Conecte-se conosco

Geral

Governo forma 325 alunos em cursos técnicos em diversas áreas

Publicado

em

Buscando profissionalizar e inserir os jovens no mercado de trabalho, o governo do Estado, por meio do Instituto de Educação Profissional e Tecnológica (Ieptec) Dom Moacyr, realizou a formatura de 325 alunos em cursos técnicos. O evento ocorreu no Teatro da Universidade Federal do Acre (Ufac), nesta quarta-feira, 29, às 18h, e contou com a presença do deputado federal Alan Rick.

325 alunos estão preparados para ingressar no mercado de trabalho. Foto: Diego Gurgel/Secom

“A última pesquisa do IBGE mostrou que o mercado está absorvendo muito mais a mão de obra dos cursos profissionalizantes do que aqueles que saem das faculdades, porque o primeiro grupo corresponde a trabalhadores já preparados com as ferramentas atualizadas para o mercado de trabalho”, afirmou o parlamentar.

“Eu fico muito feliz em poder ajudar o nosso Ieptec Dom Moacir com mais de R$ 9 milhões em emendas. Também entregamos ônibus e outros equipamentos que fortalecem o Instituto”, reforçou.

Alan Rick é um entusiasta dos cursos profissionalizantes, tendo destinado emendas e equipamentos para o Ieptec. Foto: Diego Gurgel/Secom

O representante do governador Gladson Cameli e secretário de Educação, Aberson Carvalho, reforçou que o Estado tem se preocupado em preparar a juventude acreana para o mercado de trabalho.

“É um momento de grande alegria ver estes jovens formados nas áreas técnicas. Temos certeza que eles serão acolhidos pelo mercado e poderão apresentar aquilo que aprenderam durante todo o curso. Por meio da educação, estamos criando oportunidades de trabalho e mudança de vida”, declarou Aberson Carvalho.

O secretário Aberson reforçou o compromisso da gestão com a educação e com geração de emprego e renda. Foto: Diego Gurgel.

Os cursos fazem parte do Programa de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec), em sua nova denominação Novos Caminhos do Governo Federal, em conjunto com o Mediotec, ação do próprio Pronatec, que oferece cursos técnicos simultâneos ao ensino médio.

Foram ministrados em 18 áreas de formação, todas de nível técnico, com duração média de um ano e meio, cada. Executados pelos centros de Educação Profissional e Tecnológica (CEPTs) da rede Ieptec para alunos de Rio Branco, Bujari e Senador Guiomard.

Soraia Souza, 19 anos, fala do quanto o curso agrega ao currículo. “Resolvi fazer o curso técnico em redes de computadores, porque sempre gostei dessa área de tecnologia e acredito que vá acrescentar muito ao meu currículo”, declara.

Italo Conceição tem a expectativa de dobrar de salário com a conclusão do curso. Foto: Diego Gurgel/Secom.

Italo Conceição, 22 anos, fez o curso técnico de Eletrotécnica. O jovem já trabalhou como eletricista e tinha vontade de se especializar. “Agora, vou largar o emprego de auxiliar de produção de indústria para voltar ao ramo de eletricista”.

Ele reforça que o salário dele pode saltar de R$ 1.212 para R$ 2.500 com a troca de profissão.

Caio Cavalcante, 20 anos, formou- se no Curso Técnico de Áudio e Vídeo. Ele reforça que os cursos são oportunidades de melhorar o currículo e facilitar o ingresso no mercado de trabalho:

Os cursos gratuitos trazem conhecimento extra para que estes jovens adentrem o mercado de trabalho. Foto: Diego Gurgel/Secom.

“É uma oportunidade única de fazermos cursos gratuitos e até com bolsas de custeio, o que é um incentivo a mais para que consigamos o nosso tão sonhado diploma”.

Comentários


Geral

ROTAM prende dois e apreende arma de fogo em bairro da Capital

Publicado

em

Segundo a PM, os militares faziam uma abordagem em um veículo, quando ouviram um disparo bem próximo do local onde acontecia a ação dos militares.

