fbpx
Conecte-se conosco

Flash

Acre registra 37 feminicídios em 3 anos e MP cria ferramenta para dar mais transparência aos processos

Acre é o estado com a maior taxa de feminicídio do país. Quase 60% dos crimes são praticados por companheiros ou ex das vítimas, aponta relatório.

Publicado

em

Acre tem a maior taxa de feminicídio do país – Foto: Arte/G1

Por Tácita Muniz

Em março de 2015 entrava em vigor a lei do feminicídio, que aumenta a pena para autores de assassinato de mulheres simplesmente pelo fato do gênero. A lei considera feminicídio quando o assassinato envolve violência doméstica e familiar, menosprezo ou discriminação à condição de mulher da vítima. E o Acre, proporcionalmente, é o estado com maior número de feminicídios do país.

Um estudo divulgado pelo Observatório de Análise Criminal do Núcleo de Apoio Técnico (NAT), do Ministério Público, levantou dados importantes sobre esses crimes no estado. De acordo com o levantamento, nos últimos 3 anos, o estado perdeu 37 mulheres para o feminicídio – configurando uma taxa de 2,5 feminicídios para cada 100 mil mulheres no Acre.

O levantamento mostra ainda que das 22 cidades acreanas, 14 registraram pelo menos um caso de feminicídio, sendo Rio Branco em Rio Branco o maior número de registros, com 17 casos, e Tarauacá em segundo com quatro casos.

Mortas pelos companheiros

Outro ponto importante apontado pelo estudo é que 59% dos autores eram companheiros ou ex das vítimas e os crimes foram motivados por ciúmes (30%), motivo torpe ou fútil (22%) e separação (11%). A arma mais utilizada pelos agressores para matar as mulheres é faca e esse tipo de crime tem maior ocorrência entre a noite e madrugada.

A procuradora do Ministério Público do Acre (MP-AC), Patrícia Rêgo, que acompanha os indicadores de feminicídio e violência doméstica no estado, explica que o estudo divulgado pelo órgão é uma maneira de entender o cenário do estado e assim começar a traçar estratégias para que o estado saia do topo deste triste ranking.

“Resolvemos primeiro fazer esse estudo para compreender. É preciso lembrar que o crime de feminicídio não é aleatório, não é um crime que acontece por acaso. Via de regra, ele é o último degrau da violência doméstica e o Acre é o estado que mais mata mulher, então, é o lugar menos seguro para a mulher ficar. Os dados mostram que a maior parte acontece no lar, que deveria ser um lugar de aconchego, segurança, paz e tranquilidade. Nossa casa deveria ser isso, mas para a mulher não é”, destaca.

A procuradora fala ainda que a importância desse estudo é para que todos os órgãos envolvidos e também a sociedade civil entendam e tenham a dimensão do problema que deve ser enfrentado – isso de forma detalhada.

“O estudo é um olhar sobre essa realidade, não dá para enfrentar uma realidade sem entendê-la, então, esse é o primeiro objetivo do estudo, que nos mostra que em grande parte o autor do crime é o companheiro da vítima, a pessoa que a vítima escolheu para amar e construir família”, enfatiza.

Acre e Alagoas possuem as maiores taxas de feminicídio do país – Foto: Guilherme Gomes/G1

Transparência

O levantamento do MP mostra ainda que entre os 37 feminicídios, seis autores foram mortos – ou por intervenção militar ou suicídio. Porém, foram 30 ações penais, 18 sentenças e 14 condenações neste período. Para a procuradora, dar mais transparência ao andamento desses processos é importante para que as pessoas entendam todas as fases da parte repressiva no que diz respeito ao crime contra a mulher.

Patrícia destaca que esses dados são respostas a alguns questionamentos que precisam ser refletidos pela sociedade geral. Foi por isso que o MP-AC lançou, no 1º Encontro de Procuradores-Gerais de Justiça e Corregedores do Ministério Público da Região Norte, a ferramenta “feminicídômetro”.

Ela vai disponibilizar o acompanhamento e transparência do processo penal em todas as suas fases, seguindo uma linha do tempo, desde à data da ocorrência do fato, a instauração e conclusão dos inquéritos, passando pelo oferecimento da denúncia pelo Ministério Público, até a data do julgamento, com informação da respectiva sentença e da pena ao acusado.

