Conecte-se conosco

Acre

No AC, boates funcionam embaixo de torre de alta tensão e dentro de posto

Publicado

em

Corpo de Bombeiros fez vistorias e deve divulgar laudo na próxima semana. Promotora diz que fiscalização é ‘falha’; Prefeitura de Rio Branco contesta.

Boate Se7 divide espaço com conveniência de posto de gasolina (Foto: Duaine Rodrigues/G1)

Boate Se7 divide espaço com conveniência de posto de gasolina (Foto: Duaine Rodrigues/G1)

Duas das boates mais frequentadas de Rio Branco (AC) viraram alvo de preocupação após a tragédia de Santa Maria (RS), onde um incêndio na casa noturna Kiss deixou mais de 235 mortos. Isso porque uma das boates, a Se7, fica dentro de um posto de gasolina. A outra, a Posh, está localizada abaixo de uma torre de alta tensão.

Em razão do ocorrido na cidade gaúcha, equipes do Corpo de Bombeiros iniciaram na quinta-feira (31) vistorias técnicas do sistema de segurança contra incêndio e pânico das casas noturnas da capital, em especial da Se7 e da Posh.

O resultado das vistorias só deve ser divulgado na próxima semana. Mas de acordo com o tenente-coronel Albeci Coelho, apesar da localização, a boate Se7 está dentro das normas previstas pela legislação. “A distância entre as bombas de gasolina e a boate está de acordo com a lei”, afirma. A casa noturna funcionou normalmente na noite desta quinta.

Casa noturna Posh fica abaixo de torre de alta tensão (Foto: Duaine Rodrigues/G1)

Casa noturna Posh fica abaixo de torre de alta tensão (Foto: Duaine Rodrigues/G1)

No caso da Posh, Coelho diz que a situação precisa de uma melhor avaliação. Isso porque o Código de Obras e Edificações do município de Rio Branco estipula que torres de estrutura complexa (metálica ou de concreto armado) para transmissão de energia elétrica em alta tensão não devam ser implantadas em locais que reúnam grande público. “É um caso que requer maior interpretação da legislação”, diz o tenente-coronel.

‘Jeitinho brasileiro’
“Os riscos sempre existiram, porque aqui no Acre é muito difícil trabalhar em razão da intervenção do ‘jeitinho brasileiro’. Existe ação na Justiça até para fechar boate que se arrasta há quase cinco anos”, diz a promotora de Justiça Alessandra Marques.

Segundo a promotora, a fiscalização por parte da administração municipal é “falha”. Alessandra diz que alguns estabelecimentos funcionam, inclusive, sem o ‘habite-se’, documento que atesta que o imóvel foi construído baseando-se nas exigências estabelecidas pela prefeitura. “Falta cumprir a lei e falta também uma definição bastante séria no sentido de punir por improbidade administrativa aqueles que se omitem em fiscalizar a lei”, ressalta.

O vice-prefeito, Márcio Batista, contesta a falta de fiscalização, mas admite que é preciso mais. “Nós temos, sim, fiscalização. Mas nós também temos certeza de que precisamos intensificar.”

Boate Se7 funcionou normalmente nesta quinta (Foto: Duaine Rodrigues/G1)

Boate Se7 funcionou normalmente nesta quinta (Foto: Duaine Rodrigues/G1)

Alessandra diz que irá requisitar cópia dos documentos de fiscalização de todos os estabelecimentos de diversão e casas noturnas para saber, tanto dos bombeiros quanto da prefeitura, se todas as normas são seguidas.

Cigarros
Para chegar à boate Se7, é preciso passar pelo posto de gasolina. Quando há festas no local, frequentadores costumam fumar fora da casa noturna, a poucos metros das bombas.

O dono da boate Se7, Wolney Paiva, nega irregularidades. Ele diz que os bombeiros fizeram vistorias no local e que “tudo está dentro das normas”.

O dono da Posh, Gláucio Melo, também afirma que a casa noturna está em perfeitas condições de funcionamento. “A gente tem até mais luzes de emergência e extintores que o determinado, além de duas saídas de emergência.” Sobre a antena, diz que a boate tem um laudo da Eletronorte que atesta a regularidade da localização.

