fbpx
Conecte-se conosco

Flash

Paciente celebra volta da visão após transplante de córnea no Acre

Publicado

em

Já são 331 transplantes de córnea realizados na Fundação Hospital Estadual do Acre (Fundhacre) e nesta quinta-feira, 20, mais uma pessoa teve o sonho realizado. Maria José Alves, de 52 anos, passou pelo procedimento por volta das 10h e, com a cirurgia bem-sucedida, recupera-se em casa, enquanto a visão é restabelecida gradativamente.

Cirurgia de Maria José foi realizada com sucesso na Fundhacre, único hospital transplantador do Acre. Foto: Gleison Luz/Fundhacre

A realização do sonho foi aguardada durante um período e, por meio do programa de transplantes do governo do Estado, muito em breve Maria José irá reconquistar sua independência. “Estou muito feliz, realizada. Após espera de três anos, hoje veio a resposta. Perdi a visão depois de um acidente com um espinho de babosa, que inflamou, deu infecção e, quando sarou, perdi [a visão]. É muito ruim, porque vejo tudo embaçado, não dá pra enxergar. Me acidentei muito também caindo em buraco; a visão se atrapalha, fica tudo perto”, relata a paciente.

Dos anos em que ficou sem enxergar com o olho direito, relembra as dificuldades de executar desde as tarefas mais simples, como caminhar, até as mais complexas . “Limpar a casa, [usar o] telefone, olhar a TV também e mais caminhar, porque topo nos buracos, caio. [Quando o hospital avisou da cirurgia] fiquei muito feliz. Perdi o emprego por causa da visão e, quando ficar boa, vou voltar a trabalhar. Só tenho a agradecer imensamente, porque [a equipe da Fundhacre] é muito atenciosa”, complementa.

Marcelo acompanha a mãe na Fundhacre. Foto: Gleison Luz/Fundhacre

Quem sofreu com a mãe mas também sonhou com a volta da sua visão foi o filho, Marcelo Alves. “O sentimento é de gratidão também. Fico feliz; ela vai poder trabalhar, voltar a fazer o que sempre gostou de fazer, de ler, de estar mexendo no celular e também de caminhar. Fico preocupado porque ela topa no buraco, aí só escuto ela resmungando e, com essa bênção na vida dela, vai melhorar bastante”, comemora Marcelo.

A coordenadora do Serviço de Transplantes da Fundhacre, Valéria Monteiro, reforça a importância dos transplantes de córnea no Acre. “Já realizamos 331 transplantes de córnea, uma marca que nos deixa muito felizes. Cada paciente que passa pelo cuidado da nossa equipe tem uma história única e acompanhar sua evolução é muito gratificante. O programa de transplantes do Estado é um sucesso e não é por acaso que cada dia mais o Acre se consolida como referência na Região Norte”, destaca.

Ao todo, o Acre já realizou 515 transplantes, transformando as vidas não apenas de acreanos, mas também de pacientes moradores de estados vizinhos e exterior, referenciados via Sistema Único de Saúde (SUS). Além dos 331 de córnea, são outros 88 de fígado e 96 de rim.

Comentários

Continue lendo

Flash

Colisão entre carro e noto em Brasiléia deixa motociclista gravemente ferido

Publicado

em

Na tarde desta quinta-feira, 18, um grave acidente ocorreu na BR-317, km 05, em Brasiléia, envolvendo um carro e uma motocicleta. Jair Leal de Morães, de 54 anos, estava conduzindo uma motocicleta Bros preta, teria sido surpreendido por um taxista que saiu de um ramal sem parar na rodovia.

Jair estava chegando na cidade de Brasiléia no momento da colisão. O impacto foi tão forte que ele foi arremessado ao solo. O taxista, reconhecendo a gravidade da situação, parou imediatamente para socorrer a vítima e a levou ao Hospital Raimundo Chaar.

Devido à gravidade dos ferimentos, Jair foi transferido para o Pronto Socorro de Rio Branco. No hospital, ele foi encaminhado ao Setor de Traumatologia, onde recebeu tratamento para uma fratura no fêmur direito e um corte na cabeça. Apesar dos ferimentos graves, seu estado de saúde é considerado estável.

As autoridades locais continuam a investigar o incidente para determinar as circunstâncias exatas que levaram à colisão.

