fbpx
Conecte-se conosco

Cotidiano

Palmeiras aumenta chances de título do Brasileirão para 78%, e Fluminense é o próximo desafio

Publicado

em

Flamengo cai de 13% para 8% nas chances de ser campeão, e Flu, adversário do Alviverde paulista no sábado que vem, sobe para 7% com a vice-liderança. Atlético-MG se complica na briga por G-4

No jogo mais importante da 23ª rodada do Campeonato Brasileiro, tudo igual entre Palmeiras e Flamengo, no Allianz Parque, o que significou uma subida nas chances da equipe alviverde ficar com o título de 73% para 78%. Já o Flamengo, que utilizou os reservas no confronto entre líder e vice-líder, viu suas possibilidades baixarem de 13% para 8%.

Correndo por fora, o Fluminense goleou o Coritiba por 5 a 2, assumiu a segunda posição e aumentou de 4,9% para 7,2%. Cabe ao Tricolor carioca tentar diminuir o favoritismo palmeirense no próximo sábado, quando as duas equipes se enfrentam no Maracanã. Os rubro-negros terão o clássico frente ao Botafogo no domingo, no Nilton Santos, para tentar seguir na briga.

Raphael Veiga comemora gol do Palmeiras contra o Flamengo — Foto: Marcos Ribolli

Raphael Veiga comemora gol do Palmeiras contra o Flamengo — Foto: Marcos Ribolli

Em parceria com o economista Bruno Imaizumi, analisamos todas as finalizações cadastradas pelo Espião Estatístico em 3.648 jogos de Brasileirões desde a edição de 2013 que servem de parâmetro para medir a produtividade atual das equipes no ataque e na defesa a partir da expectativa de gol (xG), métrica consolidada internacionalmente. Os dados servem de parâmetro para calcular as chances de cada equipe vencer os jogos restantes, fazendo 10 mil simulações para cada partida a ser disputada, o que resulta nos percentuais quadro abaixo. A metodologia empregada está explicada no final do texto.

Chances de título no Brasileirão

Clube Chances
Palmeiras 77,6%
Flamengo 8,3%
Fluminense 7,2%
Corinthians 2,5%
Internacional 2,1%
Athletico-PR 1,7%
Atlético-MG 0,5%
Santos 0,2%
Bragantino 0,1%

Se o título é bastante provável, a vaga direta na Libertadores para o Palmeiras já dá para garantir com quase 99% de estar no G-4 ao fim da competição. Flamengo e Fluminense também estão bem encaminhados para se garantirem na principal competição continental em 2023. Rubro-negros tem 74% de possibilidade de ficar entre os quatro melhores e mais de 90% entre os seis, enquanto os tricolores estão com 67% de chances de G-4 e 88% de G-6.

Mesmo perdendo para o Fortaleza na rodada, o Corinthians viu suas chances de ir à Libertadores aumentarem de 27% para 45% de G-4 (55% para 74% de G-6) graças à derrota inesperada do Atlético-MG, superado no Mineirão pelo Goiás. O Galo piorou bem seus percentuais indo de 52% de chances de G-4 para 21% e de 79% para 48% de possibilidades de ficar no G-6. Em sétimo lugar, o Alvinegro mineiro segue dependendo de si, mas vai precisar se recuperar no clássico contra o América-MG no domingo que vem para não se afastar demais da zona de classificação para a Libertadores.

Chances de ir para a Libertadores

Clube Chances de G4 Chances de G6
Palmeiras 98,8% 99,9%
Flamengo 73,7% 91,1%
Fluminense 67,4% 88,1%
Corinthians 45,5% 74,2%
Internacional 37,1% 64,9%
Athletico-PR 36,7% 65,5%
Atlético-MG 21,5% 48,1%
Santos 7,8% 22,9%
Bragantino 5,1% 17,0%
São Paulo 3,6% 12,5%
América-MG 1,7% 6,9%
Fortaleza 0,6% 3,5%
Ceará 0,3% 2,1%
Goiás 0,3% 1,5%
Botafogo 0,1% 1,0%
Cuiabá 0 0,4%
Avaí 0 0,2%
Atlético-GO 0 0,1%
Coritiba 0 0,1%
Juventude 0 0

Foi mais um fim de semana ruim para as equipes que se encontram na zona de rebaixamento. O Avaí joga nesta segunda contra o Inter, pode sair do Z-4 e melhorar suas chances, mas Coritiba, Atlético-GO e Juventude permanecem mais uma rodada entre os quatro piores do Brasileirão. Não há nenhum time condenado ainda, mas a situação do Alviverde da Serra Gaúcha fica mais difícil a cada fim de semana. As suas possibilidades de permanecer na Série A caíram de 8,1% para 6,1% após o empate diante do Botafogo em casa.

