Conecte-se conosco

Acre

Reserva Chico Mendes, no Acre, é a área protegida mais pressionada pelo desmatamento, aponta Imazon

Publicado

em

Resex Chico Mendes lidera ranking de áreas protegidas mais ameaçadas e pressionadas pelo desmatamento entre julho e setembro deste ano na Amazônia.

Imazon mostra que entre julho e setembro a Resex Chico Mendes foi a área de proteção ambiental mais ameaçada e pressionada pelo desmatamento — Foto: Reprodução

A Reserva Extrativista Chico Mendes (Resex), no interior do Acre, foi a unidade de conservação federal mais ameaçada e pressionada pelo desmatamento da Amazônia entre julho e setembro deste ano. Símbolo da luta pela floresta, a área protegida liderou um ranking dos dez maiores territórios protegidos sobre pressão e ameaças.

Desse total, sete áreas ficam no estado do Pará. Os dados compõem o levantamento trimestral feito pelo Instituto do Homem e Meio Ambiente da Amazônia (Imazon). A análise utilizou informações disponibilizadas pelo Sistema de Alerta de Desmatamento (SAD).

Segundo o instituto, para que uma área protegida esteja classificada como ameaçada é preciso que ocorra a ação de desmatamento em uma zona de vizinhança de até 10 quilômetros de distância. A área protegida entra no quadro de pressionada quando o desmatamento se manifesta no interior da reserva, levando a perdas de serviços ambientais e até mesmo à redução ou redefinição de limites da área.

Resex Chico Mendes registrou 26 km² apenas em setembro deste ano — Foto: Arquivo/Resex

Resex Chico Mendes registrou 26 km² apenas em setembro deste ano — Foto: Arquivo/Resex

De julho a setembro, o estudo detectou um total de 4.280 km² de desmatamento na Amazônia. Das 3.969 cédulas que registraram ocorrências, 60%, um total de 2.395, indicaram ameaça e outras 40%, cerca de 1.574, pressão nas unidades de conservação federal.

Apenas em setembro, o SAD mostrou que a Resex Chico Mendes teve 26 km² de desmatamento. O dado corresponde a 18% da área total desmatada em todo o Acre, que foram derrubados 140 km² de floresta.

Ranking das áreas protegidas pressionadas:

  1. Resex Chico Mendes (AC)
  2. APA Triunfo do Xingu (PA)
  3. TI Apyterewa (PA)
  4. APA do Lago de Tucuruí (PA)
  5. APA do Tapajós (PA)
  6. TI Cachoeira Seca do Iriri (PA)
  7. Flona do Jamanxim (PA)
  8. Parna da Serra do Divisor (AC)
  9. APA Arquipélago do Marajó (PA)
  10. Resex Jaci Paraná (RO)

 

Ranking das áreas protegidas ameaçadas:

  1. Resex Chico Mendes (AC)
  2. Parna Mapinguari (AM/RO)
  3. TI Trincheira/Bacajá (PA)
  4. Flona do Tapajós (PA)
  5. Flona do Iquiri (AM)
  6. APA do Lago de Tucuruí (PA)
  7. TI Parakanã (PA)
  8. TI Cachoeira Seca do Iriri (PA)
  9. Flona do Aripuanã (AM)
  10. Parna da Serra do Divisor (AC)

 

Comentários

Acre

Viatura capota na estrada com dois PMs que saiam do plantão

Publicado

em

Na manhã deste sábado, 26, dois policiais militares acabaram se envolvendo em um acidente na rodovia AC-40 em Senador Guiomard.

De acordo com informações repassadas à reportagem do ac24horas, os dois estavam de plantão na barreira entre a divisa de Plácido de Castro com a Bolívia, desde às 19 horas da noite de sexta-feira, 25. Após o plantão, os PMs voltavam para o município de Senador Guiomard quando acabaram capotando a viatura na estrada.

Uma outra equipe da Polícia Militar prestou socorro e encaminhou os militares – sargento Nunes e soldado Freitas ao hospital de Senador Guiomard, no interior do Acre, onde passam por exames de imagem.