“A gente resolveu lançar o feminicídômetro como algo que deve ser transparente para que as pessoas consigam acompanhar todo esse processo. São informações básicas e também vamos disponibilizar esses estudos na plataforma. Além disso, resolvemos criar também o Observatório de Violência de Gênero para a gente continuar acompanhando esses crimes contra a mulher motivados pela questão de gênero. Isso é uma forma de entender e melhorar medidas para se evitar o feminicídio, que é o último degrau dessa violência”, pontua.

Irmã de vítima de feminicídio no Acre fala sobre as marcas que o crime deixa na família

‘Foi morta por quem ela tinha como super-herói’

Um dos casos mais recentes de feminicídio foi o da Adriana Paulichen, de apenas 24 anos. O réu confesso do crime era seu marido, Hitalo Marinho Gouveia, de 33 anos. Ela foi morta no dia 9 de julho após 12 horas de agressões mútuas entre o casal.

A briga começou porque ela descobriu a traição dele. Hitalo traiu a mulher com a melhor amiga dela e ao ser questionado decidiu agredir e matar Adriana na frente do filho de meses de vida. O crime aconteceu em uma pequena loja que ela tinha e onde os dois estavam hospedados porque estavam no meio de uma mudança. Ela foi esfaqueada e depois estrangulada pelo próprio marido. Ele continua preso aguardando julgamento.

Todos, inclusive a família, foram pegos de surpresa com o crime. Andréia Paulichen, irmã da vítima, é quem cuida do filho dela atualmente. O feminicídio é um crime que deixa marcas em todas a família e, segundo o MP, deixou 47 órfãos nos últimos três anos.

“Ela foi assassinada por alguém que dizia que a amava, que postava em suas redes sociais declarações, dizendo que ela era o amor da vida dele. Alguém que se vestia de super-herói e acredito que era assim que ela tinha ele: como um super-herói. Era assim que eles se vestiam; com camisetas de super-heróis”, lamenta.

Passados mais de dois meses, Andréia conta que ainda é difícil acreditar em tudo que aconteceu. Ela lembrou ainda que a irmã, além das agressões físicas, foi humilhada e sofria violência psicológica, principalmente durante a gravidez.

“Ela foi traída pelo marido, pela melhor amiga e pra ele ainda foi pouco, ele ainda teve que tirar a vida dela. A gente não consegue entender, por mais que busque, o motivo para tanta crueldade. Ele tirou tudo dela”, diz muito emocionada.

Adriana foi morta pelo marido; a irmã conta que ele o tinha como ‘super-herói’ – Foto: Arquivo pessoal

Atualmente, o filho de Adriana tem apenas oito meses. A irmã ficou com a guarda e diz que ainda o leva para ver a mãe de Hitalo. Para cuidar do sobrinho, ela se afastou do trabalho. O impacto foi ainda maior porque no dia que enterrou a irmã descobriu que estava grávida.

“A gente não vive direito, me afastei do meu trabalho para cuidar do filho dela, que foi a única coisa que sobrou dela. Uma criança que presenciou tudo, embora seja tão pequena, mas ele estava lá. Eu não sei como vai ser quando ele vai crescer, como vou falar para ele. O que vou falar? Como vou falar? São tantas interrogações. E eu faço um apelo a todas as mulheres que, se por algum momento achar que vai passar por tal situação como minha irmã passou, que fuja, que corra, que procure as autoridades, mas que não se permita mais, já chega de tantas mulheres inocentes passar por isso. São muitas famílias que sofrem”, finaliza emocionada.

A nova legislação alterou o Código Penal e estabeleceu o feminicídio como circunstância qualificadora do crime de homicídio. Também modificou a Lei de Crimes Hediondos para incluir o feminicídio na lista. Com isso, o crime de homicídio simples tem pena de seis meses a 20 anos de prisão, e o de feminicídio, um homicídio qualificado, de 12 a 30 anos de prisão.