Na estreia do técnico Guto Ferreira, que substituiu Gustavo Morínigo, o Coritibaaté lutou, mas perdeu por 5 a 2 para o Fluminense e suas chances de ficar na elite caíram de 43% para 32%. A próxima rodada tem um confronto direto contra o Avaí, no Couto Pereira, em que o Coxa precisa conseguir três pontos após quatro derrotas consecutivas.

Após a eliminação na Copa do Brasil, o Atlético-GO diminuiu suas chances de permanência de 47% para 43% com um empate diante do Cuiabá, em Goiânia. Com uma semana livre, o clássico diante do Goiás no próximo sábado precisa ser um divisor de águas para o Dragão poder quebrar seu recorde de permanência na elite e disputar sua quarta Série A seguida em 2023.

Chances de permanecer na Série A

Clube Permanência na Série A
Palmeiras 100%
Flamengo 99,9%
Fluminense 99,9%
Corinthians 99,9%
Internacional 99,9%
Athletico-PR 99,9%
Atlético-MG 99,9%
Santos 99,3%
Bragantino 98,2%
São Paulo 96,9%
América-MG 94,1%
Fortaleza 89,1%
Ceará 82,8%
Goiás 79,5%
Botafogo 75,0%
Cuiabá 61,5%
Avaí 42,8%
Atlético-GO 42,7%
Coritiba 32,4%
Juventude 6,1%

Chances de as equipes terminarem o Brasileirão em cada posição após 23 rodadas — Foto: Bruno Imaizumi

Apresentamos as probabilidades estatísticas baseadas nos parâmetros do modelo de “Gols Esperados” ou “Expectativa de Gols” (xG), uma métrica consolidada na análise de dados que tem como referência as finalizações cadastradas pelo Espião Estatístico em 3.648 jogos de Brasileirões desde a edição de 2013.

As variáveis consideradas no modelo são: (1) a distância e o ângulo da finalização em relação ao gol; (2) se a finalização foi feita cara a cara com o goleiro; (3) se foi feita sem a presença do goleiro; (4) a parte do corpo utilizada para concluir; (5) se a finalização foi feita de primeira, ajeitada ou carregada; se o chute foi feito com a perna boa ou ruim do jogador; (6) a origem do lance (pênalti, escanteio, cruzamento, falta direta, roubada de bola, lateral etc); (7) se a assistência foi feita de dentro da área; (8) a posição em que o atleta joga; (9) indicadores de força do chute; (10) o valor de mercado das equipes em cada temporada a partir de dados do site Transfermarkt (como proxy de qualidade do elenco); (11) o tempo de jogo; (12) a idade do jogador; (13) a altura do goleiro em jogadas originadas de bolas aéreas; (14) a diferença no placar no momento de cada finalização.

De cada cem finalizações da meia-lua, por exemplo, apenas sete viram gol. Então, uma finalização da meia-lua tem expectativa de gol (xG) de cerca de 0,07. Cada posição do campo tem uma expectativa diferente de uma finalização virar gol, que cresce se for um contra-ataque por haver menos adversários para evitar a conclusão da jogada. Cada pontuação é somada ao longo da partida para se chegar ao xG total de uma equipe em cada jogo. Essa variação indica as chances de os times vencerem cada adversário e, a partir daí, é calculada a chance de os clubes terminarem o campeonato em cada posição.

O modelo empregado nas análises segue uma distribuição estatística chamada Poisson Bivariada, que calcula as probabilidades de eventos (no caso, os gols de cada equipe) acontecerem dentro de um certo intervalo de tempo (o jogo). Para chegar às previsões sobre as chances de cada time terminar o campeonato em cada posição foi empregado o método de Monte Carlo, que basicamente se baseia em simulações para gerar resultados. Para cada jogo ainda não disputado, realizamos dez mil simulações.

*A equipe do Espião Estatístico é formada por: Guilherme Maniaudet, Guilherme Marçal, João Guerra, Leandro Silva, Leonardo Martins, Roberto Maleson e Valmir Storti.

Comentários

Continue lendo

Cotidiano

MP deflagra operação por desvio de R$ 6 milhões e prende presidente de federação do MS

Publicado

em

14 mandados de busca e apreensão, nos municípios de Campo Grande, Dourados e Três Lagoas. Na operação, R$ 800 mil foram apreendidos na casa do presidente Cezário.

