fbpx
Conecte-se conosco

Brasil

Marchas exigem liberdade de Camacho e presos políticos

Publicado

em

Multitudinaria marcha en apoyo al pedido de liberación del gobernador Luis Fernando Camacho y en defensa de la democracia, fue la concentración en la capital cruceña. Foto Roger Barba @APGNoticiasBo

  • As concentrações massivas questionaram a atuação do Governo e a tramitação do Poder Judiciário nos processos contra líderes de protestos e opositores.
  • Em La Paz, ocorreram confrontos em Sopocachi e na zona sul, devido à presença de grupos de choque ligados ao MAS, que agrediram cidadãos e jornalistas, ante a indiferença da polícia.

Por El Diário

A “Marcha pela liberdade, democracia e justiça” convocada pelo Conade, as plataformas cidadãs e civis foi realizada nas nove capitais do país com uma massiva participação cidadã em cada região, na qual se exigiu a liberdade do governador Luis Fernando Camacho e os 183 presos políticos.

Portando cartazes, bandeiras e outros objetos para simbolizar o repúdio à violação da democracia, os bolivianos protagonizaram intermináveis ​​passeatas simultâneas nos nove departamentos que questionaram a atuação do Governo e a tramitação do Judiciário nos processos contra cidadãos, líderes de protestos e opositores.

Santa Cruz, Beni, Pando, Tarija, Chuquisaca, Cochabamba, La Paz, Oruro e Potosí se manifestaram nas ruas contra as ações do governo central. Os cidadãos de Santa Cruz rejeitaram a tentativa contra o voto naquela região, ao sequestrar e deter a primeira autoridade do Estado pelo suposto golpe de estado.

As ruas das capitais desses departamentos desabaram devido à passagem da população, que entre gritos e coros exigia a libertação do governador de Santa Cruz detido no presídio de segurança máxima de Chonchocoro.

VIOLÊNCIA EM LA PAZ

Em Sopocachi e na zona sul de La Paz houve confrontos, devido a presença de grupos de choque ligados ao Movimento pelo Socialismo (MAS), que atacaram os cidadãos mobilizados com fogos de artifício devido a indiferença e intervenção tardia da polícia.

Setores sociais e autoconvocados marcharam em diferentes cidades, exigindo justiça pelo golpe de 2019 e pelos massacres em Senkata, El Alto, e Sacaba, Cochabamba. Em La Paz, eles ocuparam a Plaza Avaroa e as ruas de San Miguel, na zona sul, em meio a ataques contra os defensores do governador Luis Fernando Camacho.

Por outro lado, a Associação de Jornalistas de La Paz repudia veementemente o ataque a jornalista Jenny Calisaya e aos cinegrafistas Tito Bustamante e Roser Illanes, da Red UNO, por grupos de choque do MAS na Plaza España.

Os grupos de choque jogaram paus em Calisaya, Bustamante e Illanes e jogaram ovos neles. Eles também cuspiram no jornalista Calisaya.

Este é um novo ataque ao trabalho dos jornalistas e não faz mais do que refletir a gravidade da situação da liberdade de imprensa no país.

 

Comentários

Brasil

Manifestação com apoiadores de Bolsonaro lota avenida Paulista em SP

Publicado

em

Ex-presidente comparece ao ato, que ocupa nove quarteirões da avenida

A manifestação de apoio ao ex-presidente Jair Bolsonaro acontece neste domingo (25).

De acordo com imagens aéreas, são nove quarteirões completamente ocupados, e os organizadores do evento estimam um público de 700 mil pessoas.

Bolsonaro chegou acompanhado da mulher, Michelle Bolsonaro, e do governador de São Paulo, Tarcísio de Freitas.

Os governadores de Goiás, Ronaldo Caiado (União Brasil), de Santa Catarina, Jorginho Mello (PL), e de Minas Gerais, Romeu Zema (Novo), também compareceram.