Por Angélica Florêncio/Com informações James Silva

Uma guarnição da Rotam (Rondas Ostensivas Tático Móvel) logrou êxito e prendeu dois homens e aprendeu uma arma de fogo durante um patrulhamento de rotina, no bairro Vitória, na região do São Francisco, em Rio Branco.

Segundo a PM, os militares faziam uma abordagem em um veículo, quando ouviram um disparo bem próximo do local onde acontecia a ação dos militares. Diante do perigo eminente, a guarnição se deslocou em direção de onde veio o barulho dos tiros e encontrou dois homens, com eles, a polícia encontrou uma arma de fogo, uma munição intacta e duas deflagradas.

Após o flagrante, a dupla foi presa e encaminhada a Delegacia Central de Flagrantes – Defla, onde foram ouvidos pelo delegado de plantão.

Comentários


Continue lendo

Geral

Amazônia é o bioma com mais pastagens no Brasil, segundo estudo do MapBiomas

Publicado

em

Nas últimas duas décadas, a área de pastagem cresceu 40% na Amazônia. No mesmo período, esse tipo de cobertura de solo diminuiu substancialmente na Mata Atlântica (28%) e no Cerrado (10%), onde 10,2 milhões de hectares foram transformados em lavouras temporárias.

O avanço das pastagens sobre a Amazônia a colocou no topo da lista dos biomas com maior área, em termos percentuais, com 36%. Cerrado (31%), Mata Atlântica (18%), Caatinga (12%) e Pantanal (2%) vêm na sequência.

Com exceção de Minas Gerais, com 19,3 milhões de hectares, os outros dois estados líderes em área de pastagens no Brasil ficam na Amazônia Legal: Pará (21,1 milhões de hectares) e Mato Grosso (20,2 milhões de hectares).

Os dados fazem parte de um mapeamento inédito do MapBiomas que foi apresentado na última quarta-feira, 30 de novembro, pelo YouTube. O estudo revela que de toda a área desmatada no Brasil, que já se aproxima dos 35% do território nacional, aproximadamente 90% foram ou continuam sendo pastagem.

Com presença nos seis biomas, a pastagem ocupa atualmente algo em torno de 151 milhões de hectares de norte a sul do país. Mas a área total pode ser ainda maior porque esse número não integra parte dos campos naturais, principalmente no Pampa e Pantanal.

Esses dois biomas cobrem 12 milhões de hectares no país, e áreas de mosaico de usos, onde não é possível separar agricultura e pastagem (ou elas ocorrem de forma consorciada), e que cobrem 42 milhões de hectares.

Comentários


Continue lendo

Geral

Twitter pode ter dado preferência a candidatos da esquerda no Brasil, diz Musk

Publicado

em

REUTERS/MIKE BLAKE/FILE PHOTO

Novo dono da rede social falou sobre possíveis manipulações que teriam beneficiado candidatos também nos Estados Unidos

O dono do Twitter, Elon Musk, disse, neste sábado (3), achar “possível” que a equipe da empresa de mídia social, na gestão passada, tenha dado preferência a candidatos de esquerda durante as eleições brasileiras deste ano.

“Vi muitos tuítes preocupantes sobre as recentes eleições no Brasil. Se esses tuítes forem precisos, é possível que o pessoal do Twitter tenha dado preferência a candidatos de esquerda”, escreveu Musk.

O bilionário deu as declarações quando falava sobre possíveis manipulações das eleições americanas e não apresentou provas sobre a atuação da gestão anterior da empresa.

Musk completou a compra do Twitter em 27 de outubro, poucos dias antes do segundo turno da eleição presidencial do Brasil, com a disputa entre Jair Bolsonaro (PL) e Luiz Inácio Lula da Silva (PT).

No início deste ano, Bolsonaro recebeu Musk em uma reunião em São Paulo, quando chamou a aquisição do Twitter pelo bilionário americano de “um sopro de esperança” e o apelidou de “lenda da liberdade”.

Tanto Lula quanto Bolsonaro usaram amplamente o Twitter durante o processo eleitoral. Na campanha, diversos políticos e influenciadores tiveram a conta suspensa por ordem judicial por divulgação de notícias apontadas como falsas e após questionarem o resultado da eleição.

Com informações da Agência Reuters

Comentários


Continue lendo

Em alta