Jovem de 22 anos suspeito de matar adolescente é preso após ser ferido a tiros por rivais de facção

Jovem escapou de morto na noite deste sábado (29) e foi preso no hospital.

Se encontra detido na delegacia de Epitaciolândia, o principal suspeito de ter matado uma adolescente de 13 anos na companhia de outros comparsas e deixado o corpo dentro da mata próximo ao rio Acre.

O crime ocorreu na manhã do dia 12 do mês corrente, quando a jovem que morava em Brasiléia, foi levada por colegas à cidade vizinha sem saber que iria passar pelo tribunal do crime, morta a golpes de faca e tiro de escopeta. O corpo foi localizado cerca de 12 horas depois.

Adolescente de 13 anos foi morta a golpes de faca, tiro de escopeta e espancada.

O crime envolve facções criminosas que vem aliciando menores para o mundo do crime. A jovem que tinha apenas 13 anos, teve um fim trágico e as autoridades estavam em busca dos envolvidos no assassinato que chocou os moradores das cidades da fronteira.

Segundo foi apurado, o jovem seria um dos que participou diretamente no crime. Este foi surpreendido por indivíduos quando circulava pelas ruas da cidade e ao perceber que poderia ser morto, correu para tentar salvar sua vida.

Vários tiros foram efetuados, sendo que apenas um atingiu o jovem na perna esquerda, quebrando um dos ossos. O mesmo conseguiu ajuda e foi levado para o hospital em Brasiléia, onde foi socorrido.

Foi quando as autoridades foram avisadas do caso e ao saber do nome, uma equipe se deslocou até o hospital, deu voz de prisão e o conduziu para a delegacia. Segundo o delegado titular de Epitaciolândia, Luís Tonini, acredita que o caso está para ser concluído com a prisão do jovem.

Veja entrevista.

Relembre o caso:

Jovem é assassinada e tem corpo deixado dentro de matagal por grupo de facção em Epitaciolândia

Comentários