 

Comentários

Continue lendo

Flash

Prefeitura de Bujari determina investigação administrativa contra agente comunitária de saúde aprovada em concurso público

Publicado

em

O Prefeito do município de Bujari, Estado do Acre, determinou a instauração de um processo administrativo para investigar possíveis irregularidades cometidas pela servidora E. A. dos S., Agente Comunitária de Saúde (ACS). A decisão foi formalizada através da Portaria/GAPRE Nº 146 de 12 de julho de 2024 e publicada no Diário Oficial do Acre em 17 de julho de 2024.

A ação foi motivada por denúncias registradas na Ouvidoria do Município de Bujari. De acordo com as queixas, a servidora, aprovada no concurso público número 02/2023, pode ter violado disposições do edital e da Lei Federal nº 11.350/2006, artigo 6º, inciso I, que exige que o Agente Comunitário de Saúde resida na área da comunidade onde irá atuar desde a data de publicação do edital do processo seletivo público.

Além disso, a denúncia aponta que E. A. dos S. possui outro emprego público como professora em outro município. Essa situação, se comprovada, configuraria acúmulo irregular de cargos públicos, conforme previsto na Constituição Federal, artigo 37, inciso XVI.

O Prefeito determinou a instauração do processo administrativo no prazo de três dias, contados da publicação da portaria. O procedimento deverá ser concluído no prazo de 90 dias, prorrogável por igual período, conforme estipulado.

Para conduzir o processo, foi designada uma comissão composta pelos seguintes servidores:

  • Ana Paula Diniz Brito (Presidente da Comissão)
  • Jeamerson Faria Gomes
  • Aranildes do Nascimento Rodrigues
  • Jeandreson Faria Gomes
  • Assessor Jurídico Luiz Robson Marques da Silva

A comissão terá a responsabilidade de dedicar todo o expediente aos trabalhos do processo administrativo, realizando todas as diligências necessárias e podendo recorrer a técnicos e peritos. Eles ouvirão pessoas que possam prestar esclarecimentos sobre os fatos imputados à servidora.

No ato de citação pessoal da servidora, será entregue uma cópia da portaria, garantindo o seu direito ao contraditório e à ampla defesa durante todo o processo.

A abertura do processo administrativo segue as diretrizes da Lei Federal 8.112/90 e da Lei 9.784/1999, devido à ausência de uma lei municipal específica para a tramitação do procedimento. A investigação visa aferir as condições de exigências editalícias e apurar se a servidora realmente mantém outro emprego público, conforme alegado na denúncia.

A situação foi publicada no Diário Oficial do Acre na pagina 86 do dia 17 de Julho de 2024.

Clique aqui para acessar o diário.

Comentários

Continue lendo

Flash

BOPE e COE realizam grande apreensão de 11kg de drogas e arma na zona rural de Brasileia

Publicado

em

Foto: Ascom/PMAC

Nesta quarta-feira, 17 de julho, policiais militares do Batalhão de Operações Especiais (Bope) e do Comando de Operações Especiais (Coe) realizaram apreensão de entorpecentes, uma arma de fogo e uma motocicleta na zona rural de Brasileia. A ação fez parte da operação “Protetor das Fronteiras e Divisas”.

Durante a operação, os militares abordaram um indivíduo na BR-317. Após uma busca pessoal, foram encontrados mais de 11 quilos de substância semelhante a skunk dentro de uma mochila, além de uma pistola e sete munições. A motocicleta que o suspeito conduzia apresentava uma placa adulterada, aumentando as suspeitas de atividades ilícitas.

Foto: Ascom/PMAC

O suspeito, juntamente com todo o material apreendido, foi encaminhado à delegacia de Epitaciolândia para que fossem tomadas as providências legais cabíveis. A operação, que visa reforçar a segurança nas fronteiras e divisas, demonstrou a eficácia das forças especiais em combater o tráfico de drogas e outras atividades criminosas na região.

A apreensão realizada pelos policiais do Bope e Coe destaca a importância das operações de segurança nas áreas fronteiriças. A operação “Protetor das Fronteiras e Divisas” continua a ser uma ferramenta crucial na luta contra o crime organizado na região do Acre.

Comentários

Continue lendo