Comentários

Continue lendo

Brasil

Brasil é hexacampeão mundial de Beach Soccer

Publicado

em

Rodrigo marca de bicicleta. Brasil vence a Itália e leva o caneco mundial pela sexta vez – Foto: Reprodução Youtube CazéTV

Sexta conquista veio neste domingo (25/2) após vitória por 6 a 4 sobre a Itália na final da Copa do Mundo realizada nos Emirados Árabes

O Brasil é hexacampeão mundial de Beach Soccer. Afinal, neste domingo (25/2), na final da Copa do Mundo-2024, em Dubai, nos Emirados Árabes, os Canarinhos venceram a Itália por 6 a 3. Com isso,  a Seleção levantou a taça e recuperou a hegemonia que tinha perdido desde 2017 (a Rússia era a atual campeã). Rodrigo, o melhor do mundo, fez três gols, um deles de bicicleta, o que é bem comum no futebol de praia. Bruno Xavier, Breno e Genovale (contra) fizeram os gols canarinhos. Para os italianos marcaram Fazzini (dois) e Genovali (dois).

O Brasil também foi campeão em 2006, 2007, 2008, 2009 e 2017. Mas, se considerarmos os mundiais que a Fifa não organizou, este é o 15º  caneco, já que a Seleção Brasileira venceu todos os mundiais anteriores (foram nove anuais – exceto em 2001 – entre 1995 e 2005).

O jogo foi duríssimo para o Brasil, que acabou sendo favorecido quando o goleiro Casoperi foi expulso. Ele era o melhor em campo, com defesas excepcionais no segundo dos três tempos. Para se ter ideia, até a expulsão do italiano, o jogo estava 1 a 1. O Brasil logo fez 2 a 1 (pelo regulamento, ao sair um gol, o time rival pode voltar a ter cinco jogadores em campo, mas o expulso segue fora). E apenas no terceiro tempo foi que a Seleção deslanchou. Ao abrir 6 a 3, passou a administrar o tempo. Chegou a levar um gol. Mas não dava mais tempo para nada. Brasil hexa.

 

Comentários

Continue lendo

Brasil

Popó vence luta contra Bambam em menos de 40 segundos: “Você me desrespeitou muito”

Publicado

em

Tetracampeão mundial disparou uma sequência de golpes no primeiro vencedor do Big Brother Brasil (BBB), que precisou se segurar nas cordas do ringue para não cair

Bambam havia prometido chocar o mundo com seu desempenho na luta, mas não teve chance sequer de disparar um golpe | Foto: Jhony Inácio / Estadão Conteúdo / CP

Por: Correio do Povo

Acelino Popó Freitas nocauteou Bambam em apenas 36 segundos e venceu a principal luta do Fight Music Show 4 (FMS) na madrugada deste domingo. O tetracampeão mundial disparou uma sequência de golpes no primeiro vencedor do Big Brother Brasil (BBB), que precisou se segurar nas cordas do ringue para não cair. Sem limites de knockdowns, Popó foi dado como vencedor no embate após derrubar seu adversário pela segunda vez em apenas 36 segundos de luta.

O nocaute aconteceu logo no primeiro round. Bambam havia prometido chocar o mundo com seu desempenho na luta, mas não teve chance sequer de disparar um golpe. Atordoado, Bambam não conseguiu manter a guarda e se defender dos ataques do Popó.

“Há quatro dias fez 24 anos que lutei aqui. Digo com toda a humildade, com todo respeito ao Bambam, ele foi responsável em toda essa casa estar cheia hoje. O que ele me provocou, ele provocou tipo assim, ‘quero ver esse Popó derrubar esse cara’. Quem tá aqui hoje veio pra ver isso, não só por causa de mim, só estava âncora ali pra derrubar ele. Ele foi o cara que fez todo o marketing, que encheu e deu todas as audiências”, disse Popó no discurso da vitória.

O lutador ainda ressaltou que ao Bambam desmerecer uma pessoa ligada ao esporte, automaticamente desmerece também a modalidade em si. Além disso, o atleta fez um apelo direto ao respeito, não apenas para si, mas também para sua família, destacando a importância dos valores éticos e do reconhecimento mútuo no mundo esportivo.

“Deu até as costas pra mim de tão frouxo que você é. Você falou que seu soco é tipo um foguete, mas é tipo o do Elon Musk, deu de ré”, destacou. De acordo com as regras do FMS, a vitória de Popó não entra para o seu cartel.

O Fight Music Show foi criado em 2022 e reúne ex-lutadores profissionais e celebridades pela quarta vez. Na primeira edição, por exemplo, Popó enfrentou o comediante Whindersson Nunes em um embate que terminou em empate técnico.

A noite também teve outros confrontos, como a vitória de MC Gui contra Nego do Borel e de Emilene Juarez (mulher de Popó) contra Fernanda Lacerda, que interpretou a personagem Mendigata no programa Pânico na Band.

Comentários

Continue lendo






Em alta