Rayssa Natani
Do G1 AC

Colaborou Duaine Rodrigues

Comentários

Acre

No Iteracre: Prefeito Sérgio Lopes solicita doação de terreno para construção de quadra poliesportiva

Publicado

em

Ainda Cumprindo agenda na Capital Acreana, o prefeito de Epitaciolândia Sérgio Lopes, acompanhado pela primeira dama, Alliny Saldanha, esteve no ITERACRE (Instituto de Terras do Acre) onde foi recebido pela presidente do Instituto, Gabriela Câmara.

Na pauta o prefeito solicitou a parceria do estado através da cessão de um terreno para que seja construída uma quadra Poliesportiva na Comunidade do Nari Bela Flor, situada no quilometro 09 da BR-317.

Através dessa importante parceria, em se consolidando a doação do terreno, o município poderá executar a obra, fruto de emenda da ex-deputada Vanda Milan e fortalecer a prática de várias atividades esportivas e culturais beneficiando os moradores daquela localidade.

FOTOS: Isnaydle Martins

Comentários

Continue lendo

Acre

Escolas públicas militares do Acre são exemplos de educação e ensino, diz Cel. Ulysses.

Publicado

em

O deputado cel.Ulysses(UB) declarou-se surpreso com a Recomendação conjunta do Ministério Público Federal(MPF) e Ministério Público do Acre(MPAC) destinada ao Governo do Estado e aos Comandos Militares solicitando o abrandamento das regras existentes nas escolas públicas militares.O deputado rebate a Recomendação, alegando que “são regras típicas da natureza militar, aceitas por toda a comunidade, que em nada prejudicam ou sobrecarregam os estudantes. Pelo contrário, ajudam a criar a consciência de disciplina, hierarquia e princípios que preparam para a futura carreira militar e beneficiam os alunos na formação de valores cívicos que vão ser úteis para o resto da vida”, disse o deputado.

Cel.Ulysses lembrou ainda que quando os pais matriculam seus filhos nas escolas militares -cujo ingresso, aliás, é bastante concorrido- têm absoluta consciência que o aluno está submetido à disciplina militar. “Portanto, a Recomendação contraria a decisão dos próprios pais que desejam uma escola tipicamente militar que proporcione a seus filhos a melhor formação moral e intelectual”. Segundo o parlamentar, a Recomendação não encontra amparo legal, fere a legislação militar, interfere na autonomia administrativa e melindra a Constituição .

Modelo

O parlamentar destacou ainda que hoje as escolas militares, “são verdadeiras ilhas de excelência de ensino na educação pública brasileira, em particular no Acre”. Segundo o parlamentar, o padrão militar de ensino traz em sua proposta pedagógica não apenas o ensino regular tradicional, mas inclue estímulo ao espírito de equipe, companheirismo, cuidados na apresentação pessoal, respeito no trato social e valorização da família. ”O que garante a criança ou adolescente uma efetiva noção de cidadania. É evidente o destaque dos alunos das escolas militares acreanas em relação à rede pública e privada, fruto sobretudo dos preceitos disciplinares próprios da vida militar que influenciam decisivamente nos resultados.

Resultados

A título ilustrativo, o deputado lembra que ,em 2022, 81,6% dos alunos da Escola Militar Tiradentes(sob gestão da PM/AC) que realizaram o ENEM foram aprovados em diversas faculdades(61 deles com ingresso na Ufac).Em 2021, a mesma escola foi considerada a melhor do Ensino Médio no Estado. Já nas competições, a escola foi destaque na 16 º Olímpiada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas(OBMEP),além de tantos outros prêmios em competições de xadrez ,robótica e diversas outras modalidades ao longo dos anos da existência da escola.

Solidariedade

Por fim, o deputado enfatiza que os princípios e regulamentos empregados nas escolas militares acreanas não contrariam direitos fundamentais e têm amparo em normas administrativas submetidas ao conhecimento e apreciação públicas. Por isto mesmo, destacou o deputado, venho me solidarizar aos pais de alunos , diretores, corpo docente e discente das escolas militares estaduais acreanas e coloco meu gabinete à inteira disposição para a defesa e manutenção dos preceitos pedagógicos e práticas militares que tornaram estas instituições em verdadeiros exemplos de educação e ensino.

