Conecte-se conosco

Brasil

TSE disponibiliza aplicativos para serviços e consulta de resultados

Publicado

em

e-Título é um aplicativo móvel para obtenção da via digital do título de eleitor

Diversas plataformas podem auxiliar eleitorado em diferentes demandas

Faltando três dias para o 1º turno das eleições gerais no Brasil, que ocorre no próximo domingo (2), a população brasileira tem à disposição uma série de aplicativos que podem auxiliar na obtenção de informações e acesso a diversos serviços. Eles podem ser usados durante e após as eleições e ajudam a dar mais transparência a todo o processo eleitoral.

Os apps da Justiça Eleitoral são gratuitos e estão disponíveis nas principais lojas de aplicativo de smartphones e tablets. A recomendação é que os aplicativos sejam baixados até este sábado (1º), porque alguns deles, como o e-Título, não estarão disponíveis para serem baixados no dia do pleito.

Resultados

Um desses aplicativos é o Resultados. Pelo aplicativo, qualquer pessoa poderá acompanhar a apuração dos votos nos 26 estados e no Distrito Federal. Uma versão da ferramenta também pode ser acessada diretamente em uma página da internet.

No dia da eleição, as consultas podem ser feitas por nome da candidata ou do candidato ou pelo cargo em disputa. O aplicativo informará, em tempo real, os nomes de quem for eleito ou daqueles que vão disputar o 2º turno. Também será possível verificar os índices de comparecimento e abstenção, a quantidade de votos válidos, brancos e nulos, além do número de seções totalizadas.

O eleitorado poderá acompanhar ainda informações sobre as urnas eletrônicas, como os Boletins de Urna e o Registro Digital de Voto. A divulgação dos votos começará às 17h, no horário de Brasília. Este ano, o horário das eleições será unificado em todo o país e, por isso, a apuração dos resultados já poderá ser conferida após o encerramento da votação, sem necessidade de aguardar o encerramento em estados com o fuso horário diferente do de Brasília, como ocorria em anos anteriores.

Boletim na mão

Com o aplicativo Boletim na Mão, qualquer pessoa poderá conhecer os resultados apurados diretamente nas urnas eletrônicas. Isso porque a plataforma oferece, de forma rápida e segura, os conteúdos dos Boletins de Urna (BU) impressos no encerramento das atividades de votação em cada seção eleitoral.

O documento traz o total dos votos recebidos por cada candidata ou candidato, dos votos nulos e em branco e das abstenções ocorridas naquela seção eleitoral, entre outras informações. Os Boletins de Urna têm um QR Code que pode ser lido pelo aplicativo Boletim na Mão e mostrar os votos contabilizados especificamente na urna consultada.

e-Título

O e-Título é a plataforma em que o cidadão pode acessar a versão digital do título de eleitor. O aplicativo informa o endereço do local de votação e fornece informações sobre a situação eleitoral. Além disso, o app possibilita emitir certidões de quitação e de crimes eleitorais, pode ser usado ainda para justificar ausência no dia da votação, entre outros serviços.

Quem tem a biometria coletada pela Justiça Eleitoral pode comparecer à seção de votação e apresentar apenas o e-Título para poder ser identificado. Caso não tenha biometria, é necessária a apresentação de um documento oficial com foto para poder votar.

Pardal

Outro aplicativo sugerido pela Justiça Eleitoral é o Pardal, que estimula as pessoas a atuarem como verdadeiros fiscais da eleição, para coibir propaganda irregular de campanha e outros crimes.

A ferramenta permite que a pessoa faça a denúncia em tempo real. Após baixar o app, é possível fazer fotos ou vídeos e enviá-los para a Justiça Eleitoral como forma de subsidiar a denúncia.

O Pardal possibilita que as denúncias com indícios de irregularidade sejam encaminhadas ao Ministério Público Eleitoral (MPE) para averiguação. O app também pode ser baixado por formulário web nas páginas da Justiça Eleitoral.

Tira-Dúvidas

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) disponibiliza também o Tira-Dúvidas do TSE, como é conhecido o robô virtual no aplicativo de mensagens WhatsApp, para prestar esclarecimentos e fornecer informações sobre o processo eleitoral e as eleições deste ano em tempo real.

Por meio do chatbot, um tipo de assistente virtual, qualquer pessoa cadastrada recebe checagens sobre notícias falsas e informações sobre serviços da Justiça Eleitoral.

Para ter acesso à ferramenta, basta que a pessoa interessada adicione o telefone +55 61 9637-1078 à lista de contatos do WhatsApp ou acesse por meio do link. Aí é só mandar uma mensagem para o assistente virtual.

Alerta de Desinformação

Por fim, o TSE ainda mantém o Sistema de Alerta de Desinformação Contra as Eleições, em que é possível comunicar à Justiça Eleitoral o recebimento de notícias falsas, descontextualizadas ou manipuladas sobre as eleições ou o sistema eletrônico de votação.

