elenco de disciplinas e os docentes vão decidir se ofertam ou não. Ao ofertar, vamos ter o período de matrícula em setembro para que o aluno possa se matricular e cursar as disciplinas ofertas no ensino remoto”, concluiu a reitora.

Comentários