O candidato a governador, Coronel Ulysses Araújo (PSL), apresentou para os eleitores a proposta para o fomento da economia acreana, durante a Caminhada 17, nesta quarta-feira (5), na Regional do São Francisco.

Segundo o candidato de Bolsonaro no Acre, para que as indústrias possam se instalar no Estado, é preciso fomentar a agropecuária, aumentando a produtividade e garantindo itens básicos do primeiro setor que poderão ser aproveitados pelas empresas locais, gerando renda e emprego.

“O atual governo possui tentativas de industrialização e várias empresas falidas, porque não permitiram que o setor privado pudesse se desenvolver. Em nosso governo vamos destravar a roda da economia desburocratizando o Estado através da facilitação da vida dos empreendedores, criando um ambiente de negócio e segurança jurídica que permita o crescimento e a geração de riqueza para o Estado”, explicou Coronel Ulysses.

Para o candidato, os últimos 20 anos acabaram com o setor produtivo, deixando milhares de desempregados e abrindo um campo fértil para a criminalidade, em que muitos jovens acabaram se perdendo.

“Combateremos sem trégua a criminalidade, uma prioridade, mas vamos dar condições para que as pessoas possam se afastar desse mundo do crime. Para isso é preciso acreditar nas empresas, na iniciativa privada, no comércio que faz produzir e gerar empregos”, detalhou.

Participaram da caminhada o candidato a vice-governador, Réssini Jarude, e os candidatos a deputado (estadual e federal).

Nesta quinta-feira (6), o candidato estará na Baixada da Cadeia Velha para visitar os moradores e comerciantes.

Comentários