Registros mostram trabalho feitos pelo CAV; equipe oferece apoio às vítimas de violência de gênero – Foto: Divulgação/Centro de Atendimento à Vítima do MP-AC com montagem de Élcio Horiuchi/G1

Atendimento à vítima

Foi para tentar dar suporte e norte às vítimas e seus familiares que o Ministério Público do Acre criou em 2016 o Centro de Atendimento à Vítima (CAV). Patrícia conta que dessa forma, a família é atendida e encaminhada à rede de proteção – com atendimentos de saúde física e mental – e ainda ser orientada com relação ao processo judicial.

A gente faz essa intervenção, fazemos o acompanhamento e encaminhamos para a rede de proteção, que trabalha vários vieses, como saúde psicológica, física e também tratamos da questão de indenização pelos danos causados à vítima – seja ela direto ou indireta, como é o caso dos familiares”, destaca.

O trabalho do CAV já rendeu dois prêmios: o Selo FBSP de Práticas Inovadoras de Enfrentamento à Violência Contra as Mulheres em 2018 e também o 1º lugar na categoria “Defesa de direitos fundamentais” do Prêmio CNMP em 2019. O primeiro é um reconhecimento do Fórum Brasileiro de Segurança Pública, um dos parceiros do G1 no Monitor da Violência; e o segundo, do Conselho Nacional do Ministério Público.

Comentários

Continue lendo

Flash

Mudando vidas através da educação: Prefeito Sérgio Lopes entrega mais uma escola na zona rural de Epitaciolândia

Publicado

em

Fazendo parte das comemorações dos 32 anos de emancipação político-administrativa de Epitaciolândia, a prefeitura inaugurou a escola Maria Ester de Oliveira no Núcleo de Base São Sebastião.

O dia foi de festa na Comunidade São Sebastião dentro da Reserva Extrativista Chico Mendes Seringal Porongaba, a prefeitura inaugurou neste sábado, 25, mais uma escola construída com recursos próprios (RP). Foram investidos cerca de R$ 200 mil reais.

 

A Escola Maria Ester de Oliveira, foi construída pela prefeitura em parceria com a comunidade e está dentro dos padrões de qualidade do MEC. Conta com três salas de aula, cozinha, refeitório, banheiros e sala de diretoria, além disso, a escola foi toda climatizada, foi construído também, cerca em todo o pátio da para dar mais segurança ao local.

Fizeram parte do dispositivo o prefeito Sérgio Lopes acompanhado do deputado federal Roberto Duarte, Raimundo Nonato Gondim Secretário Municipal de Educação, vereadores de base, Marco Ribeiro e Pantico da Água, Nilcilene Eduíno Diretora de Ensino, professora responsável pela Escola Mauriane, presidente da Amoprelândia (Associação de Moradores da Reserva Extrativista de Epitaciolândia) José Maria (Açúcar), Professor Leandro Melo, e o presidente do Núcleo de Base Lázaro.

Marcaram presença ainda secretários municipais, assessoria de imprensa, professores, coordenadores, servidores e comunidade em geral.

O que disseram:

Ao fazer uso da fala todos reconheceram o esforço e o compromisso que o prefeito Sérgio Lopes tem com a educação.

O professor Leandro Melo filho da comunidade, expressou bem a emoção que todos sentiram ao ver uma obra de tamanha importância sendo entregue.

“Não tenho palavras para expressar tamanha alegria, há muitos anos que nós reivindicamos melhorias aqui na Comunidade São Sebastião, já estudamos dentro de Galpão no meio de ratos, na chuva, no sol, e em uma sala que mal cabia os alunos; No início da gestão do prefeito Sérgio Lopes em sua primeira visita aqui na comunidade eu pedi ele que construísse uma escola e ele se comprometeu em fazê-la,  hoje, está cumprindo com sua palavra, por isso, é um momento ímpar, momento de muita gratidão a ele e a todos os envolvidos nesse processo.” Destacou o professor.

Após a sua fala, o professor Leandro Melo agraciou o prefeito Sérgio Lopes com uma placa de agradecimento, o ato de entrega feito pelos alunos da escola causou muita emoção no prefeito que não conteve as lágrimas por ver seus esforços sendo reconhecido por todos…

O vereador Marco Ribeiro parabenizou o prefeito por mais essa obra que vai atender muito bem a comunidade escolar do São Sebastião. Pantico da Água enalteceu o trabalho que o prefeito Sérgio Lopes vem realizando em todo o município, “Me sinto orgulhoso de hoje fazer parte dessa gestão, um prefeito que ama seu povo. ” Pontuou o vereador.

