Alan Rick

O deputado federal Alan Rick (PRB) continua na luta em prol da comunidade acadêmica brasileira que estuda no exterior. Com o objetivo de diminuir as altas taxas cobradas pelas remessas internacionais de divisas realizadas pelos pais ou responsáveis para o auxílio dos estudantes no exterior, o parlamentar acreano encaminhou uma indicação ao Ministro da Fazenda, a fim de reduzir os custos dessas remessas.

“As pessoas que buscam estudar no exterior muitas vezes tomam essa decisão justamente para economizar e dar conta de pagar a faculdade, tendo em vista que os cursos oferecidos no Brasil são demasiadamente caros, principalmente medicina.  Como se não bastassem os custos com a educação, também convivem com as altas tarifas bancárias cobradas na remessa de divisas pelas instituições bancárias”, explica Alan.

O governo federal lançou o programa “Ciência sem Fronteiras”, conduzido pelo Poder Executivo com vistas a proporcionar a capacitação dos jovens brasileiros acadêmicos por meio de participação em cursos universitários de escolas fora do país. Mas a regulação bancária não favorece e não acompanha as diretrizes do programa.

“Nada mais justo que o Estado, por todos os meios e áreas de influência, buscar a garantia de uma prática que venha favorecer o próprio crescimento, tendo em vista que vai proporcionar a manutenção de estudantes no exterior, inclusive daqueles beneficiados pelo programa Ciência sem Fronteiras”, explica.

Alan Rick finaliza afirmando que toda a sociedade ganha com essa medida, tendo em vista que serão mais brasileiros capacitados no país.

Comentários