Morte aconteceu neste sábado/Fotos: cedidas ao Ecos da Notícia

O ex-presidiário identificado pelo prenome de Éverton, e que era conhecido no meio criminoso pelo apelido de “Cãozinho do CV”, foi morto numa troca de tiros com policiais militares na noite de sábado (2) no bairro da Cohab, em Cruzeiro do Sul, interior do Acre.

Ao sitio Ecos da Notícia, a PM informou que além de ter passagens pelo sistema prisional por tráfico de drogas e assalto, ele era considerado de alta periculosidade por ser líder da facção Comando Vermelho. Éverton estava armado e teria atirado contra a polícia.

O revólver que teria sido usado pelo homem para atirar contra a guarnição foi encontrado ao lado de seu corpo. Mensagens que circulam na internet atentam os moradores para possíveis represálias do grupo criminoso ao qual “Cãozinho” integrava.

“Novamente o clima de guerra a partir das 10 horas da noite. Mataram o cãozinho, chefe do Comando Vermelho da Cohab. Portanto, que Deus abençoe a todos. Evitem sair de casa”, diz uma das mensagens divulgadas em grupos de WhatsApp.

Policiais realizam operação em Cruzeiro/Foto: Assessoria

Polícia nas ruas

Segundo informação repassada pela assessoria de comunicação do Sistema Integrado de Segurança Pública (Sisp), equipes da Polícia Civil, Polícia Militar, do Batalhão de Policiamento Ambiental (BPA) e da Companhia Raio fazem uma operação em Cruzeiro do Sul.

Ainda segundo a assessoria, o trabalho das forças de segurança está atuando nesses dias na região fazendo investigações, rondas pelos bairros mais vulneráveis, blitz e prisões. O objetivo é não dar trégua a criminalidade e passar uma sensação de segurança aos moradores.

Comentários