fbpx
Conecte-se conosco

Cotidiano

Novo programa social deve englobar Bolsa Família e ‘benefício variável’

A renda ‘variável’ vai ser atrelada ao desempenho da União com a venda de estatais, segundo integrantes do governo

Publicado

em

De acordo com o plano do governo, 20% do arrecadado pelo fundo será destinado à população de baixa renda, encorpando o programa social do governo Bolsonaro.

Por Renata Agostini, CNN 

O novo programa social que o governo irá lançar deve englobar pagamentos mensais por meio do Bolsa Família e ainda um benefício variável atrelado ao desempenho da União com a venda de estatais, segundo integrantes do governo. A intenção é batizar esse conjunto de iniciativas como “Auxílio Brasil”.

A medida provisória com o novo Bolsa Família já está pronta e deve ser publicada nos próximos dias. Ela não especificará o valor do benefício mensal. A equipe econômica defende o valor médio de R$ 300 por mês e sustenta que há espaço dentro do orçamento para sustentar esse aumento sem desrespeitar regras fiscais como o teto de gastos. Hoje, a média do benefício está em R$ 190 por mês.

A ala política do governo, porém, tenta elevar o valor para algo próximo a R$ 400 mensais.

A parte variável do “Auxílio Brasil” estará prevista numa Proposta de Emenda à Constituição, que também já foi redigida pelo Ministério da Economia e buscará modificar a forma atual de pagar os precatórios.

A PEC irá prever a criação de um fundo, que será abastecido com o dinheiro de privatizações, além de dividendos de estatais e recursos da alienação de outros ativos, como imóveis. De acordo com o plano do governo, 20% do arrecadado pelo fundo será destinado à população de baixa renda, encorpando o programa social do governo Bolsonaro.

Não há cálculos ainda sobre o quanto seria distribuído para os mais pobres. Para que haja esse benefício adicional, será preciso que a venda de estatais ocorra e que o saldo do fundo seja positivo — ou seja, as estatais não podem dar prejuízo maior do que a arrecadação com a venda de ativos.

A equipe econômica entende que vincular a criação do fundo ao novo auxílio social ajudará a derrubar resistências políticas à proposta.

Comentários

Continue lendo

Cotidiano

MP deflagra operação por desvio de R$ 6 milhões e prende presidente de federação do MS

Publicado

em

14 mandados de busca e apreensão, nos municípios de Campo Grande, Dourados e Três Lagoas. Na operação, R$ 800 mil foram apreendidos na casa do presidente Cezário.

Operação apreendeu R$ 800 mil. Foto: Divulgação / MP-MS

Campo Grande, MS, 21 (AFI) – O Ministério Público do Mato Grosso do Sul (MP-MS) deflagrou nesta terça-feira a ‘Operação Cartão Vermelho’, resultando inclusive na prisão do presidente da Federação de Futebol de Mato Grosso do Sul (FFMS), Francisco Cezário de Oliveira, de 77 anos. Ao todo, foram desviados mais de R$ 6 milhões entre setembro de 2018 e fevereiro de 2023.

Foram cumpridos sete mandados de prisão preventiva, além de 14 mandados de busca e apreensão, nos municípios de Campo Grande, Dourados e Três Lagoas. Na operação, R$ 800 mil foram apreendidos na casa do presidente Cezário.

A operação foi realizada pelo Grupo de Atuação Especial de Repressão ao Crime Organizado (GAECO), com apoio da Polícia Militar, “com objetivo de desbaratar organização criminosa voltada à prática de peculato e demais delitos no âmbito da Federação de Futebol de Mato Grosso do Sul”.

O termo peculato é quando alguém usa dinheiro ou bens públicos de forma ilegal para benefício próprio.

INVESTIGAÇÃO DE QUASE 2 ANOS

Durante 20 meses de investigação, foi constatado que se instalou na FFMS uma organização criminosa, cujo principal objetivo era desviar valores, sejam provenientes do Estado de Mato Grosso do Sul (via convênio, subvenção ou termo de fomento) ou mesmo da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), em benefício próprio e de terceiros.

SAQUES EM ESPÉCIE

Uma das formas de desvio era a realização de frequentes saques em espécie de contas bancárias da federação em valores não superiores a R$ 5 mil, para não alertarem os órgãos de controle, que depois eram divididos entre os integrantes do esquema.

Nessa modalidade, verificou-se que os integrantes da organização criminosa realizaram mais de 1.200 saques, que ultrapassaram o montante de R$ 3 milhões.

DESVIO DE DIÁRIAS DE HOTEL

A organização criminosa também possuía um esquema de desvio de diárias dos hotéis pagos pelo Estado do MS em jogos do Campeonato Estadual.

Esse esquema de peculato estendia-se a outros estabelecimentos, todos recebedores de altas quantias da FFMS. A prática consistia em devolver para os integrantes do esquema parte dos valores cobrados naquelas contratações.

Comentários

Continue lendo

Cotidiano

Acreana Jerusa Geber conquista o ouro em Kobe e agora mira Pari

Publicado

em

Foto arquivo pessoa: Jerusa conquistou a sua 10ª medalha em Mundiais

Jerusa Geber conquistou na manhã desta terça, 21, a medalha de ouro nos 100 metros rasos T11 com o tempo de 11.93s no Campeonato Mundial de Atletismo Paralímpico em Kobe, no Japão. A marca da acreana é o novo recorde continental e o pódio da prova foi completado pela chinesa Liu Cuiqing e pela brasileira Lorena Silva.

Meta é Paris

Depois da conquista do ouro, Jerusa Geber vai intensificar os treinamentos para a disputa de Paris 2024. A acreana vai chegar nas Paralimpíadas.

Comentários

Continue lendo

Cotidiano

Neymar ainda está lesionado e não iniciará temporada no Al-Hilal

Publicado

em

Neymar passou por uma cirurgia em novembro devido a uma ruptura no ligamento cruzado e no menisco do joelho esquerdo. A lesão do ’10’ brasileiro ocorreu em partida das Eliminatórias contra o Uruguai, e desde então ele não teve nenhuma atuação oficial.

Após ter sido operado ao joelho em novembro de 2023, Neymar não chegará a tempo de iniciar a temporada na sua equipa, o Al-Hilal, anunciou esta terça-feira o treinador português do clube saudita, Jorge Jesus.

“Tudo que sei no momento é que o tempo necessário para a recuperação de Neymar, e em geral para esse tipo de lesão, é de 10 a 11 meses”, declarou o treinador.

“Se fizermos as contas , ele não estará pronto para a preparação da pré-temporada”, que começa no verão, acrescentou Jesus.

Neymar foi operado em novembro no Brasil devido a uma ruptura no ligamento cruzado e no menisco do joelho esquerdo, depois de se lesionar com o Brasil em 17 de outubro, contra o Uruguai, nas eliminatórias para a Copa do Mundo de 2026.

O jogador de 32 anos deixou o Paris SG em 2023 para ingressar no Al-Hilal, onde, segundo a mídia, ganharia mais de US$ 100 milhões por temporada, mas onde jogou apenas algumas semanas antes da lesão.

Comentários

Continue lendo