O rendimento domiciliar per capita é a divisão dos rendimentos domiciliares, em termos nominais, pelo total dos moradores.

Por Edmilson Ferreira

O IBGE divulgou nesta sexta-feira (28) os valores dos rendimentos domiciliares per capita referentes a 2019, para o Brasil e os Estados, calculados com base nas informações da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (PNAD Contínua) e enviados ao Tribunal de Contas da União (TCU).

O rendimento domiciliar per capita do Acre é de R$ 889,95 segundo as contas do IBGE.

Esse valor é um dos menores do País, ganhando do Maranhão, Piauí, Pará, Amapá e Amazonas.

Esta divulgação atende à Lei Complementar 143/2013, que estabelece os novos critérios de rateio do Fundo de Participação dos Estados e do Distrito Federal (FPE).

Os rendimentos domiciliares são obtidos pela soma dos rendimentos do trabalho e de outras fontes recebidos por cada morador no mês de referência da pesquisa.

O rendimento domiciliar per capita é a divisão dos rendimentos domiciliares, em termos nominais, pelo total dos moradores.

Esses rendimentos são calculados para cada unidade da Federação e para o Brasil, considerando sempre os valores expandidos pelo peso anual da pesquisa.

 

Comentários