Polícia Civil detém grupo com arma e dinamite e que praticou tentativas de homicídio

Grupo tentou matar rivais de facção nas cidade de Brasiléia e Epitaciolândia e iriam usar a dinamite para explodir caixas eletrônicos e casa de rivais.

Grupo detido seria apresentado às autoridades do judiciário.

Uma grande operação realizada durante o dia desta quinta-feira, dia 3, por agentes da Polícia Civil de Brasiléia, conseguiram deter um grupo ligado a uma facção criminosa, que vem recrutando menores para o mundo do crime, praticando diversos crimes, incluindo homicídios, porte de armas e envolvimentos com drogas.

Cerca de quatro jovens e um maior de idade, vinham praticando em menos de duas semanas várias tentativas de homicídios e em uma delas, chegou a ferir um rival na perna semana passada.

Arma usada para tentar matar rivais de grupo criminoso.

O trabalhos da Polícia Civil de Brasiléia, sob o comando da delegada Carla Ivane, resultou na apreensão dos envolvidos e também, um revolver calibre 38 junto com capsulas deflagradas e uma ‘banana’ de dinamite.

Foram três tentativas de homicídio em poucos dias, sendo duas na quarta-feira e um nesta quinta-feira, na casa de uma mulher que faz parte da facção rival no bairro Leonardo Barbosa de bicicleta, onde efetuaram cerca de três disparos na residência.

Segundo foi informado, os detidos falaram que a dinamite seria usada para explodir caixas eletrônicos na fronteira, podendo também ser usada nas residências dos rivais pela fronteira.

O maior ficará a disposição da Justiça e o menores serão apresentados ao Ministério Público para os devidos procedimentos referente ao caso.

Segundo eles, a dinamite seria usada para explodir caixas eletrônicos w casas de rivais.
Faccionados iam de bicicleta atrás dos rivais para não chamar atenção.

Matérias relacionadas:

Jovem de 22 anos suspeito de matar adolescente é preso após ser ferido a tiros por rivais de facção

Polícia Civil de Brasiléia prende ‘Damas do Tráfico’ em flagrante com drogas e arma

Comentários