O deputado federal Roberto Duarte, ficou entusiasmado ao ver a qualidade da obra, escola moderna, padrão de qualidade.

“Eu fiquei muito entusiasmado ao ver a qualidade da obra, e mais ainda e poder acompanhar o excelente trabalho que o prefeito Sérgio Lopes vem desenvolvendo em prol da população de Epitaciolândia, uma escola que atende todos os padrões de qualidade, toda climatizada dentro de uma reserva extrativista, demostra o compromisso que ele tem com a educação e com todos, parabéns prefeito, parabéns a todos os envolvidos e a comunidade que está ganhando esse mega presente. ”

Roberto Duarte garantiu que destinará emendas para a construção de uma quadra sintética e uma unidade básica de saúde dentro do Núcleo de Base São Sebastião.

..Emoção, gratidão e alegria de dever cumprido…

Muito emocionado com o carinho recebido pela comunidade, Sérgio Lopes falou da alegria em entregar mais uma obra de tamanha importância na sua gestão.

“É um momento de muita alegria, estamos inaugurando nossa 37ª Obra, hoje entregamos mais uma escola, estamos cumprindo um compromisso assumido no início da gestão, para mim é motivo de orgulho em saber que estamos contribuindo com o futuro dos moradores da comunidade São Sebastião e adjacências, uma escola de qualidade toda climatizada que vai oferecer segurança e conforto para nossos alunos, professores e servidores, quero agradecer a todos que nos ajudaram a realizar esse sonho tão esperado, eu digo sempre, a educação é o mecanismos mais sólido e robusto para transformar pessoas e construir bons cidadãos.” Finalizou Lopes.

Durante a cerimônia foi feito apresentações culturais pelos alunos da escola Alcindo Monteiro da comunidade Mato Grosso apresentação com Grupo de forro do Sr. Silva e clospay do homem aranha.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Comentários

Continue lendo

Flash

Aliança entre Progressistas e PL oficializa apoio à reeleição de Tião Bocalom

Publicado

em

Foto: Sérgio Vale

Alysson Bestene é anunciado como pré-candidato a vice-prefeito na chapa de Tião Bocalom. Governador Gladson Cameli reforça união e continuidade das ações entre governo e prefeitura

Neste sábado, 25, a sede do Progressistas (PP) em Rio Branco foi palco da oficialização da aliança com o Partido Liberal (PL), reunindo centenas de pessoas para apoiar a pré-candidatura à reeleição do prefeito Tião Bocalom. O evento, realizado na Rua Major Ladislau, bairro Abrão Alab, também marcou o anúncio de Alysson Bestene, secretário de governo do PP, como pré-candidato a vice-prefeito.

Parceria e União

O governador Gladson Cameli participou da solenidade, destacando a importância da união entre Tião Bocalom (PL) e Alysson Bestene (PP). Cameli ressaltou que a gestão da prefeitura está funcionando bem e que a aliança entre governo estadual e municipal é essencial para o progresso. “Estamos juntos para cuidar das pessoas, porque o que está dando certo não precisa ser mudado. É necessário ter comunidade e que a gente também ajude, união entre governo e Prefeitura”, declarou o governador.

Evento atrai centenas de pessoas e lideranças políticas, consolidando a aliança da direita em Rio Branco – Foto: Sérgio Vale

Fortalecimento das Ações

Durante o evento, Cameli adiantou que o governo fortalecerá a parceria com a prefeitura, especialmente no asfaltamento de ruas, além de outras áreas como saúde, educação e segurança pública. “Cada um fazendo a sua parte, conseguiremos dar uma resposta. Temos que aperfeiçoar”, afirmou.

Aliança da Direita

O prefeito Tião Bocalom afirmou que a aliança representa a união da direita rumo às eleições municipais de outubro. “Estou feliz porque sei que, juntando toda a nossa direita, estamos realizando o sonho da grande maioria do povo. Quem será beneficiado é o povo de Rio Branco e, com certeza, do estado do Acre”, garantiu.

