fbpx
Conecte-se conosco

Geral

Divórcios consensuais crescem 71% no Acre, diz levantamento

Para o advogado Antônio Olimpio, o isolamento social intenso em virtude da quarentena tem sobrecarregado física e emocionalmente as famílias brasileiras

Publicado

em

Um levantamento divulgado recentemente pelo Colégio Notorial do Brasil apontou que número de divórcios consensuais no Acre cresceu 71%, durante a quarentena decretada pela pandemia do novo coronavírus, entre os meses de maio e junho deste ano. O aumento coincide com a autorização nacional para que divórcios, inventários, partilhas, compra e venda, doação e procurações possam ser feitos de forma remota – ou seja, de forma mais rápida e sem a necessidade de deslocamentos entre as partes.

Em Rio Branco, parte da população concorda que os problemas que vieram juntos com a pandemia contribuíram para este resultado.

“Eu acho que é o estresse de cada um. Acho que por conta de não ter aquela convivência como antes e, agora, estarem praticamente 24h juntos, acabam vendo as suas reais diferenças”, disse um popular que preferiu não ser identificado.

“O que a gente pode observar é que as pessoas não perceberam o essencial da vida, que é o companheirismo, a solidariedade, a amizade e o estar junto”.

“Já eu acredito que é uma tentação. Eu morei 23 anos com meu esposo e nunca brigamos ou tivemos qualquer discussão. Absolutamente nada”, contou outra moradora.

Para o advogado Antônio Olimpio, o isolamento social intenso em virtude da quarentena tem sobrecarregado física e emocionalmente as famílias brasileiras.

“O isolamento social trouxe maior convivência e, algo que estava obscuro e poderia ser postergado nas relações, deixou de ser postergado porque grande parte dessas pessoas começaram a trabalhar em home-office, dentro de casa. Portanto, situações que não eram conversadas provocaram conflitos. Por conta disso, a probabilidade de haver mais divórcios é muito maior”, disse.

Mudança na lei também contribuiu para os divórcios

Desde maio, o Provimento nº 100, editado pela Corregedoria Nacional de Justiça, disciplinou a realização de atos à distância pelos cartórios de notas de todo o país. Desta forma, atos de divórcios consensuais e que não envolvam menores passaram a ser resolvidos de forma mais prática e rápida, sem a necessidade de deslocamentos ou encontros entre as partes, ao mesmo tempo ou em momentos distintos, utilizando inclusive o aparelho celular.

“Além da pandemia, a medida facilitou a solicitação do divórcio virtual, casamento virtual, a convivência familiar na pandemia e ainda questões ligadas a testamentos, inventário e contratos de namoro, por exemplo”, completou a advogada.

Números

Ainda segundo o levantamento, os divórcios consensuais passaram de 4.471 em maio para 5.306 em junho de 2020.

Os dados mostram crescimento em 24 estados brasileiros, especialmente no Amazonas (133%), Piauí (122%), Pernambuco (80%), Maranhão (79%), Acre (71%) Rio de Janeiro (55%) e Bahia (50%). Apenas três unidades federativas não viram crescimento neste período: Amapá, Mato Grosso e Rondônia.

Comentários

Continue lendo

Geral

Vereador foi preso depois da sessão extraordinária, crime ocorreu em 2020 e chegou ao conhecimento da polícia em 2021, em Assis Brasil

Publicado

em

Por

A prisão do parlamentar ocorreu após a sessão na Câmara Municipal de Vereadores pela Polícia Civil.

Vereador Wermyson Martins Tamburini fez uma publicação em uma rede social antes de ser preso – Foto: Arquivo pessoal

Vereador de Assis Brasil Wermyson Martins Tamburini e outros dois acusados de abusarem da vítima foram presos nesta terça-feira (28).  

Por Aline Nascimento – G1 Acre 

O vereador Wermyson Martins Tamburini (PSDB), que foi preso na manhã desta terça-feira (28) acusado de estupro de vulnerável contra um menino de 11 anos em Assis Brasil, interior do Acre. A prisão do parlamentar ocorreu após a sessão na Câmara Municipal de Vereadores pela Polícia Civil.

