Conecte-se conosco





Flash

Policial que deu tiro acidental nas partes íntimas passa por cirurgia e aguarda transferência

Publicado

em

Segundo a direção do hospital, ele fez uma cirurgia para reparação das lesões internadas, mas como está apresentando sangramento uretral, precisa ser acompanhado por um urologista.

Policial que deu tiro acidental nas partes íntimas ao manusear arma passa por cirurgia no pronto-socorro de Rio Branco — Foto: Reprodução/Rede Amazônica Acre

Por Iryá Rodrigues

O policial militar de 50 nos que deu um tiro nas próprias partes íntimas acidentalmente com uma arma de fogo, o mesmo passou por um procedimento cirúrgico no pronto-socorro de Rio Branco e está estável.

________________

O acidente aconteceu na terça-feira (20) no batalhão da Polícia Militar do Acre da cidade de Assis Brasil, no interior do estado.

________________

O militar foi transferido para o pronto-socorro da capital em um avião do Centro Integrado de Operações Aéreas (Ciopaer).

Segundo a direção do hospital, ele fez uma cirurgia para reparação das lesões internadas, mas como está apresentando sangramento uretral, precisa ser acompanhado por um urologista.

“Ele está internado no 4º andar do PS, sofreu intervenção cirúrgica, está apresentando sangramento e estamos tentando a transferência dele para a Fundação Hospitalar para ser acompanhado pelo urologista. Mas, está estável”, disse o diretor do PS, Areski Peniche.

Militar foi levado para pronto-socorro de Rio Branco em avião do Centro Integrado de Operações Aéreas — Foto: Arquivo/Agência do governo

A comandante da PM-AC do 10° Batalhão, major Ana Cássia, disse que, após o acidente, o policial foi levado por uma viatura inicialmente para o hospital de Assis Brasil.

“Ele estava no batalhão, foi manusear a arma e efetuou um disparo acidental que atingiu a região pélvica. Mas, ele está estável, passa bem, está sendo encaminhado para Rio Branco porque precisa de atendimento de um especialista”, contou a comandante no dia do acidente.

Comentários

Em alta