Apoio Governamental

Bocalom expressou sua gratidão pelo apoio de Gladson Cameli, destacando a importância da parceria para a disputa eleitoral. “Agradeço imensamente ao governador pela postura que tem tido. Quem não quer o apoio do Governador? Eu sempre quis”, destacou.

Foto: Sérgio Vale

Compromisso com a População

Alysson Bestene, pré-candidato a vice-prefeito, reforçou que a parceria está fortalecida em prol da população de Rio Branco. “Parceria firmada em prol das pessoas que vivem e morrem em Rio Branco”, descreveu.

Presenças Marcantes

O evento contou com a presença de várias lideranças políticas, incluindo o primeiro-secretário da Assembleia Legislativa, deputado estadual Nicolau Júnior; o presidente da Câmara Municipal de Rio Branco, vereador Raimundo Neném; os vereadores Samir Bestene, Ismael Machado e Lene Petecão; além de Aberson Carvalho, presidente da executiva municipal do PP e secretário de governo; João Paulo Bittar, presidente da executiva municipal do PL, e outras autoridades.

A oficialização da aliança entre Progressistas e PL fortalece a base de apoio à gestão de Tião Bocalom e sinaliza um caminho de continuidade e fortalecimento das ações governamentais em Rio Branco.

Comentários

Continue lendo

Tudo Viagem

Voos do Acre para 2 cidades por menos de R$ 900 (ida e volta) em mais um feirão

Publicado

em

As companhias Gol e Azul lançaram mais um feirão de passagens aéreas para os consumidores do Acre.  De Rio Branco para Belo Horizonte (Aeroporto de Confins) tem passagens de ida e volta em voo direto da Azul por apenas R$ 897 (ida e volta). Vale ressaltar que a companhia Azul iniciará em 4 de outubro deste ano voos no Acre. Acesse AQUI essa promoção.

Nos voos diretos da capital acreana para Porto Velho que também serão iniciados pela Azul em outubro tem passagens pelo valor de R$ 994. No feirão de passagens aéreas da da Gol tem voos de Rio Branco para Cruzeiro do Sul por R$ 828. Essa promoção é para você viajar em voo direto da Gol na ida e no retorno.

Voos saindo de Porto Velho por apenas R$ 245 (ida e volta)

Outro destaque da Gol em voo direto são as passagens da capital acreana para Manaus por 1.114. A equipe do Tudo Viagem encontrou passagens por apenas R$ 245 (ida e volta) de Porto Velho para a cidade de Ji-Paraná em voo direto d Azul. . Acesse AQUI essa promoção.

As passagens aéreas estão com as taxas de embarques inclusas. Os menores valores são para viagens de agosto a novembro deste ano. As promoções acabam às 8 horas de segunda-feira (26/5).

.Garanta aqui passagens aéreas de Rio Branco para Belo Horizonte por R$ 897 (ida e volta)

Garanta aqui passagens aéreas de Rio Branco para Porto Velho por R$ 994 (ida e volta)

Garanta aqui passagens aéreas de Rio Branco para Manaus por apenas R$ 1114 (ida e volta)

Garanta aqui passagens aéreas de Rio Branco para Brasília por R$ 1338 (ida e volta)

Garanta aqui passagens aéreas de Rio Branco para Cruzeiro do Sul por R$ 828 (ida e volta)

Garanta aqui passagens aéreas de Rio Branco para São Paulo por R$ 1987 (ida e volta)

Garanta aqui passagens aéreas de Rio Branco para Rio de Janeiro por R$ 1450 (ida e volta)

Garanta aqui passagens aéreas de Rio Branco para Fortaleza por R$ 1503 (ida e volta)

*Promoção por tempo limitado e sujeita a variação de preços conforme disponibilidade de assentos promocionais

Faça aqui a sua pesquisa e garanta desconto na compra das passagens aéreas para outras cidades

Garanta aqui descontos especiais na reserva do hotel

Atenção: O Alto Acre não vende passagens aéreas, pacotes de viagens ou reservas de hotéis. O site apenas divulga as promoções, ficando o leitor livre para escolher a melhor opção.

 

Comentários

Continue lendo