Contudo, apesar do susto, os militares se encontram em estado de saúde estável.

Comentários

Continue lendo

Acre

Saúde do Estado realizou mais de 10 mil procedimentos voltados às pessoas com autismo no Acre

Publicado

em

A marca superior a 10 mil procedimentos voltados à pessoa com deficiência intelectual, com ênfase no Transtorno do Espectro Autista (TEA), é mais uma conquista do governo do Acre. O projeto inovador da Secretaria de Estado de Saúde (Sesacre) levou assistência médica especializada para menores como Luiz Miguel da Silva, de 5 anos. O jovem foi acompanhado, na manhã desta sexta-feira, 25, em Cruzeiro do Sul, na edição que marca o encerramento do empreendimento que trouxe dignidade e mais qualidade de vida aos acreanos.

Mais de 10 mil procedimentos voltados à pessoa com autismo foram realizados no Acre, em 2022. Foto: Marcos Santos/Secom

“A falta de conhecimento nos leva a não saber lidar com esse transtorno. Essa porta que o governo abriu nos enche de esperança. Creio que, a partir de agora, o nosso dia a dia vai melhorar”, pontuou a mãe de Luiz Miguel, Ana Carolina Silva, ao ouvir do especialista o diagnóstico sobre os transtornos que afetam o desenvolvimento e o comportamento do filho.

De abril a novembro deste ano, a equipe multiprofissional, formada por pediatra, neuropediatra, geneticista especialista em saúde da família, neuropsicólogo, terapeuta ocupacional, fonoaudiólogo, nutricionista, enfermeiro e assistente social realizou 1.617 consultas médicas, 2.017 avaliações e 10.880 procedimentos em dez dos vinte e dois municípios do estado.

O projeto levou dignidade a crianças de dez dos vinte e dois municípios acreanos. Foto: Marcos Santos/Secom

Os números refletem a dedicação e o compromisso da gestão estadual em melhorar a vida dos acreanos. “A população é grata e sempre elogia o projeto, fruto de muito esforço da equipe da Sesacre, da secretária Paula Mariano e do governador Gladson Cameli.  Atendemos in loco e, com isso, facilitamos a vida de pessoas que teriam que se deslocar para outra região em busca de ajuda. Para que o benefício contemple mais pessoas, o governo planeja dar continuidade aos serviços nos próximos anos”, informou Catiana Rodrigues, coordenadora regional da Sesacre.

Parte da equipe que compõe o Saúde Itinerante Especializado. O programa possibilita aos acreanos assistência médica gratuita e bem pertinho de casa. Foto: Marcos Santos/Secom

A iniciativa contou com parceria das prefeituras municipais.

Comentários

Continue lendo

Acre

Saúde realiza encontro de encerramento da programação do Novembro Roxo

Publicado

em

O contato pele a pele é algo inerente e necessário ao ser humano, o toque, o calor humano se faz importante principalmente para os recém-nascidos, em especial os prematuros. Abordando esta temática, encerrou-se nesta sexta-feira, 25, a programação de atividades alusivas ao Novembro Roxo, de combate à prematuridade.

Encontro reuniu funcionários e mães do método cangurú. Foto: cedida

O encontro, que reuniu mamães e servidores da Maternidade Bárbara Heliodora, foi realizado no auditório da unidade.

“Fizemos uma pequena celebração para homenagear os nossos servidores, agradecer todo o empenho, bem como uma conversa com as mães do método canguru e amostra dos resultados de trabalho na unidade de terapia intensiva neonatal”, relatou a gerente do Sistema Assistência à Saúde da Mulher e da Criança (Sasmc), Laura Pontes.

Além disso, o evento contou com a convidada da Universidade Federal do Acre (Ufac), Cláudia Pinto, que abordou os efeitos fisiológicos durante o contato pele a pele.

“Nós sabemos dos benefícios adquiridos quando a criança tem o contato pele a pele com os pais e, principalmente, quando chega na fase canguru ele ganha peso rápido, a parte emocional fica elaborada. São diversos os benefícios”, destacou Laura Pontes.

Comentários

Continue lendo

Em alta