Janeiro branco

Mês dedicado a saúde mental.

“Ano novo, vida nova”.

O que seria dos nós sem o clichê de janeiro? É hora de redescobrir possibilidades e identidades a partir de questionamentos.

Período de férias…

…, festas e viagens. Para a vida pessoal os valores familiar, sentimental, financeiro, profissional e espiritual. As reflexões sempre cheias de desejos e vibrações positivas transformadoras.

No primeiro mês do ano…

…precisamos ser atentos às nossas desistências e resiliências.  Necessitamos de equilíbrio para avaliar a caminhada, planejar metas, atitudes e considerar obrigações.

Evitar a auto sabotagem.

Devemos encontrar satisfação no projeto de vida, sonhar alto desafiando a inércia. Vamos nutrir desejos renovadores para não afundar no caos social, comprometendo o emocional.

As dificuldades…

…são grandes, porém, com determinação se tornarão leves. A coragem que nos alavanca, deve ser preservada porque tudo é relativo ao queacreditamos.

Autocuidado.

É reconhecer as limitações e encontrar meios para as metas propostas. Vamos nos propor resistir, não desperdiçando oportunidades.

Vencer a desesperança…

…também é entender o que acontece fora de nós, é alcançar níveis de percepção da vida que flui indiferente ao que pensamos ou sentimos.

No planeta há fome…

…, também existe a dor, a violência, o desemprego esmagando, a desigualdade oprimindo, a corrupção impregnada, a saúde e a educação negligenciadas, mas, não nos permitamos o pessimismo.

A vida corrida e o medo…

…nos distanciouda mãe-terra e de nós. Ignoramos o amor, a fé, a generosidade e a simplicidade. Esquecemos nossas origens e desrespeitamos o próximo. Mesmo com o futuro incerto precisamos melhorar.

O País está barulhento de ódio…

…, com sorrisos fechados, cores sombrias, olhares tristes e chances roubadas. Nos guardamos com armas, abatidos em guerras, julgados em credos, infelizes, preconceituosos e caóticos. É isso que queremos?

O Brasil é um gigante…

…acorrentado, saqueado e gemente. Leia, estude, se informe e reconheça que a auto responsabilidade é a trilha das mudanças. Combata os carrascos que alienam a nação ou também fraquejará.

Sobreviver feliz…

…aldeado nas masmorras da injustiça é não ceder ao desalento, depressão, suicídio, drogas e delinquência. É acolher, reagir, pedir ajuda, limpar a alma, abandonar padrões, é ser louco preservando a sanidade.

Vamos colorir os desenhos…

…, reconhecer a infância, recolher pedaços, sarar feridas, aquecer a vida, a confiança e a esperança. Vamos nos esforçar para defender com identidade, dias melhores. A vida é breve, portanto, se permita.

Comentários