Operação apreendeu R$ 800 mil. Foto: Divulgação / MP-MS

Campo Grande, MS, 21 (AFI) – O Ministério Público do Mato Grosso do Sul (MP-MS) deflagrou nesta terça-feira a ‘Operação Cartão Vermelho’, resultando inclusive na prisão do presidente da Federação de Futebol de Mato Grosso do Sul (FFMS), Francisco Cezário de Oliveira, de 77 anos. Ao todo, foram desviados mais de R$ 6 milhões entre setembro de 2018 e fevereiro de 2023.

Foram cumpridos sete mandados de prisão preventiva, além de 14 mandados de busca e apreensão, nos municípios de Campo Grande, Dourados e Três Lagoas. Na operação, R$ 800 mil foram apreendidos na casa do presidente Cezário.

A operação foi realizada pelo Grupo de Atuação Especial de Repressão ao Crime Organizado (GAECO), com apoio da Polícia Militar, “com objetivo de desbaratar organização criminosa voltada à prática de peculato e demais delitos no âmbito da Federação de Futebol de Mato Grosso do Sul”.

O termo peculato é quando alguém usa dinheiro ou bens públicos de forma ilegal para benefício próprio.

INVESTIGAÇÃO DE QUASE 2 ANOS

Durante 20 meses de investigação, foi constatado que se instalou na FFMS uma organização criminosa, cujo principal objetivo era desviar valores, sejam provenientes do Estado de Mato Grosso do Sul (via convênio, subvenção ou termo de fomento) ou mesmo da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), em benefício próprio e de terceiros.

SAQUES EM ESPÉCIE

Uma das formas de desvio era a realização de frequentes saques em espécie de contas bancárias da federação em valores não superiores a R$ 5 mil, para não alertarem os órgãos de controle, que depois eram divididos entre os integrantes do esquema.

Nessa modalidade, verificou-se que os integrantes da organização criminosa realizaram mais de 1.200 saques, que ultrapassaram o montante de R$ 3 milhões.

DESVIO DE DIÁRIAS DE HOTEL

A organização criminosa também possuía um esquema de desvio de diárias dos hotéis pagos pelo Estado do MS em jogos do Campeonato Estadual.

Esse esquema de peculato estendia-se a outros estabelecimentos, todos recebedores de altas quantias da FFMS. A prática consistia em devolver para os integrantes do esquema parte dos valores cobrados naquelas contratações.

Comentários

Continue lendo

Cotidiano

Acreana Jerusa Geber conquista o ouro em Kobe e agora mira Pari

Publicado

em

Foto arquivo pessoa: Jerusa conquistou a sua 10ª medalha em Mundiais

Jerusa Geber conquistou na manhã desta terça, 21, a medalha de ouro nos 100 metros rasos T11 com o tempo de 11.93s no Campeonato Mundial de Atletismo Paralímpico em Kobe, no Japão. A marca da acreana é o novo recorde continental e o pódio da prova foi completado pela chinesa Liu Cuiqing e pela brasileira Lorena Silva.

Meta é Paris

Depois da conquista do ouro, Jerusa Geber vai intensificar os treinamentos para a disputa de Paris 2024. A acreana vai chegar nas Paralimpíadas.

Comentários

Continue lendo

Cotidiano

Neymar ainda está lesionado e não iniciará temporada no Al-Hilal

Publicado

em

Neymar passou por uma cirurgia em novembro devido a uma ruptura no ligamento cruzado e no menisco do joelho esquerdo. A lesão do ’10’ brasileiro ocorreu em partida das Eliminatórias contra o Uruguai, e desde então ele não teve nenhuma atuação oficial.

Após ter sido operado ao joelho em novembro de 2023, Neymar não chegará a tempo de iniciar a temporada na sua equipa, o Al-Hilal, anunciou esta terça-feira o treinador português do clube saudita, Jorge Jesus.

“Tudo que sei no momento é que o tempo necessário para a recuperação de Neymar, e em geral para esse tipo de lesão, é de 10 a 11 meses”, declarou o treinador.

“Se fizermos as contas , ele não estará pronto para a preparação da pré-temporada”, que começa no verão, acrescentou Jesus.

Neymar foi operado em novembro no Brasil devido a uma ruptura no ligamento cruzado e no menisco do joelho esquerdo, depois de se lesionar com o Brasil em 17 de outubro, contra o Uruguai, nas eliminatórias para a Copa do Mundo de 2026.

O jogador de 32 anos deixou o Paris SG em 2023 para ingressar no Al-Hilal, onde, segundo a mídia, ganharia mais de US$ 100 milhões por temporada, mas onde jogou apenas algumas semanas antes da lesão.

Comentários

Continue lendo