Governador Gladson Cameli informou que não vai chegar ao PSDB para desfazer nada, ao contrário, ele fala em “diálogo e construção”

Luciano Tavares

O presidente nacional do PSDB, deputado federal Bruno Araujo (PE), confirmou na tarde desta quinta-feira (30) que o governador Gladson Cameli aceitou o convite para se filiar ao partido no Acre.

Ele comunicou a filiação à deputada Mara Rocha.

Cameli deve ingressar no ninho tucano durante uma grande festa no Acre com as presenças dos governadores Reinaldo Azambuja, do Mato Grosso Sul; João Dória, de São Paulo; e Eduardo Leite, do Rio Grande do Sul.

Durante a reunião com Dória nesta quinta-feira, Cameli recebeu ligações de boas-vindas dos três governadores.

“Há mais de um ano a gente já vinha conversando com o governador Gladson Cameli.

É um governador jovem e tem muito a contribuir. Será muito bem-vindo. É uma aposta nossa.”

Sobre a candidatura do PSDB à prefeitura de Rio Branco, Bruno Araújo afirmou que a condução e construção será do governador acreano a partir de agora.

“Isso está sendo construído aí com o pessoal. Não sei muito como está, mas a partir de agora vai ser conduzido pelo governador Gladson Cameli”, disse.

Ao Notícias da Hora, o governador Gladson Cameli informou que não vai chegar ao PSDB para desfazer nada, ao contrário, ele fala em “diálogo e construção”.

O presidente nacional do PSDB, deputado Bruno Araújo, afirmou ainda que o ato de filiação deverá ocorrer no Acre nos próximos dias com a presença de todos os governadores tucanos e ressaltou a importância de Cameli no novo projeto. “O Gladson só engrandece o nosso partido e a prova disso é que ele chega para ser protagonista das decisões. Ele vem para somar. Acredito que teremos bons frutos dessa reunião”, disse, afirmando que a maior liderança do PSDB no Acre, a deputada federal Mara Rocha, já foi comunicada da decisão.

Sobre as articulações que foram feitas em torno do nome do ex-reitor da Ufac, Minoru Kinpara, que lidera as pesquisas de intenção de votos, Bruno Araújo afirmou que o governador deverá debater sobre o assunto com lideranças locais.

“O governador vai conversar com os dirigentes locais e deverá liderar o processo”, disse o dirigente tucano.

Comentários