fbpx
Conecte-se conosco

Esporte

Palmeiras joga com time reserva e empata com San Lorenzo na Libertadores

Publicado

em

Na noite desta quarta-feira, o Palmeiras enfrentou o San Lorenzo na estreia da fase de grupos da Copa Libertadores e empatou por 1 a 1. O duelo aconteceu no Estádio Nuevo Gasómetro, em Buenos Aires, com gols de Romãña para os argentinos e Piquerez para o Alviverde.

Com esse resultado, o Palmeiras lidera o Grupo F juntamente com o San Lorenzo, ambos somando um ponto. O Independiente del Valle (EQU) e o Liverpool (URU) se enfrentam nesta quinta-feira para completar os jogos da chave.

As equipes voltam a campo na próxima semana, com o San Lorenzo enfrentando o Independiente del Valle (EQU) e o Palmeiras jogando contra o Liverpool (URU). Antes disso, o Verdão tem a decisão do Campeonato Paulista contra o Santos.

O jogo teve momentos de destaque, com o San Lorenzo perdendo chances claras de ampliar o placar e o Palmeiras reagindo com um gol de Piquerez aos 36 minutos do segundo tempo, garantindo o empate. O goleiro Marcelo Lomba também fez uma defesa crucial nos acréscimos para selar a igualdade no placar.

O próximo confronto do Palmeiras na Libertadores será contra o Liverpool (URU) no Allianz Parque. Com emoções e reviravoltas, o Verdão buscará manter sua liderança no Grupo F e seguir rumo à conquista do torneio continental.

FICHA TÉCNICA

SAN LORENZO 1 x 1 PALMEIRAS

Local: Estádio Nuevo Gasómetro, em Buenos Aires, na Argentina
Data: 3 de abril de 2024, quarta-feira
Hora: 21h30 (de Brasília)
Árbitro: Jesus Valenzuela (VEN)
Assistentes: Jorge Urrego e Tulio Moreno (VEN)
VAR: Juan Soto (VEN)
Cartões amarelos: Barrios, Bareiro, Giay e Romaña (San Lorenzo); Vanderlan, Breno Lopes, Naves, Richard Ríos e Abel Ferreira (técnico) (Palmeiras)
Cartão vermelho: Nenhum

GOLS:, Romaña (aos 19 minutos do 1°T), e Piquerez (aos 36 minutos do 2°T)

SAN LORENZO: Facundo Altamirano; Agustín Giay, Jhohan Romaña, Gastón Campi e Francisco Perruzzi; Cristian Ferreira (Herazo), Iván Leguizamón (Luján) e Elian Irala; Nahuel Barrios, Malcom Braida e Adam Bareiro
Técnico: Luis Oste (auxiliar)

PALMEIRAS: Marcelo Lomba, Garcia, Naves, Gustavo Gómez e Vanderlan (Piquerez); Richard Ríos, Gabriel Menino (Aníbal Moreno) e Lázaro (Luan); Caio Paulista (Flaco López), Breno Lopes (Luis Guilherme) e Rony.
Técnico: Abel Ferreira

Fonte: Esportes

Comentários

Continue lendo

Esporte

Botafogo goleia o Juventude por 5 a 1 e sobe na Tabela do Brasileirão

Publicado

em

Por

Em uma exibição de gala no Nilton Santos, o Botafogo não tomou conhecimento do Juventude e aplicou uma goleada de 5 a 1 neste domingo (21.04), consolidando sua boa fase no Campeonato Brasileiro. Com esse resultado expressivo, os alvinegros alcançaram a terceira posição na tabela, somando seis pontos, enquanto o Juventude permanece com quatro pontos, na 13ª colocação.

Início Avassalador

O Botafogo iniciou o jogo impondo um ritmo forte e abriu o placar já aos quatro minutos, com Júnior Santos, após revisão do VAR que validou o gol inicialmente anulado. A pressão continuou e, aos oito minutos, Tiquinho Soares ampliou de pênalti, após Danilo Barbosa ser derrubado na área.