Comentários

Continue lendo

Acre

Vereadores da câmara de Brasiléia realizam a 1º sessão Ordinária com formação das comissões de 2023

Publicado

em

 

Após o recesso parlamentar, a Câmara Municipal de Brasiléia voltou a realizar as atividades legislativas nesta quinta-feira (02) de fevereiro com a primeira Sessão Ordinária de 2023, onde esteve presente o Vice Prefeito Carlinhos do Pelado (PSB) representando o poder executivo, o secretário de Cidadania e Assistência Social Djahilson Américo e os vereadores Marcos Tibúrcio (MDB), Arlete Amaral (PP), Elenilson Cruz (Sem Partido), Lessandro Jorge (Sem Partido), Leonir de Castro (PP) e Rogerio Pontes (PROS).

No inicio da presente sessão o presidente Marcos Tibúrcio (MDB) concedeu a palavra vice-prefeito Carlinhos do pelado (PSB) onde de início parabenizou sua esposa pelo seu aniversario e em seguida felicitou a mesa diretora enfatizando que o poder legislativo trabalha em prol da melhoria de vida do povo Brasileense e as ações do poder executivo para o ano de 2023.

Após a leitura dos documentos encaminhados a câmara, aconteceu a votação das comissões. “As comissões são órgãos técnicos, compostos pelos membros da casa destinados, em caráter permanente ou transitório a estudos, exarar pareceres especializados, realizar investigações e representar o legislativo”.

As comissões permanentes são compostas de três vereadores, com as seguintes denominações:

  • Justiça e redação.
  • Finanças, Orçamento, Produção, Comercio, Obras e Serviços Públicos.
  • Cultura e Assistência Social.

Logo após a votação ocorreu à apuração dos votos e em seguida aqueles parlamentares que obtiveram mais votos tiveram a chance de concorrer as comissões, onde posteriormente em consenso dos vereadores foi decidido qual cargo cada um ocuparia nas comissões.

A primeira Comissão de Justiça e Redação tem como presidente o vereador Lessandro Jorge (Sem Partido), relator vereador Elenilson Cruz (Sem Partido) e membro a vereadora Arlete Amaral (PP).

Já a Comissão de Finanças, Orçamento, Produção, Comercio Obras e Serviços Públicos, tem como presidente o vereador Elenilson Cruz (Sem Partido), relator o vereador Lessandro Jorge (Sem Partido) e membro o vereador Rogerio Pontes (PROS).

A comissão de Cultura e Assistência Social tem como presidente a vereadora Arlete Amaral (PP), como relator o vereador Rogerio Pontes (PROS) e como membro o vereador Leonir Castro (PP).

Durante o grande expediente os vereadores fizeram o uso da tribuna, realizaram indicações de melhorias para a cidade, além de discutirem sobre assuntos pertinentes para a comunidade.

Vereadora Arlete Amaral (PP): A parlamentar no uso de suas atribuições iniciou a sua fala agradecendo a Deus pela sua vida e parabenizando o presidente da câmara Marcos Tibúrcio (MDB) pela ornamentação e acolhimento para com todos que se fizeram presente na 1º sessão ordinária de 2023 e a todos os parlamentares empossados, em especial ao Governador Gladson Camelli (PP) e o Deputado Estadual Tadeu Hassem (REPUBLICANOS). Enfatizou que a prefeita Fernanda Hassem e sabedora da situação das ruas e ramais do município e com o fim da estação chuvosa tem a certeza que os trabalhos serão iniciados para a recuperação dos mesmos. Realizou convite a todos os munícipes para participarem e prestigiarem as sessões desta Casa Legislativa. Que lamenta a ausência de alguns vereadores e sente a falta dos mesmos. Finalizou seu uso na tribuna para informar que terá mais tempo para reivindicar melhorias de forma geral para o município e rogou que Deus a abençoe.

 

 

 

Vereador Elenilson Cruz (Sem Partido): O parlamentar no uso de suas atribuições começou sua fala parabenizando o seu pai pelo seu aniversário de 71 anos de idade no dia de hoje e em especial agradeceu pela vida de sua mãe. De oportuno o Nobre vereador realizou o pedido na 1ª sessão ordinária à esta casa que possa esta encaminhando a excelentíssima Presidente do Tribunal de Justiça Valdirene Cordeiro que providencie a realização de um Projeto Cidadão em parceria com demais órgãos estaduais e a prefeitura de Brasileia com a Saúde Itinerante, tendo em vista ao momento difícil que se vive principalmente a população carente deste município, enfatizou que também vai requerer ao Deputado Estadual Tadeu Hassem (REPUBLICANOS) que reforce o seu pedido na Câmara de Deputados Estaduais. Finalizou suas palavras defendendo-se de forma tranquila as acusações sobre a sua saída do Partido dos Trabalhadores.

