O chefe do executivo relatou que as autoridades competentes estão investigando os abusos

Em uma entrevista a uma emissora de rádio de Cruzeiro do Sul, o governador Gladson Cameli (Progressistas) denunciou que alguns hospitais particulares de Rio Branco estão com preços abusivos em relação à aluguéis de leitos de Unidade de Terapia intensiva (UTI).

O gestor disse que fatos como esses, mostram a capacidade humana de se aproveitar de situações como a pandemia do coronavírus. “Tem muitos querendo se beneficiar dos produtos. Tem leito que antes era R$ 1.200 uma diária, agora subiu para R$ 4 mil. Isso é um absurdo”, declarou.

Gladson, visivelmente indignado com a situação, relatou que as autoridades competentes estão investigando os abusos. “Cabe às autoridades locais fiscalizar essa situação”, alertou.

Comentários