fbpx
Conecte-se conosco

Esporte

Palmeiras vence Corinthians por 2 a 0 e retoma vice-liderança do Brasileirão

Publicado

em

O Palmeiras venceu o Corinthians por 2 a 0 no clássico disputado nesta segunda-feira (01.07), válido pela 13ª rodada do Campeonato Brasileiro. Raphael Veiga e Vitor Reis marcaram os gols da vitória do Verdão no Allianz Parque. Mesmo jogando com um a menos desde os 18 minutos do segundo tempo, após a expulsão de Raphael Veiga, o Palmeiras conseguiu segurar o resultado.

Primeira Etapa

O Palmeiras começou a partida com intensidade e criou a primeira chance logo aos dois minutos. Raphael Veiga avançou até a entrada da área e chutou forte, mas Matheus Donelli defendeu, e Gustavo Henrique afastou o perigo. Gabriel Menino e Zé Rafael também tentaram, mas sem sucesso. O Corinthians respondeu aos 16 minutos com Wesley, que driblou Marcos Rocha e chutou cruzado para defesa de Weverton.

Aos 40 minutos, Flaco López teve uma boa oportunidade após receber passe de Gabriel Menino, mas Donelli fez a defesa. Nos acréscimos, Mosquito cruzou para Raniele, que finalizou fraco, facilitando a defesa de Weverton.

Segunda Etapa

No segundo tempo, Raphael Veiga voltou a ameaçar aos dois minutos, mas Donelli defendeu em dois tempos. Aos 11 minutos, o Verdão ampliou o placar. Raphael Veiga cobrou escanteio e Vitor Reis cabeceou para o fundo das redes. Pouco depois, uma confusão resultou na expulsão de Raphael Veiga, deixando o Palmeiras com um jogador a menos.

Mesmo em desvantagem numérica, o Palmeiras conseguiu controlar o jogo. Aos 23 minutos, Yuri Alberto teve uma chance para o Corinthians, mas chutou na rede pelo lado de fora. Weverton fez uma defesa crucial em cobrança de falta de Rodrigo Garro. Aos 33 minutos, Bidu cruzou na área, a bola desviou em Menino e Weverton se esticou para mandar para fora.

Situação no Campeonato

Com a vitória, o Palmeiras reencontrou o caminho dos triunfos e voltou à vice-liderança do Brasileirão, com 26 pontos, apenas um a menos que o líder Flamengo. O Corinthians, por outro lado, aumentou sua sequência sem vitórias para sete jogos e ocupa a 19ª posição, com apenas nove pontos.

Próximos Confrontos

O Palmeiras retorna a campo nesta quinta-feira, enfrentando o Grêmio no Estádio Centenário, em Caxias do Sul (RS), às 19 horas (de Brasília). Já o Corinthians jogará contra o Vitória, no mesmo dia, às 20 horas, na Neo Química Arena, em São Paulo. Ambas as partidas são válidas pela 14ª rodada do Campeonato Brasileiro.

FICHA TÉCNICA

PALMEIRAS 2 X 0 CORINTHIANS

Local: Allianz Parque, em São Paulo (SP)
Data: 01/07/2024
Hora: 20 horas (de Brasília)
Árbitro: Anderson Daronco (Fifa/RS)
Assistentes: Nailton Junior de Sousa Oliveira (FIFA-CE) e Rafael da Silva Alves (Fifa/RS)
VAR: Rodrigo Guarizo do Amaral (Fifa/SP)
Cartão vermelho: Raphael Veiga (Palmeiras)
Cartões amarelos: Raniele, Rodrigo Garro, Breno Bidon e Gustavo Henrique (Corinthians); Fabinho, Zé Rafael, Gabriel Menino, Abel Ferreira (Palmeiras)
Público pagante: 41.175 pessoas

GOLS: Raphael Veiga, aos 8, e Vitor Reis, aos 12 do 2ºT (Palmeiras)

PALMEIRAS: Weverton; Marcos Rocha, Vitor Reis, Naves e Piquerez; Fabinho (Gustavo Garcia), Zé Rafael (Jhon Jhon) e Raphael Veiga; Gabriel Menino (Vanderlan), Estêvão (Mayke) e Flaco López. Técnico: Abel Ferreira

CORINTHIANS: Matheus Donelli; Léo Mana (Matheuzinho), Cacá, Gustavo Henrique e Hugo (Matheus Bidu); Raniele (Igor Coronado), Breno Bidon e Rodrigo Garro; Gustavo Mosquito (Pedro Henrique), Yuri Alberto e Wesley (Pedro Raul).
Técnico: António Oliveira

Fonte: Esportes

Comentários

Continue lendo

Esporte

 Bahia atropela Athletico-PR na Ligga Arena e cola no G4 do Brasileirão

Publicado

em

Por

Em uma noite inspirada do ataque, o Bahia venceu o Athletico-PR por 3 a 1 na Ligga Arena, em Curitiba, nesta quarta-feira (10/07), em partida válida pela 16ª rodada do Campeonato Brasileiro. Os gols tricolores foram marcados por Everaldo, Biel e Luciano Juba, enquanto Lucas Di Yorio descontou para os donos da casa.

