fbpx
Conecte-se conosco

Brasil

PCC injetou R$ 54 mi em empresa de ônibus, aponta investigação do MPSP

Publicado

em

Operação em empresas de ônibus de SP suspeitas de lavar dinheiro para o PCC
Reprodução/Receita Federal

Operação em empresas de ônibus de SP suspeitas de lavar dinheiro para o PCC

Investigação do Ministério Público de São Paulo (MPSP) aponta que o Primeiro Comando da Capital (PCC) injetou R$ 54 milhões, adquiridos por meio do tráfico de drogas e outros crimes, para permitir a participação da empresa de ônibus Transwolff na licitação do transporte público na capital paulista.

O esquema de lavagem de dinheiro do PCC foi detalhado em uma denúncia contra 10 pessoas ligadas à Transwolff, movida pelo Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) no âmbito da Operação Fim da Linha. As pessoas denunciadas são acusadas de organização criminosa, extorsão, lavagem de capitais e apropriação indébita.

De acordo com a promotoria, a facção ocultou o montante por meio da criação da empresa MJS Participações Ltda, em 2014, que integrou o quadro societário da TW – como a Transwolff é conhecida – no ano seguinte.

Dessa forma, o capital social da empresa de transportes, que até então operava por contratos emergenciais com a Prefeitura, teve um salto de R$ 1 milhão para R$ 55 milhões em 2015.

Com o aporte, a TW se tornou habilitada a participar da licitação do transporte público, uma vez que o edital exigia que os concorrentes tivessem capital social mínimo de R$ 25 milhões. A licitação foi lançada ainda naquele ano durante a gestão de Fernando Haddad (PT) para renovar os prestadores de serviço.

Lavagem de dinheiro

De acordo com a denúncia, o montante associado à empresa teria sido obtido por “depósitos em dinheiro e fracionados”, sem origem demonstrada.

A investigação descobriu que houve transferências provenientes de supostos empréstimos concedidos por 88 pessoas físicas. Entre elas estavam funcionários da TW e proprietários de empresas gerenciadas pela Demark Assessoria Contábil, o escritório encarregado da contabilidade da viação, cujos proprietários também estavam implicados no esquema. Essas transferências totalizaram R$ 26,6 milhões e teriam sido destinadas à aquisição de 50 ônibus para a empresa.

A MJS Participações Ltda deveria ser oficialmente integrada à TW em dezembro de 2019. Contudo, ao longo de sua existência, a holding “não desempenhou nenhuma atividade operacional, não teve funcionários, não adquiriu nem alienou nenhum bem imóvel e não possuiu ônibus”, conforme declarado pelo MPSP.

A investigação identificou, ainda, que a lavagem envolvia um restaurante, supostamente contratado para fornecer refeições para funcionários da TW. Segundo o MPSP, o estabelecimento, na verdade, atuava como “noteira” – ou seja, emitia notas fiscais frias para regularizar a contabilidade.

Denunciados

De acordo com a investigação do MPSP, o líder do esquema era Luiz Carlos Efigênio Pacheco, o ‘Pandora’, de 56 anos, sócio majoritário da Transwolff. De acordo com a denúnica, a integração da MJS também possibilitou que ele “aumentasse expressiva e artificialmente o seu patrimônio declarado”.

De acordo com a acusação, ‘Pandora’ e Robson Flares Lopes Pontes, 38 anos, um dos diretores da viação, são apontados como o elo entre a empresa e o PCC. Ambos foram detidos preventivamente na terça (9).

O outro denunciado que foi detido é Joelson Santos da Silva, 56, que representa a Demark Assessoria Contábil. Os três mandados foram cumpridos durante a Operação Fim da Linha.

Respondem em liberdade os denunciados Cícero de Oliveira, Moisés Gomes Pinto e Carlos Couto Ramos, diretores da TW, além Reginaldo Gonçalves da Silva, ex-sócio da empresa.

O MPSP denunciou, ainda, Jeová Santos da Silva, que é irmão de Joelson e atua na Demark, além dos advogados José Nivaldo Souza Azevedo e Lindomar Francisco dos Santos, que supostamente têm relação a práticas de loteamento irregular e grilagem, promovidas pelo PCC na região da represa do Guarapiranga, na zona sul, onde foram identificados imóveis de empresas envolvidas.

Outros 19 investigados ligados a outra empresa de transporte, a UpBus, também foram denunciados pela promotoria. A viação também foi alvo da Operação Fim da Linha.

Quer ficar por dentro das principais notícias do dia? Clique aqui e faça parte do nosso canal no WhatsApp

Fonte: Nacional

Comentários

Continue lendo

Brasil

Já está no ar a página 33 do livro Brevê, veja em primeira mão

Publicado

em

Por

Já está no ar a página 33 do livro Brevê, veja em primeira mão
João Palmo

Já está no ar a página 33 do livro Brevê, veja em primeira mão

ETERNO RETORNO

No meio do cerrado deflorado

tinha – ou tem ainda? –

uma rotatória sem estrada

que a gente chamava de balão:

o Balão do Nada.

O Balão do Nada é aquele

que a gente contorna

e vai dar no lugar de sempre.

Veja todas as páginas anteriores: gpsbrasilia.com.br/author/joao-palmo ou no instagram do autor @joaopalmo

The post Já está no ar a página 33 do livro Brevê, veja em primeira mão first appeared on GPS Brasília – Portal de Notícias do DF .

