Acusado será transferido para o presídio na Capital nas próximas horas – Foto: Alexandre Lima
Alexandre Lima

Um crime que vinha acontecendo a cerca de quatro anos na zona rural de Brasiléia, chegou ao fim na manha desta quarta-feira, dia 29, quando o delegado Roberto Lucena e seus agentes, cumpriram o mandado de busca e prisão em desfavor de um homem, acusado de abusar sexualmente de uma de suas filhas que é deficiente auditiva.

O abuso vinha acontecendo no Seringal Humaitá, distante cerca de 58km da cidade. Hoje, a menor que está com 13 anos, está gravida do pai de quase quatro meses. O caso vinha sendo mantido em segredo de justiça devido a gravidade dos fatos, que vinha sendo investigado após denuncia de familiares.

Delegado Roberto Lucena cumpriu o mandado de prisão contra o acusado – Foto: Alexandre Lima

José Antonio Pinto (46), o ‘Zé Pinto’, que teve sua prisão preventiva decretada por motivo de garantia de ordem pública e integridade da vítima. O acusado confirmou o abuso durante entrevista na delegacia se mostrou estar arrependido, além de temer por sua vida daqui por diante.

O caso ainda está em aberto, pois, o acusado é pai de outras menores. José está isolado numa cela da delegacia de Brasiléia, onde espera ser transferido nas próximas horas para o presídio estadual Francisco de Oliveira Conde, onde irá aguardar o pronunciamento da Justiça.

A menor está sendo acompanhada por profissionais da saúde e pelo Ministério Público.

Mais informações a qualquer momento.

José irá esperar o pronunciamento da Justiça no presídio da Capital – Foto: Alexandre Lima

VEJA VÍDEO REPORTAGEM ABAIXO

Comentários