Medida compõe pacote de ações da cúpula da segurança pública do governo do Acre para reduzir violência

Informações repassadas nesta semana dão conta que alguns presos considerados de altíssima periculosidade pertencentes a facções criminosas do Acre poderão ser transferidos para presídios de segurança máxima de outros Estados.

Segundo interlocutores do Palácio Rio Branco, a medida faz parte de um pacote de ações da cúpula da segurança pública do atual governo. O principal objetivo da transferência desses indivíduos é que a onda de violência que assola e dificulta as ações de combate à criminalidade no Acre amenize.

Os presos que poderão ser transferidos dos complexos penitenciários locais são apontados como principais coautores de crimes, como por exemplo ordenamento de execuções de membros rivais, tráfico de drogas e de influência no mundo do crime.

Procurado pela reportagem, o secretário de Segurança Pública, Coronel Paulo César, não quis se pronunciar sobre as informações obtidas junto a fontes do Palácio Rio Branco.

Comentários