Nossa meta é diminuir despesas’, diz prefeito sobre demissões.
Prefeitura tem até o dia 10 de dezembro para regularizar situação.

G1

A Prefeitura de Xapuri, a 148 km da capital acreana, deve exonerar entre  80 a 100 servidores que ocupam cargos comissionados na cidade. A decisão foi confirmada pelo prefeito da cidade, Márcio Miranda (PSDB-AC), nesta quarta-feira (2).

De acordo com Miranda, as receitas dos municípios caíram cerca de 15% em relação a 2014 e os cortes seriam inevitáveis, pois, o Ministério Público Federal e a prefeitura teriam um acordo para extinguir o trabalho dos provisórios.

A medida, segundo o prefeito, visa gerar uma economia aos cofres públicos nos próximos meses. As exonerações devem ser feitas até o dia 10 de dezembro.

“Nós estamos sentando com os funcionários e mostrando a real situação. É consequência da crise, mas é um ajuste de conduta que é a prioridade”, diz.

Ele conta que o maior problema hoje é atender a ordem do MPF-AC e o mais rápido possível realizar concursos públicos. Porém, ele ressalta que a maioria dos cargos na administração municipal estão preenchidos o que pode ocasionar um cancelamento dos concursos.

“A maioria dos municípios está com as folhas de funcionários já elevadas e assim ocorrem os cancelamentos”, explica.

O prefeito disse ainda que os cortes serão realizados em todas as secretarias e os trabalhos administrativos devem ser os que mais sofrerão cortes.

“Saúde e Educação serão menos cortados, mas nas áreas de administração, gabinete e planejamento, os cortes serão bem drásticos”, finaliza.

Comentários