Coronel da reserva, Manoel Pedro, ao lado de sua esposa, natural da cidade de Brasiléia. Foto/arquivo familiar

O Coronel aposentado da Polícia Militar do Acre Manoel Pedro Neto, 63 anos de idade, foi morto no começo da noite desta quinta-feira, 14, em Sena Madureira. Ele foi alvejado com pelo menos dois disparos, um deles na testa.

Segundo informações, o Coronel aposentado estava nas proximidades da Feira Livre dos Colonos quando teria sido vítima de um assalto. Os infratores intencionavam roubar um cordão que estava em seu pescoço, mas Manoel Pedro teria esboçado reação e acabou sendo baleado.

Uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) foi acionada e resgatou a vítima do local, entretanto, ao dar entrada no Pronto Socorro do Hospital João Câncio Fernandes, ele já estava sem vida. O corpo permaneceu no necrotério do hospital local até ser encaminhado para o IML na Capital.

Manoel Pedro nasceu e se criou em Sena Madureira, mas atualmente morava fora do estado. Ele era dono de um Galpão no Bairro da Pista, próximo à Feira Livre, onde armazenava farinha.

Manoel Pedro Neto também foi chefe do Gabinete Militar, no governo de Orleir Cameli. o ex-coronel da PM do Acre  e exerceu vários comandos pelo Estado, inclusive no 10º Batalhão do Alto Acre, localizado na cidade de Brasiléia, onde conheceu sua esposa, Francisca Amaral Meireles, ‘Kinha’, casados a mais de 30 anos.

Até o fechamento da matéria o autor dos disparos não tinha sido localizado. Mais informações a qualquer momento.


Com informações de senaonline

Comentários