fbpx
Conecte-se conosco

Geral

Prefeitura de RBR realiza palestra em alusão ao Setembro Amarelo no Caps II Sumaúma

Publicado

em

Ação visa desmistificar tema e reforçar importância da rede de apoio (Foto: Wal Fernandes/Assecom)

O Setembro Amarelo é um mês que marca a campanha de prevenção ao suicídio. A cor representa a esfera global dedicada à promoção da conscientização sobre a saúde mental e, especificamente, à prevenção do suicídio. Tendo em vista a relevância do tema, a Prefeitura de Rio Branco realiza anualmente atividades que buscam incentivar as pessoas tanto a buscar ajuda como a identificar quando alguém precisa de ajuda.

A Organização Mundial da Saúde (OMS) estima que, por ano, mais de 700 mil pessoas tirem a própria vida em todo o mundo. Ainda de acordo com a organização, o número pode chegar a 1 milhão se forem considerados os casos não registrados. No Brasil, são aproximadamente 14 mil suicídios todos os anos, uma média de 38 pessoas por dia.

Diante disso, a gestão municipal tem atuado de forma incisiva em ações voltadas para o apoio à saúde mental para que o indivíduo em sofrimento saiba que não está sozinho. Nesta quarta-feira (13), foi organizada no Centro Psicossocial de Rio Branco, o CAPS II Samaúma, uma palestra voltada para os clientes e seus familiares visando desmistificar o tema e reforçar a importância da rede de apoio.

Coordenadora Assistencial Karen: “queremos conscientizar” (Foto: Wal Fernandes)

A coordenadora assistencial do Caps II Samaúma, Karen Beiruth, explicou que o espaço trata de casos psicológicos graves, mas que a população pode encontrar atendimento para casos leves e moderados em todas as unidades de saúde. A gestora ainda informou que durante todo o mês de setembro a equipe do Caps levará para algumas unidades, palestras voltadas para a conscientização da saúde mental.

“A gente hoje quer conscientizar sobre isso que as pessoas peçam ajuda, tanto para si quanto para um parente ou amigo porque existe um tratamento e acompanhamento e essa é uma forma de prevenção. Hoje estamos tratando prevenção, como fazer, o que fazer e como falar. Hoje, nós temos vários profissionais trazendo esse tema e discussão com familiares e pacientes no Caps.”

Para somar na roda de conversa com os presentes, a equipe de estagiários do curso de psicologia, que atuam no Centro, também tiveram um momento de diálogo para reforçar como a saúde mental impacta diretamente em todas as áreas da vida de uma pessoa.

“A gente foi convidado pela equipe do Caps Samaúma, eu e os demais estagiários, para termos uma fala com a palestra chamada ‘Não é frescura’ e é basicamente falar um pouco sobre como funciona a rede, sobre o próprio Setembro Amarelo e saúde mental no geral, porque o nosso entendimento é que a saúde mental não fica só aqui. Saúde mental é moradia, qualidade de vida”, destacou Tiago Félix.

A outra palestrante da manhã foi a farmacêutica do Caps, Joquibede Prado, que abordou sobre a área medicamentosa, alertando que os medicamentos vêm pra agregar ao tratamento do cliente.

“A nossa orientação enquanto assistência farmacêutica é desmistificar algumas situações com os nossos clientes, que eles possam estar seguros e tranquilos, pois temos uma equipe integral multidisciplinar e que os medicamentos que estão disponíveis na rede de atenção a saúde mental são seguros, em que nem todos causam dependência, tiram a produtividade desses clientes e a orientação é o primeiro cuidado.”

Keme Regina é cliente do Caps II Samaúma há dois anos, ela parabenizou a iniciativa da municipalidade de promover ações voltadas para a manutenção da saúde mental e agradeceu por tudo que o Centro tem proporcionado para o seu tratamento de depressão.

“Gostaria de enfatizar que depressão, ansiedade, transtorno bipolar e outros, nada disso é frescura, a gente precisa sim de um apoio, temos que parar com esse preconceito e resistência que temos. Falo até por mim que, antes de procurar o Caps, fui muito resistente e hoje me encontrei neste lugar, me sinto muito bem, apesar de nem todos os dias estar bem, mas todos os dias buscamos viver um dia após o outro.”

