Acre saiu de uma produção de 8,5 toneladas de peixe em 2018 para 4,4 toneladas em 2019. Dados são do Anuário Brasileiro de Piscicultura.

Com redução de 48% na criação, Acre é 7º menor produtor de peixes do país — Foto: Divulgação/Secom-AC
Por Iryá Rodrigues, G1 AC

O estado do Acre é o sétimo menor produtor de peixes do Brasil com 4,4 toneladas produzidas em 2019, segundo levantamento estatístico feito pela Associação Brasileira de Piscicultura, publicado no Anuário Brasileiro de Piscicultura (Peixe BR).

A produção caiu em mais de 48% em 2019 comparado com o ano de 2018, quando foram produzidos 8,5 toneladas de pescado. Segundo o estudo, com relação às espécies produzidas no estado, 98,5% são nativas e somente 1,45% são da espécie tilápia.

Conforme o levantamento, a ausência de legislação ambiental, a elevada tributação, insegurança jurídica, pouca tecnologia disponível, os baixos níveis de controle de qualidade da água e altos custos de energia e alimentação são fatores que, juntos, têm atrapalhado a atividade no estado acreano.

O estudo aponta ainda que a paralisação das atividades da empresa público-privado Peixes da Amazônia, criada em 2013, além dos prejuízos aos empresários e cofres públicos, trouxe para os produtores do estado um “esfriamento” sobre as oportunidades que a atividade de piscicultura pode proporcionar.

“A estruturação da atividade passa pelo interesse do governo do estado em gerar uma agenda de segurança jurídica ambiental e do empresário de voltar a acreditar no negócio, o modelo atual demonstrou ser inviável, a construção deve ser feita em novas bases, apoiada no mercado e na iniciativa privada”, analisa o anuário.

Empresa público-privado Peixes da Amazônia está com atividades paralisadas, segundo governo — Foto: Divulgação/Secom-AC

O governo do estado informou que a empresa Peixes da Amazônia já estava sem funcionar antes da nova gestão, em 2019, e que, inclusive, foi feito um estudo sobre a viabilidade do projeto.

Em março do ano passado, o governo chegou a informar que a dívida da empresa, que está em recuperação judicial, era estimada em R$ 12 milhões, sendo a maior parte em empréstimos bancários e dívidas trabalhistas.

Com redução de 48% na criação, Acre é 7º menor produtor de peixes do país — Foto: Reprodução

Dados nacionais

No ranking nacional de produção de peixe, o Paraná aparece como o maior produtor, com 154.200 toneladas, seguido de São Paulo, que apesar de ter tido uma redução de 18,7% na produção, ficou em segundo lugar com 69.800 toneladas de peixe.

Já o estado que aparece como menor produtor é o Amapá, com 1.100 toneladas produzidas no ano passado.

O levantamento mostrou ainda que a produção brasileira no setor alcançou 758.006 toneladas de peixes em 2019. O que representa um aumento de 4,9% com relação ao ano anterior, quando foram produzidos 722.560 toneladas.

Diferente do estado do Acre, a tilápia é um dos carros-chefe dos peixes de cultivo no Brasil. Foram 432.149 toneladas em 2019 e outras 287.930 toneladas de peixes nativos.

Comentários