Com o resultado, o Esquadrão de Aço chegou aos 30 pontos e assumiu a quarta colocação, entrando de vez na briga por uma vaga na próxima edição da Copa Libertadores da América. O Furacão, por sua vez, estacionou nos 25 pontos e caiu para a sétima posição.

O Bahia abriu o placar logo aos nove minutos do primeiro tempo, com um golaço de Everaldo. O atacante recebeu passe de Biel e, de primeira, acertou um lindo chute no ângulo de Léo Linck. Aos 15, Biel ampliou para o Tricolor após jogada individual e finalização precisa.

O Athletico-PR diminuiu aos 16 minutos, com Lucas Di Yorio, que aproveitou cruzamento de Fernando e, de cabeça, mandou para o fundo das redes. A reação paranaense, no entanto, parou por aí. Aos 27 da etapa final, Luciano Juba cobrou falta com perfeição, a bola desviou na barreira e enganou Léo Linck, sacramentando a vitória baiana.

O próximo compromisso do Bahia será no próximo sábado (15), contra o Cuiabá, às 16h (de Brasília), na Arena Fonte Nova, pela 17ª rodada do Brasileirão. Já o Athletico-PR volta suas atenções para a Copa do Brasil, onde enfrenta o Ypiranga, também no sábado, às 18h, na Ligga Arena, pelo jogo de volta da terceira fase da competição.

FICHA TÉCNICA 

ATHLETICO-PR 1 X 3 BAHIA

Local: Ligga Arena em Curitiba (PR)
Data: 10/07/2024
Horário:
19 horas (de Brasília)
Árbitro: Felipe Fernandes de Lima (MG)
Assistentes: Fernanda Nandrea Gomes Antunes (MG) e Schumacher Marques Gomes (PB)
Cartões amarelos: Fernandinho e Thiago Heleno (Athletico-PR); Everaldo, Danilo Fernandes, Marcos Victor e Rezende (Bahia)
Gols: Everaldo aos nove minutos do 1ºT, Biel aos 15 minutos do 1ºT, e Luciano Juba aos 33 do 2ºT (Bahia), Lucas Di Yorio aos 16 do 2ºT (Athletico-PR)

Athletico-PR: Léo Linck, Léo Godoy (Madson), Mateo Gamarra, Thiago Heleno e Fernando Augusto; Gabriel (Bruno Zapelli) e Fernandinho; Emersonn (Pablo), Julimar (Cuello) e Christian; Lucas Di Yorio. Técnico: Juliano Roberto Antonello

Bahia: Marcos; Gilberto (Neuciano), Gabriel Xavier, Kanu e Luciano; Julio Cesar, Jean Lucas (Caio Alexandre), Cauly e Carlos de Pena (Éverton Ribeiro); Biel (Thaciano) e Everaldo (Ademir). Técnico: Rogério Ceni

Fonte: Esportes

Comentários

Continue lendo

Esporte

Botafogo brilha e goleia o Atlético-MG pelo Brasileirão

Publicado

em

Por

O Botafogo segue firme na disputa pela liderança do Campeonato Brasileiro. Neste domingo (07.07), o Fogão venceu o Atlético-MG por 3 a 0 no Estádio Nilton Santos, em partida válida pela 15ª rodada do torneio. A noite foi marcada por golaços de Luiz Henrique, Cuiabano e Savarino, ex-jogador do Galo.

Situação na Tabela

Com a vitória, o Botafogo encurtou a distância para a liderança e agora está a apenas um ponto do Flamengo. O Fogão soma 30 pontos e ocupa a vice-liderança do Brasileirão, superando o Palmeiras no critério de gols marcados. Por outro lado, o Atlético-MG continua enfrentando dificuldades e se afastando dos líderes. O Galo tem 18 pontos em 14 jogos e está na 12ª colocação.

O Jogo

O Botafogo começou a partida com intensidade e abriu o placar aos 12 minutos. Luiz Henrique recebeu um passe de Danilo Barbosa na entrada da área, conduziu a bola para o meio e acertou um belo chute, marcando um golaço. Aos 19 minutos, Matheus Mendes, goleiro do Atlético-MG, fez uma grande defesa após uma jogada de Júnior Santos, impedindo o segundo gol do Fogão.