Comentários

Geral

Condutor, preso em flagrante por dirigir embriagado após atropelar e deixar casal em estado grave em Feijó, ganha a liberdade

Publicado

em

A juíza substituta da Vara Criminal da Comarca de Feijó, Bruna Barreto Perazzo Costa, concedeu liberdade provisória a José Vanaldo Aguiar de Almeida. Ele foi o responsável pelo grave acidente de trânsito ocorrido na Avenida Presidente Castelo Branco, no dia 27 de fevereiro, por volta das 14 horas.

Consta que José Vanaldo conduzia o veículo embriagado. Com o carro desgovernado e em alta velocidade, ele colidiu frontalmente com uma moto Honda XRE, ocasionando graves ferimentos ao casal Eliabe Silva de Souza e Leidiane.

Mesmo tendo extensa ficha de antecedentes criminais, inclusive com vários deles por crimes praticados no trânsito, a magistrada entendeu que as medidas cautelares diversas da prisão são suficientes para o caso.

A vítima Eliabe Silva foi transferida para o Hospital de Cruzeiro do Sul, para cirurgia de emergência, com três graves fraturas na perna direita, além de cortes profundos no rosto e escoriações por todo o corpo.

A esposa de Eliabi, Leidiane, ainda está internada no Hospital de Feijó, em observação, dada a pancada e o corte profundo na cabeça.

O autor do crime, Vanaldo, possui diversos processos criminais, inclusive com condenação transitada em julgado e já fez várias vítimas no trânsito sendo que uma delas acabou ficando paralítica, dada a gravidade do acidente.

O Ministério Público do Acre pediu vista ao processo para a interposição de recurso em face da decisão que colocou o autor do crime em liberdade.

Veja o vídeo da colisão e a prisão em flagrante de José Vanaldo, por dirigir sob efeito de álcool.

 

Comentários

Continue lendo

Geral

Defesa Civil interdita Calçadão da Gameleira devido a “risco em potencial”

Publicado

em

Espaço foi invadido pelas águas na manhã desta sexta/Foto: ContilNet

Espaço foi invadido pelas águas na manhã desta sexta

A Defesa Civil anunciou na noite desta sexta-feira (01) a interdição do Calçadão da Gameleira, um dos pontos turísticos mais conhecidos da cidade, devido a um “risco em potencial” em decorrência da cheia do rio Acre. A medida visa garantir a segurança dos pedestres e evitar possíveis acidentes.

Imagens enviadas mostram as equipes da Defesa Civil e da Superintendência de Rio Branco (RBTrans) colocando cavaletes para impedir a passagem de pedrestres no local. As águas já começaram a invadir prédios que estão no local. 

A Defesa Civil está trabalhando em conjunto com as autoridades locais para avaliar a extensão dos danos e determinar os próximos passos a serem tomados para resolver a situação.

Comentários

Continue lendo

Geral

Tortura, morte e esquartejamento: Corpo de jovem é encontrado dentro de saco plástico 

Publicado

em

As buscas pelo jovem Adenilson Soares Santos, de 24 anos, chegaram ao fim na tarde desta sexta-feira, 1º de março, de forma trágica e para sempre.

O  cadáver de Daniel, foi encontrado dentro de um açude,  numa propriedade rural no Belo Jardim.

O corpo, que foi decapitado e esquartejado estava dentro de um saco plástico.

De acordo com a polícia, o jovem estava desaparecido desde de quinta-feira passada, 29 de fevereiro, após um tiroteio na região onde a vítima morava.

A suspeita é que Daniel Amorim foi sequestrado e levado para a área de mata por bandidos.

No local, a vítima foi torturada, assassinada, decapitada e  teve o corpo esquartejado por membros de uma organização criminosa.

Na sequência os bandidos colocaram os restos mortais dentro de um saco plástico e jogaram dentro de um açude, localizado no Ramal da Zezé, região do Belo Jardim.

O crime pode está relacionado a guerra de facções criminosas. O caso é investigado na sede da Delegacia de Homicídios da Polícia Civil.

 

Comentários

Continue lendo






Em alta