Os três homens foram encaminhados para a Delegacia de Polícia Civil de Tarauacá, para a realização dos devidos procedimentos

Ao ser perguntado sobre quem seria o proprietário da arma, o jovem assumiu que era de sua prioridade, e diante dos fatos foi dada voz de prisão ao rapaz.
ITHAMAR SOUZA

Antônio Amadrilio da Silva Oliveira, 28 anos, Diemerson da Silva Oliveira, 20 anos, vulgo Tiba, João Carneiro Viana, 42 anos, foram presos por porte ilegal de arma de fogo, na Vila São Vicente, na BR-364, no município de Tarauacá, interior do Acre.

Policiais militares e penais se dirigiram para a vila após receberem uma denúncia anônima que naquela localidade, informando que haveria foragidos dos presídios Moacir Prado e Francisco de Oliveira Conde.

Ao se aproximarem da comunidade Maracanã, fizeram na primeira abordagem em Diemerson da Silva, que caminhava pelo local com uma espingarda calibre 36 dentro de saco de fibra. Ao ser perguntado sobre quem seria o proprietário da arma, o jovem assumiu que era de sua prioridade, e diante dos fatos foi dada voz de prisão ao rapaz.

Continuando pela BR-364, próximo à ponte do Rio Gregório, João Carneiro Viana foi abordado transportando uma espingarda calibre 32. Perguntado de quem era a arma, o mesmo alegou que pegou emprestado de um amigo, e acabou recebendo voz de prisão.

No mesmo local, ao perceber a chegada das guarnições, Antônio Amadrilio da Silva Oliveira, correu e tentou esconder algum objeto. Os policiais viram a movimentação estranha e encontraram, no local, uma bolsa vermelha e dentro tinha uma pistola calibre 575 com carregador e uma munição intacta. O suspeito também assumiu a propriedade das armas.

Diante dos fatos, os três homens foram encaminhados para a Delegacia de Polícia Civil de Tarauacá, para a realização dos devidos procedimentos.

Comentários