 Administração e Domínio

Mesmo com a vantagem no placar, o Botafogo manteve a posse de bola e buscou ampliar o resultado, enquanto o Juventude tentava responder em contra-ataques. A equipe gaúcha teve um gol anulado por impedimento e, após um momento de equilíbrio, ficou com um jogador a menos, complicando ainda mais sua situação no jogo.

Segundo Tempo e Mais Gols

Na volta do intervalo, o Botafogo não diminuiu o ritmo e logo aos sete minutos, Danilo Barbosa marcou o terceiro gol. A equipe carioca seguiu dominando e Savarino, em uma cobrança de falta aos 15 minutos, fez o quarto. Jacob Montes, aos 35 minutos, ampliou ainda mais a vantagem, consolidando a goleada alvinegra.

Desconto Tardio do Juventude

Nos minutos finais, mesmo com o Botafogo atuando com um jogador a menos devido à lesão de Pablo, o Juventude conseguiu marcar seu gol de honra com Danilo Bola, aos 39 minutos.

No caminho certo

A goleada imposta pelo Botafogo não apenas ressalta a força do time neste início de campeonato, mas também serve como um aviso aos seus rivais. Com um futebol ofensivo e eficiente, os alvinegros mostraram que estão na disputa pelo topo da tabela e prontos para os desafios que virão.

Próximos Compromissos

O Botafogo agora se prepara para o clássico contra o Flamengo, um confronto que promete ser eletrizante, enquanto o Juventude busca a recuperação diante do Athletico-PR, ambos os jogos válidos pela próxima rodada do Campeonato Brasileiro.

FICHA TÉCNICA

BOTAFOGO-RJ 5 X 1 JUVENTUDE-RS

Local: Estádio Nilton Santos, no Rio de Janeiro (RJ)
Data: 21 de abril de 2024 (Domingo)
Horário: 18h30(de Brasília)
Árbitro: Arthur Gomes Rabelo (ES)
Assistentes: Bruno Raphael Pires (Fifa-GO) e Eduardo Goncalves da Cruz (MS)
VAR: Daiane Muniz (Fifa-SP)

Cartões amarelos: Jeffinho, Diego Hernández e Marlon Freitas (Botafogo); Gabriel e Gabriel Inocêncio (Juventude)

Cartão vermelho: Lucas Freitas (Juventude)

GOLS:

BOTAFOGO: Júnior Santos, aos 4min do primeiro tempo; Tiquinho Soares, aos 8min do primeiro tempo; Danilo Barbosa, aos 7min do segundo tempo; Savarino, aos 15min do segundo tempo; Jacob Montes, aos 35min do segundo tempo

JUVENTUDE: Danilo Boza, aos 39min do segundo tempo

BOTAFOGO: Gatito Fernández, Mateo Ponte (Damián Suárez), Lucas Halter, Bastos (Pablo) e Hugo; Danilo Barbosa, Marlon Freitas e Jefferson Savarino; Júnior Santos (Jacob Montes), Tiquinho Soares (Eduardo) e Jeffinho (Diego Hernández)
Técnico: Artur Jorge

JUVENTUDE: Gabriel, João Lucas, Danilo Boza, Lucas Freitas e Gabriel Inocêncio; Caíque, Luis Mandaca (Abner), Lucas Barbosa (Thiaguinho), Nenê (Rodrigo Sam) e Jean Carlos (Marcelinho); Erick (Ruan). Técnico: Roger Machado

Fonte: Esportes

Comentários

Continue lendo

Esporte

São Paulo vence o Atlético-GO e conquista primeira vitória no Brasileirão

Publicado

em

Por

Em uma tarde inspirada no Estádio Antônio Accioly, o São Paulo conquistou sua primeira vitória no Campeonato Brasileiro de 2023, superando o Atlético-GO por 3 a 0 neste domingo (21.04). Com presença notável do novo técnico Luis Zubeldía nas tribunas, a equipe tricolor mostrou entrosamento e eficácia, com gols de Calleri, Luciano e Ferreirinha.