A situação do Atlético-MG complicou-se ainda mais aos 23 minutos, quando Igor Rabello foi expulso após derrubar Luiz Henrique em um contra-ataque. Com um jogador a mais, o Botafogo controlou o jogo, mas não conseguiu ampliar o placar no primeiro tempo, indo para o intervalo com a vantagem de 1 a 0.

Segundo Tempo

Logo no início da segunda etapa, aos quatro minutos, Eduardo cobrou uma falta perigosa que obrigou Matheus Mendes a fazer uma boa defesa, mandando a bola para escanteio. Aos 11 minutos, Artur Jorge fez a primeira substituição, colocando Tchê Tchê no lugar de Danilo Barbosa.

O Atlético-MG reclamou de um possível pênalti aos 12 minutos, quando Cadu foi derrubado por Damián Suárez, mas o árbitro Rafael Rodrigo Klein mandou o jogo seguir, e o VAR não recomendou a revisão do lance.

Artur Jorge fez mais duas substituições, colocando Gregore e Savarino, que retornou ao time após defender a Venezuela na Copa América. Saíram Marlon Freitas e Eduardo. Aos 26 minutos, o Atlético-MG quase empatou com uma cobrança de falta de Hulk, que acertou o travessão.

Golaços e Vitória

O Botafogo respondeu de forma decisiva aos 33 minutos. Cuiabano aproveitou um rebote na meia-lua e chutou com força, marcando o segundo gol do Fogão. Aos 48 minutos, Savarino, ex-jogador do Atlético-MG, arriscou um chute da entrada da área e marcou mais um golaço, fechando o placar em 3 a 0. Este foi o primeiro gol do venezuelano contra seu ex-clube, pelo qual atuou de 2020 a 2022.

A vitória por 3 a 0 sobre o Atlético-MG foi um resultado expressivo para o Botafogo, que continua na briga pela liderança do Campeonato Brasileiro. Com uma atuação sólida e gols de grande qualidade, o Fogão mostrou que está preparado para os desafios que virão. O próximo confronto contra o Vitória será mais uma oportunidade para o time carioca seguir sua trajetória ascendente na competição.

Próximos Confrontos

Na próxima rodada, o Botafogo visita o Vitória no Barradão, nesta quinta-feira, às 21h30 (horário de Brasília). O Atlético-MG, por sua vez, enfrentará o São Paulo na Arena MRV, no mesmo dia e horário.

FICHA TÉCNICA
BOTAFOGO 3X0 ATLÉTICO-MG

Local: Estádio Nilton Santos, Rio de Janeiro (RJ)

Data: 07/07/2024
Horário: 20h30 (de Brasília)
Árbitro: Rafael Rodrigo Klein (Fifa-RS)
Assistentes: Rafael da Silva Alves (Fifa-RS) e Jorge Eduardo Bernardi (RS)
Cartão amarelo: Bastos e Tiquinho Soares (Botafogo) e Palacios (Atlético-MG)
Cartão vermelho: Igor Rabello (Atlético-MG)
Gols: Luiz Henrique, aos 12′ do 1ºT, Cuiabano, aos 33′ do 2ºT, e Savarino, aos 48′ do 2ºT (Botafogo)

BOTAFOGO: John; Damián Suárez, Alexander Barboza, Bastos e Cuiabano; Danilo Barbosa (Tchê Tchê), Marlon Freitas (Gregore) e Eduardo (Savarino); Luiz Henrique (Óscar Romero), Júnior Santos e Tiquinho Soares (Kauê). Técnico: Artur Jorge.
ATLÉTICO-MG: Matheus Mendes; Battaglia, Igor Rabello e Bruno Fuchs; Otávio, Alan Franco, Paulo Vitor (Palacios) e Gustavo Scarpa; Cadu (Vargas), Paulinho (Vitinho) e Hulk. Técnico: Gabriel Milito.

Fonte: Esportes

Comentários

Continue lendo

Esporte

Athletico vira o jogo e conquista vitória importante contra o Atlético Goianiense

Publicado

em

Por

O Athletico Paranaense superou adversidades e conquistou uma vitória crucial fora de casa neste domingo (07.07), ao derrotar o Atlético Goianiense por 2 a 1 em Goiânia. Com este resultado, o Furacão se mantém firme entre os seis primeiros colocados do Campeonato Brasileiro.

Desempenho e Superação

Mesmo enfrentando muitos desfalques e utilizando um elenco rotativo, o Rubro-Negro mostrou superioridade ao longo de toda a partida. O time perdeu boas chances no primeiro tempo e sofreu um gol em um momento de descuido, mas reagiu rapidamente e conseguiu a virada com gols de Julimar e Di Yorio.

