Após horas da ameaça de invasão no Peru por parte do imigrantes que estão a cerca de uma não sem poder passar para o lado peruano, o clima está mais calmo enquanto as autoridades do país vizinho tomam alguma decisão.

Já do lado brasileiro, por parte da prefeitura que vem ajudando com alimentos e abrigo, disponibilizou um pouco de ajudar para os que estão encima da ponte. Centenas de famílias com crianças e até cadeirantes estão esperando por uma definição.

O prefeito Jerry Correia disponibilizou funcionários para que ajudem o quanto estiver ao alcance do município. Outro problema que está se agravando no local, seria pelo fato de não existir banheiros e para para higiene pessoal.

A Ponte da Amizade praticamente se transformou em um ‘campo de refugiados’. As forças de segurança do Peru foram reforçadas para impedir a passagem.

Mais informações a qualquer momento.

Comentários