A Junta Comercial tem um trabalho de muita responsabilidade. Não podemos deixar nada em aberto, então, vamos aumentar a fiscalização interna

BRUNA LOPES - A Gazeta do Acre

O empresário Jurilande Aragão é o novo presidente da Junta Comercial do Acre (Juceac). Ele foi nomeado nesta terça-feira, 3, pelo governador Gladson Cameli, no Diário Oficial do Estado.

Aragão ficará no lugar do empresário Carlos Afonso Cypriano, que estava à frente da autarquia desde setembro de 2016.

Em entrevista, o novo presidente falou sobre os principais projetos para os próximos três anos de gestão, entre eles a desburocratização de processos e o aumento da fiscalização interna.

A ideia de Aragão é colocar em prática a Medida Provisória do Governo Federal que prevê a simplificação e desburocratização do registro de empresas. Até o final de sua gestão, o presidente pretende, por exemplo, diminuir o tempo de espera para abertura de uma empresa de três dias para três horas.

“Não vamos diminuir isso amanhã cedo.  Vamos trabalhar para diminuir para dois dias, depois um dia, depois para três horas. Vamos trabalhar até chegar lá. Todos os nossos funcionários e colaboradores estão empenhados nesse projeto. Nosso objetivo é esse e nós vamos conseguir”.

Além disso, a fiscalização interna da autarquia será intensificada daqui para frente. “Nosso objetivo é diminuir, e diminuir com segurança. A Junta Comercial tem um trabalho de muita responsabilidade. Não podemos deixar nada em aberto. Não podemos deixar ninguém fazer qualquer coisa irregular, então, vamos aumentar a fiscalização interna.”

Por fim, Aragão destaca que, com a ajuda dos parceiros, como o Sebrae-AC, outras mudanças devem acontecer nos próximos meses.

“Todo esse processo de Junta Comercial altera muita coisa, então, muita coisa vai mudar. Queremos aprimorar as coisas, mas isso não é um plano nosso. É um plano do Governo Federal, Estadual e, por sua vez, um plano da Junta Comercial. Vamos alterar tudo para agilizar os serviços”.

Comentários