As denúncias coletadas são repassadas às plataformas digitais e às agências de checagem para que promovam uma rápida contenção das consequências nocivas da desinformação. Dependendo da gravidade, os casos também podem ser encaminhados ao Ministério Público Eleitoral e demais autoridades, para a adoção das medidas legais cabíveis.

Comentários

Brasil

Eleitores de seis cidades voltaram às urnas hoje

Publicado

em

Eleitores de seis cidades voltaram às urnas hoje (27) para eleger prefeitos e vice-prefeitos. O pleito abrange os municípios de Tanabi (SP), Pedro Velho (RN), Canguaretama (RN), Maraial (PE), Ibitirama (ES) e Maiquinique (BA).
A votação segue até as 17h. Os eleitores devem apresentar título eleitoral físico ou digital e um documento oficial com foto, como RG, CNH ou passaporte.  

As eleições suplementares ocorrem quando há a anulação de mais da metade dos votos concedidos ao candidato – no caso, prefeito. A anulação é determinada por decisão da Justiça Eleitoral que negou o registro de candidatura ou cassou o diploma ou o mandato de político já eleitos.

Comentários

Continue lendo

Brasil

Descoberto na China 5 novos vírus em morcegos com potencial de infectar humanos, diz estudo

Publicado

em

Um dos novos vírus encontrados têm semelhanças com o famoso SARS-CoV-2 — coronavírus causador da Covid-19. Os cientistas rotulam os 5 encontrados como “preocupantes”

As informações divulgadas são do jornal britânico The Telegraph. As análises são de um estudo australiano que pesquisou 149 morcegos na província de Yunnan, cidade que faz fronteira com Laos e Mianmar.

Ao total, foram identificados 5 vírus “provavelmente patogênicos para humanos ou gados”. Entre os encontrados está um tipo de coronavírus com semelhanças importantes simultaneamente ao SARS-CoV-2 (causador da Covid-19) e o vírus da SARS — Síndrome Respiratória Aguda Grave.

“Isso significa que vírus semelhantes ao SARS-CoV-2 ainda estão circulando em morcegos chineses e continuam representando um risco de emergência sanitária”, afirma o professor Eddie Holmes, biólogo e virologista da Universidade de Sydney, coautor do estudo.

A pesquisa, pré-publicada na última quarta-feira (23/11) na BioRXiv, deverá passar por revisão de outros cientistas antes da publicação final.

O estudo mostrou que os morcegos são fontes naturais de constantes reinfecções simultâneas de diversos vírus — mostrando o potencial destes animais em abrigar microrganismos que podem trocar material genético, formando novos tipos de vírus.  

“A principal mensagem para levar para casa é que os morcegos podem abrigar uma infinidade de diferentes espécies de vírus, ocasionalmente hospedando-os ao mesmo tempo”, disse o professor Jonathan Ball, virologista da Universidade de Nottingham.

“Essas coinfecções, especialmente com vírus relacionados como o coronavírus, dão aos vírus a oportunidade de trocarem informações genéticas críticas, dando origem naturalmente a novas variantes”, disse.

Ainda segundo o jornal The Telegraph, mais de 400.000 pessoas são infectadas anualmente por diversos vírus transmitidos de morcegos no sul da China e outros países do sudeste asiático, de acordo com as estimativas mais atuais.

Dos 5 encontrados, o vírus BtSY2 é o que causa mais preocupação, por apresentar, ao mesmo tempo, características dos vírus causadores da Covid-19 e da SARS. A SARS matou 774 pessoas em um surto em 2003 onde 8.000 foram infectados.

O vírus BtSY2 possui os mesmos receptores de ligação da proteína spike do coronavírus. Estes receptores podem, facilmente, se ligar às células humanas. Isso é um forte fator sugestivo de que este vírus pode ter o mesmo potencial de nos infectar.

A pesquisa atual não explica como o vírus da Covid-19 “saltou” dos morcegos para humanos, mas também não exclui a possibilidade de vazamento de algum laboratório. Os estudos são importantes para acompanhar como o vírus da Covid-19 evolui nos morcegos e seu potencial de causar novas infecções futuras.

Fonte(s): The Telegraph / BioRxiv Imagem de Capa: Divulgação / NIAID

Comentários

Continue lendo

Brasil

Mega-Sena, concurso 2.543: prêmio acumula e deve chegar a R$ 65 milhões

Publicado

em

O sorteio do concurso 2.543 da Mega-Sena foi realizado na noite deste sábado (26) em São Paulo. O prêmio acumulou e deve chegar a 65 milhões de reais na próxima quarta (30).

Veja as dezenas sorteadas: 02 – 05 – 27 – 30 – 46 – 53.

Ninguém acertou as seis dezenas. Já 138 apostadores acertaram a quina e levam 29.679 reais cada. A quadra foi dividida entre 7.475 apostadores, que levam 782 reais cada.

O próximo sorteio, 2544, será realizado na próxima quarta-feira (30).

Comentários

Continue lendo

Em alta