Quem foi cargo comissionado na gestão do ex-governador Sebastião Viana e não recebeu as verbas rescisórias até chegou a se animar nos meses de outubro e novembro do ano passado, quando o governo Gladson Cameli começou a pagar alguns ex-funcionários do estado. Ocorre que após alguns pagamentos em 2019, a torneira foi fechada e mais nenhuma verba rescisória foi paga.

No total, segundo o próprio governo Gladson, foram cerca de 2.200 servidores que ficaram sem receber suas indenizações. Desse montante, apesar da gestão não informar números precisos, estima-se que tenham sido pagas verbas para pouco mais de 500 ex-comissionados.

Muitos destes possuem dívidas e esperam receber o dinheiro para conseguir pagar as contas. Quem está esperando por essa grana é bom exercitar a paciência. Segundo o governo, não há previsão alguma para que as verbas voltem a ser pagas.

“Ainda não há uma previsão. A secretaria de Planejamento e Gestão passa por uma transição e só após esse processo o governo informará uma data”, diz Mirla Miranda, porta-voz do atual governo.

Comentários