Um trabalho investigativo que vinha sendo realizado desde setembro passado, resultou na prisão de dois maiores e dois menores acusados de estarem praticando roubos e furtos nas cidades de Brasiléia e Epitaciolândia, principalmente de motos que eram levadas para o lado boliviano.

Delegado titular de Epitaciolândia, Luís Tonini, juntamente com sua equipe de investigadores identificaram e prenderam os acusado.

Foi levantado pela equipe de investigação comandada delegado Luís Tonini, que estes vinham atuando em conjunto com mais outros comparsas no lado boliviano. As motos roubadas eram trocadas por drogas, armas, ou vendendo por preços irrisórios.

Dentre os acusados, um servia como ‘olheiro’ do grupo, escolhendo as vitimas. Foi descoberto que o mesmo é pensionista e mesmo assim, vinha atuando no mundo do crime. Foi apurado que aproximadamente 15 motos foram levadas para o lado boliviano, onde tem outro grupo apoiando.

“Com esse trabalho, acreditamos que desarticulamos o grupo que vinha tirando o sossego dos moradores da fronteira. Estavam bem a vontade até serem descobertos e presos”, destacou o delegado Luís Tonini.

Os maiores serão transferidos para o presídio estadual FOC nas próximas horas, enquanto os menores serão encaminhados ao judiciário, onde ficarão à disposição do Ministério Público e possivelmente encaminhado à pousada do menor.

 

Comentários