Fonte: Nacional

Comentários

Continue lendo

Brasil

Fabrício Gabriel fala de gratidão ao estrear como protagonista em “Franjinha e Milena Em Busca da Ciência”

Publicado

em

De Balneário Camboriú, intérprete do personagem-título, ele marca início da carreira de ator através da série

Após estrear como ator na série “Franjinha e Milena Em Busca da Ciência”, Fabrício Gabriel, que deu vida ao personagem-título, despertou o encanto de milhares de fãs. Com novas experiências na arte, desafios na carreira e momentos memoráveis nos bastidores, o jovem relata seu orgulho por interpretar o icônico personagem do universo de Mauricio de Sousa. “Interpretar o Franjinha foi incrivelmente gratificante. Poder apresentar conceitos científicos de uma forma simples e acessível para que todos os espectadores pudessem entender e se envolver foi uma experiência única”, declara ele.

Como um verdadeiro divisor de águas em sua trajetória, o projeto também lhe trouxe os sentimentos de gratidão e responsabilidade. “É uma honra enorme dar vida a um personagem querido por tantas pessoas”, confessou o jovem ator. Entre os grandes desafios esteve, principalmente, a linguagem técnica e avançada do personagem. “Ele é um gênio da ciência, com uma mente científica muito à frente dos garotos da sua idade”, explica Fabrício Gabriel que, para viver Franjinha, mergulhou de cabeça em seu mundo, estudando suas características e até mesmo assistindo a filmes relacionados ao tema de suas pesquisas, como a viagem no tempo. “Já lia muitas histórias em quadrinhos em que ele aparece, assisti filmes e animações que incluíam o personagem.

Também assisti outros filmes e animações que tinham personagens cientistas. Foi uma experiência sensacional”, diz.

Entre as cenas mais desafiadoras e marcantes, Fabrício Gabriel destaca momentos de intensa carga emocional para seu personagem. A cena em que Franjinha chora ao assistir um filme da vida montado por Milena foi particularmente desafiadora. “O Franjinha é conhecido por sua postura racional, focada na ciência e muitas vezes deixa de lado suas emoções, então, nesse momento, ele se permite sentir e expressar suas emoções”, entrega o ator.

Nos bastidores, o clima era de pura diversão. Fabrício Gabriel compartilha que viveu muitos momentos engraçados e memoráveis, como as partidas de futebol entre os membros da equipe, que muitas vezes terminavam com a bola perdida nos lugares mais inusitados. “Formamos uma grande família”, conta.

Para além de toda a diversão, ele deseja inspirar crianças através de seu trabalho refletido nas telinhas, transmitindo uma mensagem autêntica e inspiradora para os espectadores. “A série mostra valores como o amor pelo conhecimento, a amizade e a resolução de problemas de forma científica, criativa e divertida. A mensagem que as crianças e os espectadores podem tirar é que a curiosidade, a perseverança e a colaboração são fundamentais para desvendar os mistérios da ciência e alcançar objetivos”, afirma Fabrício Gabriel.

Fonte: TOP FAMOSOS

Comentários

Continue lendo

Brasil

Príncipe Harry pode ter renovação de seu visto americano negado

Publicado

em

Por

Príncipe Harry pode ter renovação de seu visto americano negado
Emanuelly Fernandes

Príncipe Harry pode ter renovação de seu visto americano negado

O Príncipe Harry e Meghan Markle, a duquesa de Sussex, enfrentam a possibilidade de ter que deixar sua luxuosa mansão em Montecito, Califórnia, avaliada em R$ 79 milhões. O motivo? Problemas com o visto de Harry nos Estados Unidos. A informação foi divulgada pelo jornal britânico Daily Mirror e analisada por Richard Fitzwilliams, especialista na família real britânica.

Desde que deixou suas funções reais em 2020, o filho mais novo do Rei Charles III tem vivido nos Estados Unidos. No entanto, de acordo com o Daily Mail, a renovação de seu visto está em risco. Um juiz está atualmente avaliando a extensão da permanência de Harry no país após uma solicitação do Departamento de Segurança Interna dos EUA.

A questão surgiu após algumas revelações feitas pelo príncipe em seu livro de memórias, ‘O Que Sobra’. Harry admitiu ter usado diversas drogas, incluindo maconha, cogumelos, ayahuasca e cocaína. Ele relacionou seu uso de drogas ao período difícil que enfrentou após a morte de sua mãe, a Princesa Diana, em 1997.

O Daily Mail sugere que a documentação de visto de residência nos EUA exige a listagem de qualquer droga previamente consumida pelo requerente. Isso levanta a dúvida se Harry incluiu essas informações em seu formulário, conforme detalhou em seu livro.

O especialista real Richard Fitzwilliams comentou sobre a situação ao Daily Mail. “ O fato é que será muito embaraçoso, ou pode ser muito embaraçoso. O Harry pode ter incluído o uso de drogas em seu formulário de inscrição. Se não tiver feito isso, sem dúvida chegará às manchetes, e isso não será benéfico”, analisou.

Harry e Meghan renunciaram às suas funções reais em janeiro de 2020 e atualmente vivem em Montecito com seus dois filhos, Archie, 5 anos, e Lilibet, 2 anos.

The post Príncipe Harry pode ter renovação de seu visto americano negado first appeared on GPS Brasília – Portal de Notícias do DF .

Fonte: Nacional

Comentários

Continue lendo