Primeiros Três Pontos

Após um início de campeonato desafiador, com duas derrotas consecutivas, o São Paulo finalmente somou seus primeiros três pontos, subindo para a 14ª posição na tabela. O Atlético-GO, por sua vez, permanece na vice-lanterna, ainda em busca de pontos.

Momentos Decisivos

O jogo começou com um São Paulo buscando o ataque e encontrando o primeiro gol aos 13 minutos, graças a um cruzamento preciso de André Silva para Calleri, que cabeceou para o fundo das redes. O Atlético-GO tentou reagir, mas esbarrou na sólida defesa tricolor e na falta de precisão no ataque.

No segundo tempo, o São Paulo ampliou a vantagem com um pênalti convertido por Luciano, após revisão do VAR que também resultou na expulsão do zagueiro Luiz Felipe do Atlético-GO. A situação ficou ainda mais complicada para o time da casa com a expulsão de Gabriel Barros, deixando o Dragão com dois jogadores a menos.

Ferreirinha Fecha o Placar

Aos 30 minutos, Ferreirinha, que havia entrado na segunda etapa, selou a vitória do São Paulo com um belo gol, mostrando habilidade e precisão em sua finalização.

Com a estreia de Zubeldía no horizonte, o São Paulo agora se prepara para enfrentar o Barcelona de Guayaquil-EQU pela Libertadores, enquanto mantém o foco no clássico contra o Palmeiras pelo Brasileirão. O Atlético-GO, tendo uma semana livre para treinamentos, busca sua reabilitação contra o Internacional.

A vitória do São Paulo não apenas traz alívio e confiança para o time e seus torcedores, mas também marca o início de uma nova fase sob o comando de Luis Zubeldía. O desempenho sólido e a eficácia diante do Atlético-GO são promissores para os desafios que virão, tanto na arena nacional quanto na internacional.

FICHA TÉCNICA

ATLÉTICO-GO 0 X 3 SÃO PAULO

Local: Estádio Antônio Accioly, em Goiânia (GO)
Data: 21 de abril de 2024 (domingo)
Horário: às 18h30 (de Brasília)
Árbitro: Braulio da Silva Machado (Fifa-SC)
Assistentes: Rodrigo Figueiredo Henrique Correa (Fifa-RJ) e Thiaggo Americano Labes (SC)
VAR: Rodolpho Toski Marques (Fifa-PR)
Cartões amarelos: Gabriel Baralhas, Roni, Gabriel Barros e Luiz Fernando (Atlético-GO)
Cartões vermelhos: Luiz Felipe e Gabriel Barros (Atlético-GO)

GOLS: Calleri, aos 13′ do 1ºT (São Paulo); Luciano, aos 6′ do 2ºT (São Paulo); Ferreirinha, aos 30′ do 2ºT (São Paulo)

ATLÉTICO-GO: Ronaldo; Bruno Tubarão, Luiz Felipe, Alix e Guilherme Romão; Roni (Rhaldney), Alejo Cruz (Gabriel Barros), Gabriel Baralhas (Lucas Kal) e Shaylon; Luiz Fernando (Maguinho) e Emiliano Rodriguez (Max). Técnico: Jair Ventura

SÃO PAULO: Rafael; Arboleda, Diego Costa e Alan Franco (Rodrigo Nestor); Igor Vinícius, Pablo Maia (Bobadilla), Alisson (Michel Araújo) e Welington; Luciano (Galoppo); André Silva e Calleri (Ferreirinha). Técnico: Milton Cruz

Fonte: Esportes

Comentários

Continue lendo

Esporte

Palmeiras e Flamengo empatam em confronto acirrado pelo Brasileirão

Publicado

em

Por

O clássico entre Palmeiras e Flamengo, realizado neste domingo (21.04), no Allianz Parque, terminou sem gols, em um jogo marcado pela intensidade e disputas acirradas, válido pela terceira rodada do Campeonato Brasileiro. A presença de Dorival Júnior, técnico da Seleção Brasileira, não foi suficiente para inspirar os times a quebrarem o impasse, resultando em um empate em 0 a 0.

