Justiça de Epitaciolândia condenou homem a três meses de prisão em regime inicial aberto — Foto: Reprodução/Google Street View

Um homem foi condenado a três meses de prisão em regime inicial aberto por bater, enforcar e ameaçar a mulher com uma faca. O crime ocorreu em julho de 2019 na cidade de Epitaciolândia, interior do Acre.

A sentença foi publicada no Tribunal de Justiça do Acre (TJ-AC), na sexta-feira (13), e cabe recurso. O G1 não conseguiu contato com o advogado do acusado citado no processo.

A Justiça não relata se o casal continua junto.

Violência doméstica

No processo, a Justiça destaca que as agressões começaram durante uma discussão do casal. Segundo a sentença, o acusado estava alcoolizado no momento do crime.

A discussão começou quando a mulher o acusou de traição. O homem, então, passou a bater na companheira puxando o cabelo dela e a estrangulando. A mulher ainda foi ferida com socos nos seios.

A decisão destaca também que o acusado colocou uma faca no pescoço da vítima deixando alguns arranhões.

Apavorada, a mulher correu para casa de vizinhos para se esconder. Ela foi seguida pelo agressor, que continuou batendo nela até a intervenção dos moradores.

A polícia foi acionada e o acusado preso em flagrante. As agressões foram confirmadas pelo exame de corpo de delito que a vítima fez.

Réu confesso, o acusado tentou justificar as agressões afirmando que queria que a mulher o respeitasse. Ainda no julgamento, o homem alegou que estava arrependido e culpou a bebida pelos atos.

Ele deve pagar ainda o valor de mais de R$ 1 mil para a vítima.

Comentários