Momento da detenção do menor que se deslocava com a droga para a fronteira é detido.

O policial civil lotado no município de Xapuri, distante cerca de 188km da capital acreana, que estava em seu dia de folga, não deixou de exercer seu trabalho e impediu que 2kg de maconha chegasse na cidade de Epitaciolândia, distante 75km, localizada na fronteira com a Bolívia.

Segundo foi apurado, o investigador Eurico Feitosa, estaria resolvendo assuntos pessoais pelas ruas da cidade Xapuri, quando desconfiou de atitudes suspeitas por parte de um jovem em um taxi lotação que estaria saindo da cidade rumo a Epitaciolândia.

Chegada do menor com a droga na delegacia de Xapuri.

Foi quando alertou e pediu apoio de outros investigadores e conseguiram abordar o veículo e realizar uma revista junto aos passageiros. Um menor de 14 anos que chamou atenção, demonstrou nervosismo em excesso e quando revistaram sua bagagem, descobriram que o mesmo estava com dois ‘tijolos’ de maconha prensada e que seria entregue a um desconhecido quando chegasse.

Dois quilos de maconha que seria entregue na cidade de Epitaciolândia.

O menor foi conduzido para a delegacia pelo investigador e disse quem havia dado a droga para ser entregue em Epitaciolândia. Dando continuidade aos trabalhos, os investigadores Eurico Feitosa, Márcio André e Jorge Luiz, detiveram as pessoas envolvidas.

Os maiores Pedro Alves da Silva Neto e Carlos Rangel Andrade da Silva, ambos moradores da cidade de Xapuri com passagem pela polícia, foram detidos em flagrante delito e conduzidos para a delegacia da cidade.

Todos os procedimentos foram feitos pelo delegado titular do município Alex Danyy, que após serem ouvidos e flagranteados, seriam encaminhados para o Judiciário ficando a disposição da justiça.

Pris!ao dos acusados de terem entregue a droga para o menor que entregaria na cidade de Eptiaciolândia.

Comentários