Pela manhã desta terça (6), houve sangramento e quadro clínico se complicou

1512-policia-delegadoatendido-cleristonagazeta.net

O quadro clínico do delegado Antônio Carlos Marques de Melo, alvejado com um tiro de espingarda em Xapuri, é delicado e se complicou durante a manhã desta terça-feira. Houve sangramento em várias partes do corpo.

A família esperava que houvesse uma melhora da saúde para que o atendimento pudesse ser feito no Hospital da Marinha, instituição ao qual o pai do delegado é vinculado. Mas, o estado de saúde de Antônio Carlos não melhora.

Fontes ligadas ao Hospital de Urgência e Emergência afirmam que a reversão do quadro clínico “é muito difícil”.

Antônio Carlos Marques de Melo levou um tiro de espingarda enquanto fazia uma diligência para prender Elivan da Silva, homicida de uma jovem de 15 anos. No momento da abordagem, o criminoso reagiu atirando.

Alguns órgãos foram perdidos como baço e rins. O funcionamento de vários órgãos ficou comprometido. Houve um esboço de reação, mas nesta manhã a situação piorou bastante.

Comentários