Um Jogo de Poucas Oportunidades

O confronto foi caracterizado por um jogo truncado, com 21 faltas e sete cartões amarelos distribuídos apenas na primeira etapa, refletindo a intensidade da disputa. Ambos os times mostraram dificuldade em criar chances claras de gol, com o Palmeiras tentando se impor em casa e o Flamengo buscando contra-ataques rápidos.

Chances de Gol

O Flamengo teve um momento de destaque aos 17 minutos com Bruno Henrique, que serviu Luiz Araújo para um chute perigoso defendido por Weverton. O Palmeiras respondeu com tentativas pelo alto, com Murilo e Flaco López chegando perto do gol.

A Busca pelo Gol no Segundo Tempo

Na segunda metade, as equipes tentaram se soltar, com o Palmeiras pressionando e o Flamengo respondendo. Destaques para as tentativas de Arrascaeta, que obrigou Weverton a uma defesa difícil, e de Endrick, que quase marcou para o Verdão.

Gol Anulado

Os palmeirenses chegaram a comemorar um gol aos 42 minutos, quando Gabriel Menino cobrou uma falta que Aníbal Moreno converteu, mas a alegria foi interrompida pela bandeira de impedimento.

O empate em 0 a 0 reflete o equilíbrio e a competitividade entre duas das principais equipes do futebol brasileiro. Apesar da falta de gols, o jogo foi repleto de emoção e entrega de ambos os lados, mantendo a expectativa alta para os próximos encontros tanto no Brasileirão quanto na Libertadores.

Próximos Compromissos

O empate deixa o Palmeiras na 11ª posição, com quatro pontos, enquanto o Flamengo, perdendo a chance de manter os 100% de aproveitamento, cai para o segundo lugar, com sete pontos. Ambos os clubes agora voltam suas atenções para a Libertadores, com o Palmeiras enfrentando o Independiente del Valle e o Flamengo visitando o Bolívar. No Brasileirão, o Verdão terá pela frente o São Paulo, enquanto o Flamengo prepara-se para o clássico contra o Botafogo.

FICHA TÉCNICA

PALMEIRAS 0 X 0 FLAMENGO

Local: Allianz Parque, em São Paulo (SP)
Data: 21.04.2024
Hora: 16 horas (de Brasília)
Árbitro: Rodrigo Jose Pereira de Lima (Fifa-PE)
Assistentes: Nailton Junior de Sousa Oliveira (Fifa-CE) e Francisco Chaves Bezerra Junior (PE)
VAR: Daniel Nobre Bins (Fifa-RS)
Cartões amarelos: Mayke, Murilo, Weverton, Gómez (Palmeiras) Allan, Léo Pereira, Bruno Henrique, Pulgar e Tite (Flamengo)

PALMEIRAS: Weverton, Mayke (Marcos Rocha), Gustavo Gómez, Luan, Murilo (Estevão) e Piquerez; Aníbal Moreno, Richard Ríos (Gabriel Menino) e Raphael Veiga (Lázaro); Endrick e Flaco López (Rony). Técnico: Abel Ferreira

FLAMENGO: Rossi, Varela, Fabrício Bruno, Léo Pereira e Ayrton Lucas; Erick Pulgar, Allan (Gerson) e Arrascaeta; Luiz Araújo (De la Cruz), Bruno Henrique e Carlinhos (Pedro). Técnico: Tite

Fonte: Esportes

Comentários

Continue lendo