 

 

 

 

Vereador Lessandro Jorge (Sem Partido): O vereador no uso de suas atribuições iniciou sua fala cumprimentando a todos os presentes no recinto. O parlamentar solicitou a esta casa para que encaminhe um oficio de indicação ao Coordenador do PROCON para realizar fiscalizações nos preços da carne nos açougues e a diferença dos mesmos valores entre açougues e mercados. O vereador parabenizou a área de segurança (Policia Civil, Policia Militar, Policia Penal e GEFRON) pela a sua atuação nos municípios de Brasiléia e Epitaciolândia. Demonstrou-se indignado com a forma que o Partido dos Trabalhadores tratou a sua expulsão e de seu companheiro de partido o vereador Elenilson Cruz (Sem Partido) e que não reconhece o Presidente Estadual do Partido dos Trabalhadores (PT) Cesário Braga como Juiz de Direito para condenar a sua candidatura.

 

 

 

 

Vereador Marquinhos Tibúrcio (MDB):  o edil no uso de suas atribuições, deu início ao uso da tribuna cumprimentando aos presente na 1º sessão ordinária de 2023 e os demais que acompanham nas redes sociais e agradecendo a Deus por este momento e a oportunidade de ser o presidente titular da mesa diretora desta casa legislativa e aos vereadores que votarem em sua pessoa. Enfatizou que a votação foi um processo legal e democrático, ocorrendo de forma transparente e que algumas pessoas entraram na justiça para embargar com mandato de segurança a eleição da mesa diretora, desrespeitando o voto de todos os que fizeram parte desta eleição. Cumprimentou a equipe atual desta câmara legislativa e comentou sobre a decisão do Partido dos Trabalhadores sobre a expulsão dos vereadores Elenilson Cruz e Lessandro Jorge, achando covarde a forma que ocorrer a decisão em questão.

Parabenizou o Secretário de Obras o Sr. Lima pelo seu brilhante trabalho mas solicitou que seja realizado a melhoria dos ramais do km 19, precisamente as linha 9, 11 e 12 da BR 317 e das ruas do Bairro Alberto Castro. De oportuno o nobre vereador deixou registrado que esta direção realizará uma sessão solene para dar Título de Honra ao Mérito ao Cidadão Brasileense para as pessoas que residem há muito tempo e que prestam relevantes serviços no município. Realizou o pedido ao Poder Executivo que possa está encaminhando ao setor competente (Setor de Cadastro) que realize o parcelamento das contas dos munícipes como IPTU e multas. Finalizou suas indicações pedindo que o Poder Executivo possa está encaminhando ao Secretário Estadual de Educação a solicitação da realização do pagamento dos salários atrasados dos motoristas de transportes (caminhões) de alunos.

 

Vereador Rogerio Pontes (PROS): no uso de suas atribuições iniciou sua fala tribuna cumprimentando a todos os presentes no recinto. Parabenizou e desejou sucesso aos deputados empossados do Estado do Acre, inclusive os mesmos que o mesmo apoiou nas eleições a deputada Maria Antônia (PP) e o Deputado Federal Eduardo Veloso (UNIÃO). Agradeceu a cada um secretario do município de Brasileia, em nome do secretário o Sr. Lima desejou sucesso a todos, inclusive a secretária de Educação a Professora Francisca que vem desenvolvendo um ótimo trabalho. Parabenizou o presidente de Câmara de vereadores, o senhor Marquinhos Tibúrcio (MDB) e os demais vereadores da mesa diretora. Ressaltou que pretende ir a Cidade de Rio Branco/Acre com o vereador Lessandro Jorge (Sem Partido) ao ITERACRE em busca de informações para a população de Brasileia. Finalizou suas palavras defendendo-se das acusações lançadas sobre a sua pessoa na sessão anterior e desejando sucesso a nova mesa diretora desta casa.

 

 

 

As sessões são transmitidas ao vivo pelo YouTube e Facebook nas paginas da Câmara de Brasiléia e do jornal OaltoAcre todas as terças-Feiras a partir das 8:00 hrs

Comentários

Continue lendo

Em alta