Presidente Jair Bolsonaro previa a extinção DPVAT, a cobrança do seguro obrigatório segue em 2020, acompanhando o IPVA de cada estado, Marina Silva comemorou a vitória do seu partido.

Através das redes sociais, a ex-senadora acreana Marina Silva comemorou a vitória do seu partido ao ingressar em uma ação no STF para derrubar a medida do presidente Bolsonaro que extinguia a cobrança do DPVAT para proprietários de veículos.

Marina afirmou: “Vitória da REDE! O STF deu parecer favorável à ação da Rede Sustentabilidade contra a Medida Provisória do presidente Bolsonaro que extinguia o DPVAT.”

Cobrança em 2020

Após o Supremo Tribunal Federal (STF) suspender a medida provisória (MP) do presidente Jair Bolsonaro que previa a extinção DPVAT, a cobrança do seguro obrigatório segue em 2020, acompanhando o IPVA de cada estado, assinala o G1.

O pagamento continua na data de vencimento da cota única de IPVA ou na da primeira parcela de cada estado, informou a Seguradora Líder, que é a administradora do DPVAT.

Comentários