O Governo do Acre mudou a denominação das profissionais que trabalham com a merenda escolar na rede pública de ensino. São agora educadoras alimentares.

“As mais de 400 merendeiras das escolas públicas estaduais do Acre agora são reconhecidas como educadoras alimentares”, diz o Governo do Estado em publicidade oficial sobre curso de capacitação para aprimorar o conhecimento que já possuem, “com o objetivo de levar aos estudantes uma comida ainda mais gostosa”.

O Governo promete investir cerca de R$ 100 milhões na alimentação escolar este ano. Parte dos investimentos custearão o aumento do número de refeições. Este ano serão servidas duas rodadas de merenda por turno.

Comentários