O Jogo

Desde o início, o Athletico mostrou-se mais perigoso que o time da casa. As melhores oportunidades do primeiro tempo foram todas do Furacão. Erick teve a primeira chance em um chute que foi bloqueado pela defesa. Em seguida, Kaique Rocha lançou Julimar, que chutou em cima da marcação, e a bola sobrou para Zapelli, que finalizou para fora.

O atacante Emersonn, em sua primeira partida como titular, deu muito trabalho à defesa do Dragão. Após um ótimo passe de Zapelli, ele teve seu chute bloqueado. Mais tarde, recebeu de Julimar e bateu para o gol, mas a defesa novamente bloqueou e a bola ficou com o goleiro. Emersonn ainda deu um passe para Erick, que chutou forte, mas o goleiro fez uma boa defesa. Nos acréscimos, Emersonn recebeu na área, mas finalizou para fora.

Reação e Virada

Apesar do domínio, o Athletico foi surpreendido logo no primeiro minuto do segundo tempo. Em um lançamento do campo de defesa do Atlético Goianiense, Luiz Fernando recebeu com espaço, avançou e chutou forte, abrindo o placar para o time da casa.

O Furacão não se deixou abalar e reagiu rapidamente. Aos 4 minutos, o goleiro Mycael, estreando como titular, lançou a bola para o ataque. Pablo disputou com a zaga e, de costas para o gol, deu um toque de cabeça para trás, deixando Julimar cara a cara com o goleiro. Julimar finalizou com categoria e empatou a partida.

O Athletico continuou pressionando em busca da virada. Madson recebeu um ótimo lançamento de Kaique Rocha e cruzou rasteiro na pequena área, mas a zaga cortou. Em outro lance, Julimar cabeceou à direita do gol após um cruzamento de Fernando.

Momento Decisivo

Aos 25 minutos, o Furacão ganhou uma vantagem numérica quando Derek acertou uma cotovelada em Gamarra e foi expulso após consulta ao VAR. Aproveitando a superioridade, o auxiliar técnico Juca Antonello, que comandou o Athletico à beira do campo, fez três substituições, colocando Esquivel, Fernandinho e Di Yorio.

As mudanças surtiram efeito imediato. Aos 32 minutos, Kaique Rocha viu Fernandinho bem posicionado e fez um passe preciso. Fernandinho, com muita categoria, deu um toque de primeira que encontrou Di Yorio dentro da pequena área. O argentino ajeitou o corpo e bateu de virada, marcando o gol da vitória do Furacão em Goiânia.

A vitória por 2 a 1 sobre o Atlético Goianiense foi um marco de superação para o Athletico, que mesmo com desfalques e rodando o elenco, mostrou força e determinação. O resultado mantém o time entre os seis primeiros do Brasileirão e dá confiança para o próximo confronto contra o Bahia.

Próximos Confrontos

O Athletico-PR volta a campo na quarta-feira, contra o Bahia, pela 16ª rodada do Brasileirão. Já o Atlético-GO encara o Palmeiras, na quinta-feira.

FICHA TÉCNICA

ATLÉTICO-GO 1 X 2 ATHLETICO-PR

Local: Estádio Antonio Accioly, Goiânia (GO)
Data: 07/07/2024
Horário: 18h30 (de Brasília)
Árbitro: João Vitor Gobi (SP)
Assistentes: Alex Ang Ribeiro (Fifa-SP) e Evandro de Melo Lima (SP)
Cartão amarelo: Luiz Fernando (Atlético-GO); Gamarra, Fernando e Esquivel (Athletico-PR)
Cartão vermelho: Derek, aos 28 minutos do segundo tempo.

GOL: Luiz Fernando, ao um minuto do segundo tempo (Atlético-GO), Julimar, aos quatro minutos do segundo tempo / Di Yorio, aos 32 minutos do segundo tempo (Athletico-PR)

ATLÉTICO-GO: Ronaldo; Maguinho (Bruno Tubarão), Adriano Martins, Alix Vinicius e Guilherme Romão; Rhaldney (Roni), Lucas Kal e Baralhas (Alejo Cruz); Shaylon (Yony González), E. Rodríguez (Derek) e Luiz Fernando. Técnico: Anderson Leal Gomes.

ATHLETICO-PR: Mycael; Madson, Kaique Rocha, M. Gamarra e Fernando (Esquivel); Erick, Gabriel, Emersonn (Christian), Zapelli (Fernandinho) e Julimar; Pablo (Di Yorio). Técnico: Juliano Roberto Antonello.

Fonte: Esportes

Comentários

Continue lendo