o-governador-do-acre-tiao-viana-durante-reuniao-dos-governadores-petistas-com-o-presidente-do-partido-ruy-falcao-em-brasilia-distrito-federal-1399492739547_956x500

O governador do Acre, Sebastião Viana (PT) ajustou, durante reunião com o ministro da Fazenda, Joaquim Levy, em Brasília (DF), a possibilidade de o Estado do Acre contrair mais um empréstimo junto ao Banco Mundial.

Dessa vez, o valor do crédito deve ser de US$ 150 milhões. A ideia é investir em obras de saneamento básico e projetos educacionais em municípios do interior do estado.

Segundo o governo, a contratação está prevista para ser executada no próximo ano. A operação deve permitir a execução de ações de saneamento ambiental, principalmente nos municípios de difícil acesso, a exemplo de Jordão, Santa Rosa do Purus, Porto Walter e Marechal Thaumaturgo.

Segundo o secretário de Planejamento do Acre, Márcio Veríssimo Dantas, as discussões acerca do empréstimo se iniciaram ainda em 2014. “A proposta é de levar mais avanço para o interior do estado, para as áreas isoladas. Esses recursos serão utilizados em obras que já iniciamos com recursos do tesouro [estadual]. Naquele momento já tínhamos a previsão desse novo crédito”, explicou o gestor.

Segundo Dantas, o empréstimo deve ser contratado apenas em 2016, mesmo assim, as negociações com o governo federal já iniciaram de forma bastante antecipada. “Esse projeto abrange áreas fundamentais para o governo e portando é necessário que haja diálogo para a continuidade dos trabalhos nas áreas isoladas. São ações ligadas à redução do analfabetismo, à implantação de redes de água, esgoto, estação de tratamento, e, além disso, de aterros sanitários no interior do estado”, justificou o secretário de Planejamento.

Além de Márcio Veríssimo e Sebastião Viana, a secretária da Casa Civil, Márcia Regina Pereira, e da Fazenda, Joaquim Manoel Mansour, além dosecretário da Receita Federal, Jorge Rachid, também acompanharam a conversa com o ministro do governo Dilma Rousseff.

Do ac24horas.com

Comentários