Os policiais cumpriram um mandado de prisão contra o vereador e outros dois acusados do crime após o caso transitar em julgado na Justiça.

Juntos, os três foram condenados a mais de 31 anos de prisão em regime fechado. Os demais acusados seriam um servidor público e um idoso. Eles foram levados para Brasiléia/Epitaciolândia, também no interior, e devem ser transferidos para um presídio de Rio Branco nos próximos dias.

A reportagem tenta contato com a defesa do vereador.

O presidente da Câmara de Vereadores de Assis Brasil, Wendell Gonçalves Marques, o Tcheco, disse que não iria comentar o assunto, que é ‘algo particular do vereador’. Ele afirmou que vai aguardar a notificação do Tribunal Regional Eleitoral (TRE-AC) para cumprir o regimento da Casa.

O presidente da Câmara de Vereadores de Assis Brasil, Wendell Gonçalves Marques, o Tchero, afirmou que vai aguardar a notificação do Tribunal Regional Eleitoral (TRE-AC) para cumprir o regimento da Casa. Foto: arquivo 

“O regimento tem alguns pontos que diz o que cabe para a perda do mandato. Um dos pontos é esse tipo de coisa [prisão]. Assim que a gente for notificado a Câmara vai se manifestar. Teve sessão normal, ele estava e a prisão foi depois”, confirmou.

Comentários

Continue lendo

Geral

Duas mulheres são presas com quase 8 quilos de cocaína em Senador Guiomard

Publicado

em

Por Sandra Assunção

Duas mulheres, P.F.S e A.V.D.P. foram presas nessa segunda-feira, 27, pelo Grupo Especial de Fronteira (Gefron) e Polícia Militar, com quase 8 quilos de cocaína, no município de Senador Guiomard, na BR-317. As duas estavam em um táxi que fazia o trajeto de Epitaciolândia para Rio Branco.

As equipes realizavam abordagens no Posto de Fiscalização, visando combater crimes transfronteiriços quando pararam o táxi de placas QLV-5A13 que transportava as duas.

Nas respostas aos policiais, as passageiras entraram em contradição e apresentaram nervosismo e inconsistência, gerando suspeitas. Na revista da bagagem, os policiais localizaram um fundo falso em uma das malas e nela encontraram 7,6 quilos de cocaína, avaliados em R$ 230.550 mil. A dupla foi presa em flagrante.

No sábado, 25, uma mulher foi presa no mesmo local com mais de 28 quilos de maconha do tipo skunk.

Comentários

Continue lendo

Geral

Manoel Moraes confia na integridade da Mesa Diretora da Assembleia Legislativa

Publicado

em

O líder do Governo na Assembleia Legislativa, deputado Manoel Moraes (PP) se posicionou durante a sessão desta terça-feira, 28, a respeito do relatório da Polícia Federal que apontava supostas irregularidades na nomeação de investigados no âmbito da operação Ptolomeu casa legislativa.

Moraes não deixou de ressaltar sua confiança na integridade da casa legislativa, afirmando: “Nós votamos, confiamos e sabemos que está sendo feito certo”. Ele também apontou que providências estão sendo tomadas para corrigir eventuais erros de comunicação com outras entidades, demonstrando um compromisso com a transparência e a correção de falhas.

Ao abordar questões de nomeação e independência política, o líder do governo enfatizou a importância de confiar nos deputados e no processo legislativo. “Essa casa é independente. Então se a pessoa fez, ele fez por alguma razão. Porque a pessoa ajudou ele, politicamente”, declarou Moraes, defendendo a autonomia da Assembleia Legislativa do Acre.

Em suas considerações finais, o deputado reiterou a importância de corrigir o que for necessário e manter a independência da casa legislativa. “A mesa vai procurar corrigir o que tiver de ser corrigido, manter o que tiver de ser mantido e ter a nossa independência”, concluiu.

Comentários

Continue lendo