A droga seria entregue ao primo do menor, o jovem de 19 anos que foi preso em flagrante

Droga estava sendo enviada por Sedex
Droga estava sendo enviada por Sedex

Um trabalho minucioso do Departamento de Inteligência da Polícia Civil (DIPC) do Acre com apoio da Polícia Civil de Poços de Caldas – MG desvendou uma ação criminosa de envio de droga via Sedex para Minas Gerais. Segundo a investigação, o fato ocorreu na ultima sexta-feira, 08, quando um jovem de 19 anos foi detido, e um adolescente de 15 anos apreendido, após receber uma caixa com cerca de 20 gramas de cocaína.

A encomenda foi enviada de Rio Branco e chegou a uma casa no bairro Cascatinha, em Poços de Caldas. De acordo com a Polícia Civil mineira, não é a primeira vez que o suspeito comete o crime de envio do entorpecente pelos Correios. A polícia do Acre investiga a prática do ilícito que pode ter ramificações para outros estados.

“Continuaremos com as investigações, no sentido de combater toda e qualquer ação criminosa. Acreditamos que mais pessoas possam estar envolvidas na pratica desse crime. Essa ação demonstra que trabalhamos de forma integrada com os outros Estados, com a confluência de informações que ajudam sobremaneira no combate à criminalidade”, destacou o delegado Alcino Junior.

Segundo a Polícia Civil de Minas Gerais, para despistar os Correios sobre o conteúdo da embalagem, os autores da ação enviaram a droga junto com uma fechadura. A encomenda foi recebida por um adolescente de 15 anos, em Poços de Caldas, que se identificou como irmão do destinatário, mas os policiais constataram que o nome que estava escrito na caixa foi inventado.

A droga seria entregue ao primo do menor, o jovem de 19 anos que foi preso em flagrante. Ainda segundo a Polícia Civil, foram encontrados com ele mais um papelote de cocaína, seis comprimidos de ecstasy, duas porções de maconha, uma balança, celulares e dinheiro. O menor que recebeu a droga foi ouvido e liberado.

Comentários