Luciano Tavares

As controversas alianças partidárias no Acre têm deixado muita gente confusa e insatisfeita.

Em Mâncio Lima, o PSD do senador Sérgio Petecão se uniu ao PT e ao PCdoB e vai apoiar a reeleição do prefeito petista Isaac Lima.

Josemir Melo Rodrigues, agente da Polícia Civil, que conhece as movimentações políticas em Mâncio Lima como ninguém, questionou em um relato no Facebook a adesão de Petecão à pré-candidatura petista e viu o ato como decepcionante.

“Quem diria que o Senador Sérgio Petecão, voz tão ativa contra o petismo, se sentaria ao lado de Jorge Viana, Perpétua Almeida, Edvaldo Magalhães e outras lideranças dos partidos da Frente Popular do Acre? O fato ocorreu ontem à noite na pacata cidade de Mâncio Lima, no lançamento da pré-candidatura do atual prefeito Isaac Lima (PT). Assim como eu, milhares de pessoas também se surpreenderam com a atitude do senador. É um tapa na cara dos acreanos, que foram às urnas tirar o PT do poder”.

Josemir relatou mais, “Será que o senador não percebe que a platéia para qual ele discursa não votou nele? Será que o Petecão tá ajudando o PT a ressurgir das cinzas? Será que o Petecão não percebe que em todos os municípios do Acre ninguém quer mais o PT no poder? Até os assessores dele votaram no PT. Este é mais um político do qual me arrependo em ter depositado meu voto. Não entendo como um político tão vivido se deixa levar pela conversa rasa de seus assessores e se junta a um time que está perdendo de 7×1.”

________________

O senador Sérgio Petecão está no interior do Acre fechando alianças de seu partido com diferentes siglas para as disputas nos municípios.

________________

A reportagem, Petecão disse que não vê qualquer problema na adesão ao nome petista da cidade de Mâncio Lima e lembrou que o PSD se uniu a pré-candidatos do PT também em Manuel Urbano e Jordão. O senador relativizou alianças com siglas que até 2018 eram consideradas inimigas dele e do grupo que hoje governa o Acre.

“Agora não tem mais isso não. Essa coisa de não se unir com esse ou aquele é política atrasada. É besteira. O governador não está apoiando em Rio Branco a candidata do PSB à prefeitura? Acabou isso. O Rocha não levou o Minoru que era do PT para o PSDB? Aí eu vou viver me lascando atrás da unidade com os partidos que nos elegeram e outros fazendo aliança com todo mundo? Bagunçou tudo.”

O senador acrescentou: “Onde há um picareta do PT eu não vou apoiar, mas se for competente não vejo problema. E o Isaac está fazendo uma boa gestão”.

Comentários